Preloading Soc. Com. C. Santos
Loading...

Notícias

Mercedes-Benz com melhor trimestre de sempre e novo recorde de vendas em setembro

09/10/2019 14:07

A Mercedes-Benz continua a sua trajetória ascendente de vendas em 2019, estabelecendo novos recordes: crescimento de dois dígitos (+ 10,4%) em setembro e melhor trimestre de sempre (+12,2%). Os modelos compactos como o Classe A, B, CLA Coupé, CLA Shooting Brake e GLA continuam em alta! Em Portugal, a marca da estrela mantém a liderança de vendas entre as viaturas do segmento premium.

A Mercedes-Benz alcançou um novo recorde em setembro, com 223.838 veículos comercializados em todo o mundo (+ 10,4%). De julho a setembro, foram vendidos 590.514 automóveis, o melhor terceiro trimestre da história da empresa (+ 12,2%). Em apenas três meses, a Mercedes-Benz também reverteu a sua tendência de vendas desde o início de 2019. Até setembro, as entregas aumentaram 0,6%, totalizando 1.725.243 veículos.

O segmento de veículos compactos foi um dos principais impulsionadores, com novos recordes de vendas com taxas de crescimento de dois dígitos. Os modelos Classe C, E e S também registaram aumentos de vendas em todo o mundo, no mês de setembro. Desde o início do ano, a Mercedes-Benz manteve a sua liderança no segmento premium em mercados como Portugal, Alemanha, Reino Unido, França, Bélgica, Suíça, Dinamarca, Turquia, Coreia do Sul, Japão, Austrália, Tailândia, Canadá ou República da África do Sul.

Vendas Mercedes-Benz por região e mercado

Na Europa, foram vendidos 99.092 veículos Mercedes-Benz no mês passado (+ 8,2%). As vendas unitárias desde o início deste ano aumentaram pela primeira vez nesta região em 2019, com 692.533 unidades comercializadas, representando um aumento de 0,5%. No mercado principal, a Alemanha, foi alcançado um crescimento de dois dígitos pelo terceiro mês consecutivo, tendo sido entregues 28.397 automóveis (+ 24,7%). Desde o início do ano, foram estabelecidos novos recordes de vendas em França, Bélgica, Suíça, Polónia, Dinamarca e Hungria.

A Mercedes-Benz vendeu um total de 88.676 veículos na região Ásia-Pacífico no mês passado (+ 17,6%). As vendas nos primeiros nove meses do ano totalizaram 731.279 unidades (+ 2,3%). A empresa também estabeleceu novos recordes de vendas na China, quer em setembro, quer desde o início do ano: 61.664 viaturas foram entregues no mês passado (+ 12,9%) e 525.890 unidades foram vendidas desde o início do ano, o que representa um aumento de 5,0%.

As vendas na região do NAFTA cresceram pelo terceiro mês consecutivo, com 31.819 unidades vendidas (+ 1,7%). Nos Estados Unidos, as vendas também aumentaram para 27.433 veículos (+4,8%).

Modelos compactos em destaque

Mais de 72.700 unidades dos modelos Classe A, B, CLA Coupé, CLA Shooting Brake e GLA foram entregues no mês passado (+ 17,7%). Além do novo Classe A Limousine, o novo Classe B e o novo CLA Coupé foram os principais impulsionadores do crescimento dos modelos compactos, especialmente na Europa. Nos primeiros nove meses do ano, as vendas mundiais de unidades do segmento de veículos compactos também atingiram um novo recorde de mais de 489.600 unidades (+ 10,6%).

Os modelos Classe E Limousine e Station registaram um aumento de 11,8% em setembro, com cerca de 33.800 veículos entregues. O Classe E Limousine estabeleceu novos recordes de vendas quer em setembro (+ 15,2%), quer desde o início do ano (+ 2,1%). Na região da Ásia-Pacífico e nos mercados chinês e sul-coreano, as vendas do Classe E Limousine atingiram recordes em setembro e nos primeiros nove meses do ano.

Com mais de 5.700 unidades entregues em todo o mundo no mês passado, o Classe S alcançou um aumento significativo nas vendas (11,1%).

Smart: crescimento na Europa entre janeiro e setembro

Nos primeiros nove meses do ano, foram vendidos 87.776 veículos smart em todo o mundo (-8,9%). De janeiro a setembro, as vendas na Europa aumentaram 2,8%. No Salão Automóvel de Frankfurt de 2019, a smart mostrou os seus novos modelos fortwo e forfour. O design progressivo atende à conectividade inteligente, livre de emissões e alimentada por bateria. Como a primeira marca a alterar completamente o seu portfólio de produtos para 100% elétricos, a smart regressa à sua essência original.