Preloading Soc. Com. C. Santos
Loading...

Notícias

10/01/2024 15:48

Mercedes-AMG SL mais potente de sempre tem 816 cv e é híbrido plug-in

O Mercedes-AMG SL mais potente de sempre já foi dado a conhecer. O novo SL 63 S E PERFORMANCE tem cadeia cinemática híbrida plug-in com tecnologia oriunda da Fórmula 1 com potência e binário totais combinados de 816 cv e de 1420 Nm, respetivamente.

O Mercedes-AMG complementa a série SL com uma versão ainda mais especial de um modelo icónico desde sempre. No Mercedes-AMG SL 63 S E PERFORMANCE, o motor V8 biturbo de 4,0 litros e o motor elétrico AMG produzem em conjunto uma potência total de 816 cv e um binário máximo de até 1420 Nm. Estas medições fazem do modelo, o SL mais potente de sempre. Com esta versão híbrida, o SL representa a quinta série de modelos com a tecnologia híbrida E PERFORMANCE específica da AMG.


A resposta imediata do motor elétrico, a rápida disponibilização de binário e a entrega linear de potência permitem uma experiência de condução impressionante. A aceleração dos 0 aos 100 km/h em 2,9 segundos e a velocidade máxima de 317 km/h realçam o design imponente do modelo. Sistemas como a suspensão AMG ACTIVE RIDE CONTROL com controlo ativo de estabilidade da carroçaria e o eixo traseiro direcional asseguram uma combinação equilibrada entre conforto e dinâmica de condução.

Energia suplementar para desempenho impressionante

No Mercedes-AMG SL 63 S E PERFORMANCE, o motor AMG V8 de 4,0 litros biturbo de 585 cv (que equipa o SL 63) no eixo dianteiro é combinado com um motor elétrico no eixo traseiro de 150 kW (204 cv). O desenvolvimento da bateria de iões de lítio (instalada na secção traseira acima do eixo traseiro) foi inspirado pelas tecnologias comprovadas nos monolugares híbridos de Fórmula 1 da equipa Mercedes-AMG Petronas F1. A bateria de elevado desempenho fornece uma capacidade de armazenamento de energia de 6,1 kWh, com uma potência contínua de 70 kW que pode chegar aos já referidos 150 kW por um período limitado. O carregamento processa-se através do carregador de bordo de 3,7 kW com corrente alternada num posto de carregamento, wallbox ou através de uma tomada elétrica doméstica. Os 13 km de autonomia em modo totalmente elétrico permitem uma utilização prática, no entanto, a bateria foi projetada para fornecer energia rapidamente e não para a máxima autonomia possível.


Com efeito, o motor elétrico fornece uma potência suplementar aquando do início da marcha, durante a aceleração ou em situações de ultrapassagem. Se o deslizamento do eixo traseiro aumentar, a força de tração do motor elétrico também é transferida às rodas dianteiras conforme necessário. Isto é possível com a ligação mecânica do sistema de tração integral totalmente variável AMG Performance 4MATIC+, através do veio de transmissão e dos semieixos das rodas dianteiras. A instalação no eixo traseiro melhora a distribuição do peso pelos eixos do veículo e cria a base para um comportamento convincente.

Em ciclo combinado, o consumo de combustível é de 7,7 l/100 km, o consumo de energia elétrica é de 11,5 kWh/100 km e as emissões de CO2 em ciclo de 175 g/km.

Alterações de design revelam cadeia cinemática

A característica de identificação exclusiva do novo modelo topo de gama da série SL é a secção traseira. Aqui a novidade é a tampa da tomada de carregamento e a designação do modelo realçada a vermelho. No exterior, as ponteiras do sistema de escape integram revestimentos trapezoidais duplos. A insígnia “E PERFORMANCE” no guarda-lamas indica que o modelo está equipado com a cadeia cinemática exclusiva. De série, o híbrido está equipado com jantes em liga leve AMG multirraios de 20 polegadas. São aerodinamicamente otimizadas, pintadas de preto mate com acabamento brilhante. O modelo está equipado com pneus 265/40 R 20 e jantes 9,5 J x 20 no eixo dianteiro e pneus 295/35 R 20 e jantes 11 J x 20. Tal como em todas as séries de modelos, estão disponíveis várias cores de pintura e também equipamentos específicos para a versão híbrida.


A aerodinâmica ativa também foi aperfeiçoada. Está adaptada à cadeia cinemática eletrificada. O perfil aerodinâmico ativo que se encontra ocultado na secção inferior da carroçaria em frente ao motor contribui para um comportamento equilibrado. É um equipamento de série na versão topo de gama do SL. Este perfil de carbono é um desenvolvimento exclusivo da AMG e está protegido por patentes. Reage à seleção dos programas de condução AMG e baixa automaticamente cerca de 40 milímetros a uma velocidade de 80 km/h. Isto cria o designado efeito Venturi, que suga o veículo para a estrada e reduz a força aerodinâmica ascendente no eixo dianteiro.

Outro componente ativo é o spoiler traseiro extensível, perfeitamente integrado na tampa da bagageira. A sua posição varia em função das condições de condução. A equipa de aerodinâmica da AMG adaptou o software de controlo para o SL 63 S E PERFORMANCE para um maior desempenho e modificou vários parâmetros. Nos parâmetros de cálculo incluíram a velocidade, as acelerações longitudinal e lateral, e ainda a velocidade de manobra da direção. A partir dos 80 km/h, o spoiler assume cinco posições angulares diferentes que, em função dos requisitos, melhoram a estabilidade do veículo ou reduzem a resistência ao ar.


No interior estão vários displays e funções específicas da AMG e da versão híbrida. Itens de menu exclusivos como “AMG Performance” destacam o carácter desportivo. A tecnologia híbrida também pode ser sentida visualmente: os gráficos de elevada qualidade revelam o fluxo de potência da cadeia cinemática. A velocidade, a potência, o binário e a temperatura do motor elétrico também podem ser visualizados.

Quer ficar a par de todas as nossas novidades?

Esteja por dentro de todas as nossas mais recentes novidades.

Marcação de test-drive
Marcação de Serviço
Assistência 24h
Pedido de orçamento
Peças & Acessórios
Pedido de informações