Preloading Soc. Com. C. Santos
Loading...

Notícias


Notice: Undefined variable: id2 in /home/website/public_html/modulos/blog/blogDetail.php on line 8

21/02/2024 17:13

Soc. Com. C. Santos com campanha de compra antecipada de manutenções: poupança pode ultrapassar 2000 euros

A Sociedade Comercial C. Santos iniciou uma campanha de inverno de compra antecipada de packs de manutenções com preços especiais. A oferta está disponível, até dia 27 de março, para Mercedes-Benz Cars e Mercedes-Benz Vans e as poupanças chegam a ultrapassar os 1000 euros nos automóveis e os 2000 euros nas viaturas comerciais ligeiras.

Esta campanha, que tem como mote “Chuvas Fortes, Revisões Suaves”, oferece aos clientes a oportunidade de adquirirem a um preço fixo os próximos serviços programados de manutenção em packs com duas, três ou quatro revisões no caso de automóveis de passageiros e de duas, quatro ou seis revisões nos veículos comerciais ligeiros.

Na campanha dos Mercedes-Benz Cars, a compra de quatro revisões é a mais vantajosa face ao preço habitual das manutenções. A poupança é de 770,90 euros nas gamas Mercedes-Benz Classe A, B, CLA, GLA e GLB; 894,16 euros nas gamas Classe S, CL, G, SL e SLR; 914,86 euros nas gamas Classe C, GLC, SLC e GLK; e 1091,97 euros nas gamas Classe E, GLE, CLS e M.

A campanha de veículos comerciais ligeiros tem na aquisição de seis manutenções a maior oferta. A poupança é de 435,45 euros na gama Mercedes-Benz Citan, de 1490,92 euros na gama Vito e de 2472,76 euros na gama Sprinter.

Cartão de cliente aumenta poupança

No caso dos titulares do cartão de cliente Sociedade Comercial C. Santos (atuais e novas adesões), o benefício da aquisição antecipada de manutenções é ainda superior. A poupança do pack de quatro revisões varia, neste cenário, entre 816,90 euros (Classe A, B, CLA, GLA e GLB) e 1146,20 euros (Classe E, GLE, CLS e M) nos automóveis ligeiros de passageiros.

Já nos modelos Mercedes-Benz Vans, a poupança na aquisição de seis serviços é de 481,61 euros na gama Mercedes-Benz Citan, de 1530,53 euros na gama Vito e de 2545,09 euros na gama Sprinter.

Sem restrição de idade ou quilometragem

Ao contrário de outro tipo de contratos de manutenção disponibilizados, não tem restrição de idade ou quilometragem da viatura. Outra das vantagens da compra antecipada das revisões é o facto de fixar preços, não estando os clientes sujeitos aos aumentos dos preçários da mão de obra, peças e lubrificantes. O valor destes contratos pode ser pago na íntegra ou fracionado.

Estes packs são válidos individualmente por veículo e para as próximas manutenções programadas. Outra vantagem indireta é continuar a usufruir do serviço 24H pelo facto de fazer as revisões numa oficina autorizada. A campanha de inverno de aquisição de compras antecipada de packs de manutenções Mercedes-Benz na Sociedade Comercial C. Santos não é acumulável com outras campanhas e/ou descontos em vigor e aplica-se apenas aos modelos indicados (não inclui automóveis elétricos).

Menos custos e mais previsibilidade

“As campanhas de aquisição de pacotes de manutenções fixas para veículos Mercedes-Benz na Sociedade Comercial C. Santos têm sido um sucesso, pelo que optámos por voltar a oferecer essa oportunidade de poupança aos clientes. Esta nova campanha oferece as vantagens de reduzir os preços das revisões e de aumentar a previsibilidade de custos que os clientes terão com as revisões dos seus automóveis. Esses dois fatores são uma mais-valia para os nossos clientes”, indica o diretor de customer services da Sociedade Comercial C. Santos, Vítor Ferreira.

19/02/2024 18:38

Novo Mercedes-Benz CLE Cabrio já disponível para encomenda

O novo Mercedes-Benz CLE Cabrio já pode ser encomendado na Sociedade Comercial C. Santos, com preços a partir de 71 400 euros. As primeiras unidades chegam no fim de abril.

Com o novo CLE Cabrio, a Mercedes-Benz dá continuidade à sua longa tradição no fabrico de descapotáveis de quatro lugares. O design expressivo, a tecnologia inteligente e o equipamento de elevada qualidade asseguram prazer de condução a um nível exclusivo. Este novo modelo é baseado no CLE Coupé. Contudo, a clássica capota de lona acústica e os detalhes adicionais de elevada qualidade conferem ao modelo um carácter muito próprio. O CLE Cabrio combina características de condução dinâmica com um elevado nível de conforto na utilização diária para usufruir ao ar livre durante todo o ano.


Ao ar livre em qualquer altura do ano

O sistema defletor de ar elétrico AIRCAP® e o sistema de aquecimento AIRSCARF® são equipamentos de série. Ambos os sistemas foram aperfeiçoados. Tornam mais agradável a condução com a capota aberta em condições de baixa temperatura ambiente. O AIRCAP® é constituído por dois elementos: o defletor de ar no para-brisas direciona o ar para passar acima das cabeças dos ocupantes. É estendido com o simples pressionar de um botão. O defletor de ar automático atrás dos apoios de cabeça traseiros reduz a turbulência de forma mais eficiente. O AIRSCARF® aquece o ar que circula em torno do pescoço dos ocupantes dianteiros – mesmo em condições de vento desfavorável.


A capota de lona acústica é um equipamento de série e também contribui para a utilidade do CLE Cabrio durante todo o ano. Está disponível em preto, vermelho ou cinza. A estrutura multicamada com isolamento de qualidade fornece a base para o melhor conforto térmico em todas as estações do ano. Além disso, também reduz o ruído do vento e o ruído normal exterior produzido pelo veículo. A capota de lona abre e fecha em 20 segundos até uma velocidade do veículo de 60 km/h. Pela primeira vez, é alimentada exclusivamente por energia elétrica, o que a torna ainda mais silenciosa. A divisória de rolo elétrica é um equipamento de série e separa automaticamente o compartimento da capota de lona dobrada da bagageira.

Luxo desportivo numa classe exclusiva

O painel de instrumentos, independente e totalmente digital de 12,3 polegadas, e o display central de 11,9 polegadas em formato vertical e orientado para o condutor, são elementos particularmente atraentes do interior. Este último pode ser inclinado eletricamente a um ângulo de 15 a 40 graus para evitar o encandeamento quando a capota de lona está aberta.

Para evitar o aquecimento excessivo dos bancos em pele opcionais durante o verão, foi aplicado um revestimento especial que reflete os raios infravermelhos do sol. Como resultado, o revestimento em pele permanece a uma temperatura até 12 graus inferior ao revestimento em pele normal sem tratamento especial. Mesmo com a capota fechada, o interior aquece menos graças aos revestimentos frios dos bancos.


Os equipamentos de entretenimento são extremamente interativos e personalizados. A terceira geração do sistema de informação e de entretenimento MBUX (Mercedes-Benz User Experience) permite utilizar aplicações de terceiros, como a plataforma de entretenimento TikTok ou a aplicação de videoconferência Zoom, entre outras.

Espaço interior generoso

Sendo o maior descapotável do segmento de tamanho médio, o modelo desportivo de duas portas oferece um elevado nível de conforto em longas viagens para quatro pessoas. As dimensões são: 4850 milímetros de comprimento, 1861 milímetros de largura, 1424 milímetros de altura e uma distância entre eixos de 2865 milímetros. Os passageiros traseiros em particular beneficiam do comprimento adicional de 25 milímetros da distância entre eixos. Entre outras características, têm à sua disposição mais 72 milímetros de espaço para os joelhos e mais 19 milímetros de largura ao nível dos ombros e dos cotovelos. Isto torna o veículo significativamente mais espaçoso do que o seu antecessor, o Classe C Cabrio.


Com um volume de 385 litros (295 litros com a capota aberta), a bagageira é extremamente prática para uma utilização diária. Se necessário, a capacidade da bagageira pode ser aumentada rebatendo os encostos dos bancos traseiros. Os clientes podem rebatê-los confortavelmente numa repartição de 60:40.

Experiência de condução dinâmica e confortável

O chassis do novo CLE Cabrio proporciona prazer de condução em estradas sinuosas. Ao mesmo tempo, oferece um conforto de condução excecional em viagens longas. A suspensão conforto, que foi rebaixada em 15 milímetros, é um equipamento de série. Combina uma condução extremamente confortável com um comportamento desportivo e reativo. Uma suspensão desportiva com sistema de amortecimento seletivo está disponível como opção. A suspensão opcional DYNAMIC BODY CONTROL permite uma ampla gama de ajuste para uma experiência de condução variada, desde um comportamento extremamente desportivo até um comportamento particularmente confortável, através do amortecimento continuamente adaptável da suspensão dianteira e traseira. A suspensão ativa controla individualmente as características de amortecimento para cada roda em combinação com as características de funcionamento do motor, da caixa de velocidades e da direção. Para tal, são considerados fatores como a situação de condução, a velocidade e as condições da estrada. O interruptor DYNAMIC SELECT fornece ao condutor uma seleção entre uma configuração confortável ou rígida e desportiva.


Todos os motores são mild hybrid. Para além de um turbocompressor, possuem um motor de arranque/alternador integrado (ISG) de 48V. Este sistema assegura funções como a circulação em roda livre, potência adicional ou a recuperação de energia, permitindo assim poupanças significativas no consumo e uma melhor performance de condução.

As motorizações disponíveis em Portugal no lançamento são a CLE 200 Coupé (motor 1999 cc a gasolina de 204 + 23 cv) e a CLE 220 d Coupé (motor 1993 cc a diesel de 197 + 23 cv). A versão a gasolina tem um preço de 71 400 euros e a diesel de 74 500 euros.

19/02/2024 17:44

Controlo ambiental de 360° do Mercedes-Benz Classe E já disponível


O controlo ambiental de 360° do novo Mercedes-Benz Classe E já está disponível para consulta online. A marca publica informação relativa ao impacto ambiental dos seus produtos desde 2005.

A Mercedes-Benz tem publicado informação relativa ao impacto ambiental dos seus produtos desde 2005. O designado “controlo ambiente de 360°” é baseado no registo completo da pegada ecológica do respetivo veículo e é controlada por inspetores independentes. A última inspeção analisa o impacto ambiental do novo Classe E, representado pelo E 300 e, está disponível aqui e pode ser transferida em formato PDF.

Para demonstrar a influência da utilização de energia renovável para carregar este híbrido plug-in, a Mercedes-Benz compara dois cenários possíveis: o condutor utiliza eletricidade ou de fontes renováveis ou da combinação convencional de eletricidade de acordo com a UE. No primeiro cenário, as emissões de CO2 ao longo de todo o ciclo de vida do E 300 e são praticamente metade das produzidas no segundo cenário. Ambos os cálculos são baseados numa distância total percorrida de 250 mil km.

Desde o lançamento de mercado do novo Classe E, a Mercedes-Benz disponibiliza não menos de três versões híbridas plug-in de quarta geração. Com um aumento da autonomia elétrica do E 300 e de até 118 km (WLTP), os condutores podem percorrer a distância da maioria das viagens do dia a dia sem utilizar o motor de combustão interna. Com base na informação da orientação de itinerário do sistema de navegação, a estratégia de funcionamento inteligente programa o modo de condução elétrica para os troços mais apropriados do percurso. Por exemplo, no programa de condução híbrida, o sistema dá prioridade à condução em modo elétrica nos troços que atravessam zonas urbanas. A estratégia de funcionamento considera fatores como os dados da navegação, a topografia, os limites de velocidade e as condições do trânsito ao longo de todo o percurso planeado.

Marcos importantes rumo à mobilidade sustentável - híbridos parciais e híbridos plug-in

Todas as cadeias cinemáticas no novo Classe E são eletrificadas, quer como híbridos parciais com sistema elétrico de 48 V e motor de arranque/alternador integrado, quer como híbridos plug-in. Desde 2022, a Mercedes-Benz tem disponibilizado veículos totalmente elétricos em todos os segmentos nos quais a marca está presente.

Materiais recicláveis

Um total de 175 componentes do novo Classe E com um peso total de 99 kg podem ser produzidos em parte a partir de materiais que permitem poupar recursos naturais (polímeros reciclados e matérias-primas renováveis). Um exemplo de um material sustentável é a microfibra MICROCUT. É constituído por 45% de materiais reciclados que são utilizados para uma variedade de componentes de revestimento interior. Pela primeira vez, a espuma nos bancos é fabricada em materiais reciclados certificados, utilizando a “abordagem de equilíbrio de massa”. As propriedades destes materiais são idênticas às dos produtos derivados do petróleo bruto. Isto permite reduzir a necessidade de matérias fósseis e ao mesmo tempo manter a qualidade do produto.


Ambition 2039

Na qualidade de um dos principais intervenientes no setor automóvel, a Mercedes-Benz AG apoia o Acordo de Paris sobre o clima e assumiu a proteção do clima como um elemento fundamental da sua estratégia de negócios. O Grupo Mercedes-Benz pretende alcançar a neutralidade carbónica líquida ao longo de toda a cadeia de valor do seu portfólio de novos veículos Mercedes-Benz até 2039 – desde a fase de desenvolvimento, passando pela cadeia de fornecimento e pelo fabrico interno, até à fase de utilização e à reciclagem do veículo.

Produção líquida neutra em carbono

A produção em todas as fábricas da Mercedes-Benz em todo o mundo tem sido neutra em carbono desde 2022. A empresa já cobre cerca de 45% do seu consumo de energia total na produção com eletricidade de fontes renováveis. O objetivo de todas as fábricas de produção da Mercedes-Benz dispersas pelo mundo é de funcionarem totalmente com recurso a energias renováveis e, portanto, com zero emissões de CO2 até 2039. Isto também se aplica à fábrica de Sindelfingen onde o Classe E é produzido. Uma parceria estratégica de longo prazo com a Dürr Group visa estabelecer novos padrões de sustentabilidade ao tornar a pintura de veículos isenta de CO2. Dependendo do cumprimento de todas as condições contratuais, a oficina de pintura da Mercedes-Benz em Sindelfingen será equipada com as mais recentes tecnologias nos próximos anos.

A empresa pretende aumentar a produção de energia renovável nas suas fábricas de produção. As iniciativas para 2024 incluem o investimento numa nova expansão do sistema de produção de energia fotovoltaica na fábrica de Sindelfingen. Esta unidade está também empenhada em reduzir continuamente a produção de resíduos e o consumo de água. Para obter mais informações, clique aqui.


Descarbonizar rede de fornecedores

A Mercedes-Benz está a abordar as emissões de carbono na sua rede de fornecimento através da sua Carta de Ambição. Isto significa que, a empresa só permite que os fornecedores se candidatem a novos contratos quando tiverem confirmado por escrito que fornecerão à Mercedes-Benz produtos neutros em termos de carbono, o mais tardar até 2039 - em conformidade com os objetivos climáticos da própria empresa. Só após a assinatura da Carta de Ambição é que os fornecedores têm a oportunidade de serem selecionados para o contrato. Isto desencadeia a redução das emissões de carbono entre os fornecedores diretos e ao longo da cadeia de fornecimento, impulsionando o progresso de acordo com a Ambição 2039 e os objetivos da Mercedes-Benz. Desde 2020, a Mercedes-Benz tem contabilizado o número de fornecedores que assinam a carta de intenções. Em 2023, os fornecedores que representam 84 % do volume anual de compras da Mercedes-Benz assinaram a Carta de Ambição. Um sistema de rastreio monitoriza a redução das emissões ao longo do tempo.

Economia circular nos sistemas de baterias

De acordo com a sua abordagem holística, a Mercedes-Benz também considera a economia circular no desenvolvimento da tecnologia de baterias. Em março de 2023, na fábrica de Kuppenheim, a empresa lançou a primeira pedra simbólica para uma fábrica de reciclagem de baterias baseada na hidrometalurgia. Dependendo das conversações com as autoridades públicas, esta abrangerá todas as etapas relevantes. O processo inovador deverá permitir uma reciclagem superior a 96 %. Para mais informações, clique aqui. Com base nesta tecnologia, a empresa planeia trabalhar com empresas de alta tecnologia para estabelecer uma economia circular de materiais para a reciclagem de baterias na China e nos EUA.

Para híbridos plug-in – carregamento verde em viagem

Desde 2021, o serviço Mercedes me Charge permite aos seus clientes carregarem os seus veículos com eletricidade verde em postos de carregamento públicos na Europa, nos EUA e Canadá. A rede Mercedes me Charge é uma das maiores redes mundiais, com mais de 1,5 milhões de postos de carregamento – cerca de 600 mil na Europa. E continua a crescer. O carregamento verde utiliza certificados de eletricidade verde para garantir que, se a eletricidade proveniente de energias renováveis ainda não estiver disponível para as sessões de carregamento através do Mercedes me Charge, uma quantidade equivalente de eletricidade proveniente de energias renováveis é introduzida na rede. Para mais informações, clique aqui.

Para mais informações sobre estes assuntos, consulte o Relatório de Sustentabilidade da Mercedes-Benz Group AG.

19/02/2024 17:40

Manequins femininos de testes de colisão na Mercedes-Benz: factos e mitos

Muito antes de serem exigidos por lei, a Mercedes-Benz tornou os manequins femininos a norma nos testes de colisões frontais e laterais. Os manequins modernos modelam o risco de lesões nos ocupantes do veículo, independentemente do seu género. Venha verificar seis factos e mitos sobre os manequins femininos de testes de colisão na Mercedes-Benz.

Tem cerca de 1,5 metros de altura, pesa 49 kg e, nos manequins da mais recente geração, possui inúmeros sensores em várias partes do corpo com até 150 pontos de medição. Há 20 anos que a chamada “mulher do quinto percentil” é utilizada como condutora, passageira dianteira e passageira traseira nos testes de colisão frontal da Mercedes-Benz – e é igual ao manequim masculino tradicional, o Hybrid III 50 (Isto significa que cinquenta por cento de todos os homens são mais pequenos e mais leves: 1,75 m e 78 kg). Isto significa que a empresa introduziu o manequim Hybrid III 5th Percentile Female mesmo antes de ser oficialmente exigido por lei. O manequim reproduz a antropometria feminina com seios e ossos pélvicos femininos. De acordo com as estatísticas subjacentes, apenas cinco por cento das mulheres americanas são mais pequenas ou mais leves. Atualmente, as classificações das associações de defesa do consumidor e várias leis em todo o mundo incluem especificações para testes com manequins femininos do quinto percentil. Outro tipo de manequim que a Mercedes-Benz utiliza nos testes de colisão há duas décadas é o manequim feminino SID-II. Com uma anatomia semelhante à do Hybrid III 5, foi concebido especificamente para testes de impacto lateral. No entanto, ao contrário do que acontece nos EUA, a sua utilização ainda não é obrigatória por lei na Europa.


900 testes de colisão por ano

A segurança é um componente essencial do ADN da Mercedes-Benz. A Mercedes-Benz é considerada a inventora da segurança automóvel moderna – e continua a ser pioneira neste domínio até aos dias de hoje. A base do compromisso da empresa é a sua estratégia de segurança na vida real: há mais de 50 anos que o centro de investigação de acidentes interno da empresa investiga acidentes com veículos Mercedes-Benz. O objetivo consiste em compreender como ocorrem os acidentes e quais os sistemas de segurança avançados que os poderiam ter evitado. Além disso, os resultados de acidentes reais podem ser utilizados para definir os requisitos dos testes de colisão. O Centro Tecnológico da Mercedes-Benz para a Segurança Automóvel, em Sindelfingen, efetua anualmente cerca de 900 testes de colisão e 1700 testes de trenó. Os testes envolvem 120 manequins em 21 versões diferentes – desde bebés, crianças de todas as idades e manequins femininos do percentil 5 até manequins masculinos do percentil 50 e manequins masculinos grandes e pesados (apenas 5% dos homens são maiores e mais pesados: 1,87 metros de altura, 101 quilogramas de peso. Os resultados dos testes de colisão e da investigação de acidentes são utilizados para ajudar a desenvolver novas tecnologias de segurança e melhorar os sistemas existentes.

A opinião de Hanna Paul


O tema dos manequins femininos é atualmente objeto de um grande debate público. Hanna Paul, chefe de testes de manequins da Mercedes-Benz, verifica seis dos mitos mais comuns.

Mito 1: Os automóveis não protegem tão bem as mulheres como protegem os homens

Hanna Paul: Não, isso não verdade. Em primeiro lugar, eis duas constatações gerais da nossa base de dados de acidentes: no caso de ferimentos graves ou mortais, não há disparidades relevantes discerníveis entre os géneros. Apenas no caso de ferimentos ligeiros se registam algumas disparidades em casos individuais. As mulheres são mais suscetíveis de sofrer lesões em algumas regiões do corpo (pernas/pés e efeito de chicote numa colisão traseira), enquanto os homens podem ser mais gravemente afetados noutras regiões (cabeça, tórax). Além disso, a análise efetuada pela nossa equipa de investigação de acidentes revelou que não existem anomalias relativamente a mulheres ou homens nos veículos Mercedes-Benz. Este facto demonstra que a conceção de segurança dos veículos Mercedes-Benz é eficaz em acidentes reais. Este facto reforça a nossa ambição de “segurança na vida real”.

Mito 2: Há estatísticas que mostram que as mulheres estão menos protegidas

Hanna Paul: Novamente, um redondo não. Os dados dos acidentes citados nestas estatísticas remontam frequentemente aos anos 80 do século XX. Desde então, muito se passou em termos de segurança passiva dos veículos. Os habitáculos, mesmo em veículos pequenos, tornaram-se muito mais estáveis. Ao mesmo tempo, os sistemas de retenção modernos são atualmente utilizados em todos os segmentos de veículos. Os limitadores de força dos cintos, por exemplo, que limitam a pressão sobre o peito, adaptam-se às necessidades dos ocupantes com uma curva de força definida. No entanto, há um outro aspeto destes estudos frequentemente citados que continua a ser válido atualmente. Nomeadamente que, em termos de estatísticas globais, as mulheres conduzem frequentemente automóveis mais antigos e mais pequenos. Este facto é confirmado por um estudo realizado pela organização de seguros americana Insurance Institute for Highway Safety (IIHS). Mas, como já referi, o nível de segurança melhorou significativamente em todos os segmentos de veículos, incluindo nos automóveis pequenos. Este facto levou a National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA) dos EUA a determinar que as disparidades nas taxas de mortalidade entre homens e mulheres diminuíram significativamente nos veículos fabricados a partir do ano 2000.

Mito 3: Os manequins masculinos são utilizados predominantemente em testes de colisão

Hanna Paul: Não na Mercedes-Benz. Temos utilizado manequins femininos nos nossos testes de colisão frontal e lateral há mais de 20 anos. Mas os manequins não são bonecos de humanos. São instrumentos que medem as forças físicas e as suas direções. O seu peso e tamanho são determinados a partir de dados de seres humanos. Os manequins femininos correspondem à anatomia feminina. Contudo – e isto é extremamente importante – as forças que atuam nos manequins durante os testes de colisão são convertidas em riscos de ferimento. Estes riscos são calculados com base em dados de ferimentos sofridos por homens e mulheres. Os limites comuns para os manequins femininos são inferiores aos dos manequins masculinos para o mesmo risco de lesão. Isto significa que os manequins representam bem os riscos de lesão para as características anatómicas únicas de homens e mulheres. O tamanho e o peso dos tipos de manequins utilizados na Mercedes-Benz são específicos para cada género. 

O manequim do quinto percentil (apenas 5% das mulheres são mais pequenas ou mais leves) tem anatomia feminina, mas em termos de risco de lesão, representa pessoas pequenas em geral – independentemente de serem homens ou mulheres. Por outras palavras, os riscos de lesões são humanos, não são masculinos ou femininos. O mesmo se aplica aos outros manequins: o percentil 50 masculino (Representa o homem médio (1,75 metros de altura, 75 quilos de peso) imita a anatomia masculina, mas também representa os riscos de lesões que uma mulher média enfrenta. A NHTSA está atualmente a investigar até que ponto os riscos de lesões variam consoante o género. Os primeiros resultados publicados confirmam as nossas conclusões de que o género não é o fator mais importante que influencia a frequência das lesões. Os manequins que utilizamos atualmente são, portanto, instrumentos de medição eficazes para o desenvolvimento de sistemas de segurança.

Mito 4: Os manequins de testes de colisão não são suficientemente diversificados

Hanna Paul: Nos últimos anos, o número de tipos de manequins aumentou significativamente, em parte devido aos muitos tipos diferentes de colisão que estão a ser testados. A Mercedes-Benz tem um total de mais de 120 manequins. Existem em vários tamanhos e pesos – desde bebés que pesam apenas 3,5 kg, crianças e adolescentes de várias idades, até mulheres do quinto percentil e manequins pesados. Existem também diferentes tipos para impactos frontais, traseiros e laterais. Os manequins utilizados em cada tipo de teste de colisão são definidos nas especificações de teste estabelecidas nas leis, classificações e casos de carga específicos da Mercedes-Benz. Os manequins são regulados em pormenor para garantir a comparabilidade a nível mundial. Até o seu vestuário é regulamentado. A tecnologia de manequins está atualmente a passar por uma mudança de geração. O avançado manequim THOR está a substituir o manequim Hybrid III introduzido em 1986. Os manequins THOR são mais biofidelizados, ou seja, representam com maior exatidão o corpo humano, e oferecem opções de medição alargadas. De acordo com a nossa investigação interna, uma maior expansão dos tipos de manequins não traria qualquer melhoria significativa em termos de segurança. 

Mito 5: As mulheres grávidas estão menos protegidas

Hanna Paul: Uma comparação de sistemas num estudo recente do ADAC (Allgemeiner Deutscher Automobil-Club - Clube Automóvel Alemão) mostra que os cintos de segurança normais protegem bem as futuras mães e os seus filhos em caso de acidente. De acordo com a investigação sobre acidentes efetuada pelo ADAC, as mulheres grávidas não correm mais riscos do que os outros condutores. Quando utilizados corretamente, os cintos de segurança normais de três pontos protegem as mulheres grávidas e os seus filhos por nascer em caso de acidente.

Mito 6: As simulações irão em breve substituir os testes de colisão físicos

Hanna Paul: Não estamos a ver isso acontecer. É verdade que o cálculo da cinemática e da deformação pode reduzir significativamente o número de testes de veículos completos e, ao mesmo tempo, acelerar o desenvolvimento. No entanto, há várias razões pelas quais não há forma de contornar os testes de colisão de veículos: Por um lado, os ensaios de colisão são necessários para validar as simulações, que se baseiam em muitos pressupostos. Por outro lado, são exigidos por lei ou por classificações. Nos ensaios de veículos completos, podem ser utilizados sensores para obter a melhor imagem de como se desenvolve um acidente e de como os manequins se comportam durante o mesmo. 

As simulações de ocupantes limitam-se a calcular como um manequim se comportaria num veículo. A Mercedes-Benz está também a trabalhar nos chamados modelos do corpo humano (HBM), concebidos para representar a anatomia humana – ossos, músculos e órgãos – com um detalhe ainda maior. Em comparação com os manequins, a utilização de HBM em testes de colisão permite aos investigadores avaliar o tipo real de lesão que uma determinada parte do corpo é suscetível de sofrer, em vez de se limitarem a calcular a probabilidade da gravidade da lesão. Utilizamos HBM, entre outras utilizações, para avaliar os nossos inovadores sistemas de retenção, tais como o PRE-SAFE® Impulse Side. 

19/02/2024 14:40

Novo Mercedes-AMG CLE 53 4MATIC+ Coupé disponível para encomenda

O novo Mercedes-AMG CLE 53 4MATIC+ Coupé já está disponível para encomenda na Sociedade Comercial C. Santos. O modelo desportivo oferece várias possibilidades de personalização em termos de equipamento.

O coupé desportivo de duas portas é alimentado por um motor de seis cilindros em linha, de 3.0 litros, com dupla sobrealimentação e um compressor elétrico adicional que produz 449 cv. Fornece um binário máximo de 560 Nm (com binário suplementar para 600 Nm durante 10 segundos). O motor de arranque/alternador integrado (ISG) de segunda geração fornece uma potência suplementar de 23 cv e um binário suplementar de 205 Nm durante breves segundos.


Outras funcionalidades tecnológicas do novo modelo incluem a caixa de velocidade automática AMG SPEEDSHIFT TCT 9G e o sistema de tração integral totalmente variável AMG Performance 4MATIC+.

O equipamento de série inclui a suspensão AMG RIDE CONTROL com amortecimento adaptativo e eixo traseiro direcional. O modelo também está equipado com o Pack Parking com câmara de marcha-atrás, volante AMG Performance em pele Nappa e sistema PRE-SAFE®. O depósito de 65 litros permite uma autonomia longa.

Vasta seleção de opções para uma maior personalização

O novo coupé é equipado de série com jantes em liga leve AMG com 10 raios de 19 polegadas. São aerodinamicamente otimizadas e pintadas de preto mate com acabamento brilhante. As rodas dianteiras integram jantes de dimensões 9,5 J x 19 e pneus 265/40 R 19, enquanto as traseiras integram jantes de 11,0 J x 19 e pneus 295/35 R 19. Estão também disponíveis jantes em liga leve de 20 polegadas em várias cores.

No interior destacam-se os bancos integrais dianteiros revestidos em pele sintética ARTICO/microfibra MICROCUT preta com grafismos específicos da AMG e pesponto contrastante em vermelho. Combinam o carácter desportivo com um forte apoio lateral. Outras características do interior incluem os cintos de segurança vermelhos e elementos de revestimento em fibra de carbono brilhante. Estão também disponíveis várias opções de revestimento dos bancos em pele e pele Nappa, com insígnia AMG gravada em relevo nos apoios de cabeça dianteiros.


Para uma experiência de condução ainda mais emocional, o pack opcional AMG DYNAMIC PLUS fornece uma seleção de equipamento extremamente desportivo. Contém o programa adicional de condução RACE com modo DRIFT e função de partida de corrida, bem como o volante AMG Performance revestido em microfibra MICROCUT. As pinças dos travões dianteiros e traseiros pintadas de vermelho e com inscrição AMG realçam visualmente o carácter desportivo do modelo. Os apoios ativos do motor asseguram que a ligação entre a cadeia cinemática e a carroçaria abrange o espectro de requisitos entre conforto e desportividade, de acordo com a situação.


O novo Mercedes-AMG CLE 53 4MATIC+ Coupé está disponível para encomenda na Sociedade Comercial C. Santos a partir de 116 050 euros.

19/02/2024 12:50

Soc. Com. C. Santos com ofertas exclusivas de todas as tecnologias em novo Dias Mercedes-Benz Certified

A Sociedade Comercial C. Santos realiza, de quinta-feira (dia 22) a domingo (dia 25), o evento de vendas Dias Mercedes-Benz Certified. São várias viaturas Mercedes-Benz e smart seminovas e usadas com condições exclusivas nas instalações da empresa junto ao Aeroporto do Porto. Os interessados devem inscrever-se.

O evento exclusivo de vendas Dias Mercedes-Benz Certified reunirá, ao longo de quatro dias, mais de 300 automóveis de passageiros e comerciais ligeiros Mercedes-Benz e smart seminovos e usados com condições exclusivas. Entre as viaturas disponíveis estão automóveis a combustão (gasolina e diesel), mas também veículos híbridos plug-in e 100% elétricos, que têm registado forte procura no mercado.


Todas as viaturas têm preço de oportunidade, condições especiais de acesso e garantia Mercedes-Benz Certified. Além disso, a avaliação da viatura de retoma (caso exista) é feita no momento.

O evento Dias Mercedes-Benz Certified decorre nas instalações da Sociedade Comercial C. Santos, junto ao Aeroporto do Porto, de 22 a 25 de fevereiro, entre as 10h00 e as 20h00, e é exclusivo para convidados com marcação. Esta marcação pode ser feita online (em diascertified.soccsantos.pt), por e-mail (diascertified@soccsantos.pt) ou por telefone (918 079 851).


“Oportunidades únicas disponíveis”

“A nossa equipa volta a estar disponível para oferecer atendimento personalizado a quem se inscrever no evento Dias Mercedes-Benz Certified. A Sociedade Comercial C. Santos tem uma tradição de sucesso na realização de eventos exclusivos de vendas e acreditamos que esta edição voltará a sê-lo, até pelas oportunidades únicas que estão disponíveis”, afirma o responsável pelo departamento de usados da Sociedade Comercial C. Santos, Jorge Fernando.


Viaturas com mais de 100 pontos de verificação

A Mercedes-Benz Certified é a marca dos usados de qualidade da marca. Com características e vantagens especiais, tem por base estritos critérios de aprovação, inspeção rigorosa e certificação das condições de cada automóvel: são mais de 100 os pontos de verificação.

As viaturas Mercedes-Benz Certified têm até 24 meses de garantia e quilometragem garantida, com manutenções realizadas em oficinas autorizadas e com peças originais da marca. Encontram-se, além disso, com a manutenção efetuada, para que o cliente não tenha de qualquer manutenção programada nos primeiros 7 500 km ou seis meses.

16/02/2024 18:08

Mercedes-Benz EQS SUV é o Elétrico do Ano ACP

O Mercedes-Benz EQS SUV foi eleito pelos portugueses como sendo o Elétrico do Ano ACP. O modelo alemão, além de ter vencido na categoria “Para Brilhar”, foi o mais votado entre as quatro categorias a concurso.

Foram mais de 50 mil votos validados para escolher o melhor modelo da categoria “Para Brilhar” do Elétrico do Ano Grande Prémio ACP, organizado pelo Automóvel Club de Portugal, uma categoria dedicada aos modelos premium 100% elétricos.

A votação decorreu entre 15 e 30 de dezembro e o resultado foi divulgado agora.  A concurso para o melhor automóvel elétrico premium estavam mais cinco modelos, entre eles o Audi e-Tron GT, o Jaguar i-Pace, o Polestar 3, o Porsche Taycan e o Volvo EX90.

Lançado há um ano

O EQS SUV foi lançado no início de 2023 como sendo o primeiro SUV de luxo totalmente elétrico da Mercedes-Benz. O EQS SUV oferece amplo espaço, conforto e conectividade no seu interior moderno e luxuoso.

16/02/2024 17:54

Soc. Com. C. Santos premiada em triplo pela Mercedes-Benz Vans Portugal

A Mercedes-Benz Vans Portugal premiou as várias concessões nacionais pelo desempenho em 2023. Os prémios de mérito da marca foram entregues no início de fevereiro, na reunião Van Business 2024 e a Sociedade Comercial C. Santos esteve em destaque com a conquista de três galardões, nas áreas do após-venda, das vendas e do marketing.

É tempo de celebrar a excelência, o trabalho árduo e a dedicação. Essa excelência a triplicar é não só das equipas envolvidas, mas de todos os profissionais da empresa, que, diariamente, dão o seu melhor em prol dos clientes da Sociedade Comercial C. Santos.

Mérito em Service Leads

O prémio de mérito Mercedes-Benz Vans Portugal de 2023 atribuído ao após-venda da Sociedade Comercial C. Santos distingue as Service Leads. O desempenho da equipa em termos de orçamentação e realização de serviços nas viaturas foi de excelência e isso foi reconhecido pela marca.


Na fotografia estão, da esquerda para a direita, Paulo Sousa (gestor de clientes veículos comerciais ligeiros), Nuno Torres (gestor de clientes veículos comerciais ligeiros), Marisa Silva (coordenadora do centro de apoio ao cliente) e Diana Ferreirinha (centro de apoio ao cliente), junto a Eduardo Brito (responsável customer services – comerciais ligeiros e colisão).

Vendas de usados certificados destacada

Na área comercial, a nossa equipa foi reconhecida com o prémio de mérito Mercedes-Benz Vans Portugal de 2023 de Vendas de Usados Certificados.


Os profissionais na imagem são, da esquerda para a direita, Sílvia Lisboa (consultora de vendas usados certificados), Nuno Barbosa (consultor de vendas usados certificados), Hugo Pinto (consultor de vendas usados certificados), Débora Soares (consultora de vendas usados certificados) e Rui Reis (consultor de vendas usados certificados), junto a Jorge Fernando (responsável de vendas usados certificados).

Excelência no marketing

A Sociedade Comercial C. Santos recebeu, também, o prémio de mérito Mercedes-Benz Vans Portugal de Marketing. Esta distinção deveu-se ao trabalho de vários profissionais que estão (ou estiveram) na empresa e não apenas aos da fotografia abaixo.


Na imagem estão, da esquerda para a direita, Cristina Carlos (central de compras), Aquiles Pinto (responsável de relações públicas), Sílvia Silva (departamento de marketing), Cláudia Silva (CRM/marketing), Pedro Vieira (design e multimédia), Ana Bolina (diretora de marketing), João Palheiros (design e multimédia), Patrícia Almeida (chefe de vendas comerciais ligeiros), Ana Pinheiro (departamento de marketing) e Paula Sousa (departamento da qualidade).

14/02/2024 18:04

Novos Mercedes-Benz Sprinter e eSprinter Furgão reforçam argumentos de líder

A Mercedes-Benz Vans dotou os modelos Sprinter e eSprinter Furgão de novos argumentos. O modelo já pode ser encomendado na Sociedade Comercial C. Santos. As primeiras unidades chegam em abril.

O novo Mercedes-Benz eSprinter representa valor acrescentado para os clientes: passa a ter dois formatos e comprimentos de carroçaria, três tamanhos de bateria (mais do que triplica a autonomia) e uma elevada carga útil fazem do novo eSprinter o veículo ideal para uma vasta gama de aplicações. Dependendo das suas necessidades, o cliente pode optar por maior autonomia ou maior carga útil. O modelo Mercedes-Benz Vans 100% elétrico está disponível para encomenda em combinação bateria com capacidade útil de 56 kWh ou 113 kWh. Uma terceira variante de bateria, com 81 kWh será lançada em breve. Além disso, o novo eSprinter também estará disponível pela primeira vez como chassis cabine simples. Isto torna o eSprinter um veículo atraente para inúmeras novas indústrias, bem como para transformadores de carroçarias.

Sprinter desde 31 877 euros e eSprinter a partir de 57 107 euros

Os novos Mercedes-Benz Sprinter e eSprinter já podem ser encomendados na Sociedade Comercial C. Santos, com chegada das primeiras unidades a Portugal prevista para abril de 2024. O alinhamento de preços é o seguinte:

-Sprinter Furgão BASE a partir de 37 967 euros +IVA

-Sprinter Chassis Cabine Simples BASE a partir de 31 877 euros +IVA

-Sprinter Chassis Cabine Dupla BASE a partir de 34 996 euros +IVA

-Sprinter Tourer BASE a partir de 74 445 euros +IVA

-eSprinter Furgão BASE a partir de 57 107 euros +IVA



Autonomia superior a 400 km

O eixo traseiro elétrico do novo Mercedes-Benz eSprinter oferece aos clientes vantagens em termos de comprimento do veículo, peso bruto máximo do veículo (até 4,25 toneladas), bem como capacidades de reboque (até 2 toneladas) e volume de carga (máximo 14 m3). Assim, o novo eSprinter está disponível em dois formatos e comprimentos de carroçaria, bem como com um motor elétrico com níveis de potência de pico de 100 kW (136 cv) e 150 kW (204 cv). O novo motor síncrono de íman permanente (PSM) é caracterizado por uma eficiência particularmente elevada. A autonomia elétrica das versões com bateria de 113 kWh (os clientes podem escolher entre três dimensões diferentes de bateria para o novo eSprinter, dependendo das suas necessidades individuais em termos de autonomia e carga útil), calculada numa simulação baseada no ciclo WLTP, é de até 440 km em ciclo combinado WLTP (até 530 km em ciclo urbano). O antecessor tem uma autonomia combinado de 118 km.

À semelhança dos restantes veículos comerciais elétricos da Mercedes-Benz Vans, o novo eSprinter pode receber carregamentos em corrente contínua (DC) numa potência de até 115 kW e de corrente alterna (AC) – em wallboxes – de 11 kW (22 em breve). Em termos concretos, isto significa que a bateria com capacidade de 56 kWh é carregada de 10% a 80% em cerca de 28 minutos. A bateria com capacidade útil de 113 kWh precisa de cerca de 42 minutos para recuperar dos mesmos 10% a 80%.

Motor diesel com quatro níveis de potência

O renovado Mercedes-Benz Sprinter também está disponível com motorizações convencionais. Sob o capot, o testado e comprovado motor diesel de 2,0 litros (OM654) está disponível em quatro níveis de potência de 84 kW (114 cv), 110 kW (150 cv), 125 kW (170 cv) e 140 kW (190 cv) – dependendo do modelo selecionado e da variante de tração. A oferta das motorizações de combustão do Mercedes-Benz Sprinter inclui versões de tração traseira, dianteira e integral, com pesos brutos de até 5,5 toneladas. As variantes de tração integral são combinadas com a confortável transmissão automática 9G-TRONIC ou uma transmissão manual de seis velocidades.


Seja no estaleiro de obras, no serviço de transporte ou como base para autocaravanas: em todas as suas variações, o novo Mercedes-Benz Sprinter promete conforto dentro e fora da estrada - desde o chassis e motor até a van e tourer, com traseira -, tração dianteira ou integral e peso bruto máximo do veículo (até 5,5 toneladas). Com estas variantes, o furgão grande está equipado para utilização numa ampla variedade de segmentos e para numerosos requisitos específicos da indústria.

Mais tecnologia e segurança

Sprinter e eSprinter equipam a última geração do sistema multimédia MBUX (Mercedes Benz User Experience) com ecrã tátil de 26 cm (10,25 polegadas). Isto é caracterizado por um poder de computação ainda mais rápido e uma navegação de menu ainda melhorada. Como resultado, o eSprinter e o Sprinter oferecem uma experiência digital e interativa. Além disso, o sistema de infoentretenimento MBUX, em conjunto com uma conta Mercedes me, oferece uma vasta gama de extras digitais.


Também os sistemas de segurança e assistência dos novos Mercedes-Benz Sprinter e eSprinter estão equipados com funções adicionais, a maioria incluídas no equipamento de série. Por exemplo, o Active Brake Assist de série inclui agora a função de cruzamento e pode, portanto, também avisar sobre veículos que se cruzam verticalmente ou que se aproximam, a velocidades até 60 km/h, e sobre manobras de ultrapassagem perigosas a velocidades até 70 km/h, bem como intervir em caso de emergência a velocidades até 40 km/h e auxiliar nas curvas se uma colisão com outro veículo for iminente.

Além disso, estão disponíveis os equipamentos de segurança ativa Active Lane Keeping Assist (assistência à manutenção na faixa de rodagem), Blind Spot Assist (assistência ao ângulo cego) e ATTENTION ASSIST (aviso de sonolência), entre outros.

14/02/2024 16:11

Soc. Com. C. Santos entrega únicas unidades Mercedes-Benz G 500 V8 Stronger Than Diamonds em Portugal


Uma peça de coleção revelada ao mundo no Dia de São Valentim. A Mercedes-Benz produziu a versão especial Stronger Than Diamonds do Classe G 500 V8 limitada a apenas 300 unidades numeradas, com as únicas duas que vêm para Portugal a serem entregues pela Sociedade Comercial C. Santos. Diamantes e detalhes de cor são os destaques neste Classe G tão especial.

O Stronger Than Diamonds é uma das versões finais da atual geração do icónico Mercedes-Benz Classe G, que se prepara para receber várias atualizações este ano. A versão especial celebra, também, os 30 anos (assinalados em 2023) da introdução do motor oito cilindros em V no todo-o-terreno.


“Afirmamos sempre que todos os nossos clientes e todos os nossos automóveis são especiais. Mas claro que há sempre unidades com particularidades que as tornam diferentes. Este Mercedes-Benz Classe G 500 V8 Stronger Than Diamonds tem pormenores que o tornarão numa peça de coleção e é um embaixador distinto da marca que incorpora a beleza eterna realçada por diamantes preciosos”, indica Rui Santos da Cunha, chefe de vendas de veículos ligeiros de passageiros da Sociedade Comercial C. Santos. Carlos Henriques e Rui Lopes foram os membros da equipa comercial deste histórico representante Mercedes-Benz que operacionalizaram os processos encomenda das duas unidades “portuguesas” do Classe G Stronger Than Diamonds.


Detalhes especiais, além de performance

O G 500 V8 Stronger than Diamonds é uma edição limitada (300 unidades apenas) e numerada (o número surge na lateral do veículo). A pintura para esta edição é exclusiva (MANUFAKTUR cinzento rosewood mate e teto em preto) e apresenta detalhes muito exclusivos e alusivos ao tema desta edição especial. Um dos detalhes exteriores, além da cor, são os puxadores de portas específicos da edição com botão do manípulo com diamante em relevo.


No interior são ainda mais os detalhes que diferenciam o Stronger than Diamonds face aos demais Mercedes-Benz Classe G. Desde logo, os estofos com pesponto cor-de-rosa (inclui tapetes especiais com logo AMG), a pega no tablier para o passageiro da frente com inserção “stronger than diamonds”, especificidade também presente nas embaladeiras das portas. O detalhe mais importante são, porém, os quatro pinos interiores das portas terem incrustados diamantes reais (0,25 quilates por pino).


O ambiente de exclusividade que este Mercedes-Benz Classe G de coleção continua em outros pormenores. Um é a capa de proteção interior com design personalizado (a cor e a insígnia, replicada também no saco desta mesma capa). Outro detalhe interessante é o facto de a chave ter uma moeda de prata verdadeira com relevo de diamante.


Quanto ao motor, o Mercedes-Benz Classe G 500 V8 Stronger Than Diamonds recorre ao impressionante motor a V8 a gasolina com 4.0 l de capacidade e 421 cv (610 Nm de binário). Este propulsor birturbo é capaz de impulsionar o imponente 4x4 até do zero aos 100 km/h em apenas 5,9 segundos. A velocidade máxima está limitada eletronicamente a 210 km/h. Esta versão especial com diamantes anunciada no Dia de São Valentim tem um preço final aproximado de 288 mil euros.


Icónico desde 1979

As origens do bem-sucedido modelo Classe G remontam a 1979. Durante mais de quatro décadas, o G incorporou o luxuoso veículo todo-o-terreno da Mercedes-Benz. A aparência exterior da lenda off-road da marca mudou apenas marginalmente durante todo o período. Mesmo na extensa reformulação de 2018, que trouxe consigo o maior salto tecnológico da história do modelo, a Mercedes-Benz operou apenas “retoques” no design típico deste icónico modelo. Há uma boa razão para isso: os componentes outrora puramente funcionais tornaram-se há muito tempo elementos de estilo icónicos. Estes incluem, por exemplo, o distintivo puxador da porta e o característico som de fecho, a robusta faixa de proteção exterior, a roda sobressalente exposta na porta traseira ou os atraentes indicadores de mudança de direção dianteiros.

O modelo vai receber várias alterações em breve. Além de melhorias aos motores a combustão e outras inovações mecânicas, estreará uma aerodinâmica profundamente melhorada, exigência que decorre, também, do facto do modelo passar a contar com uma variante 100% elétrica, a grande novidade deste restyling. Mais de 400 mil unidades e 45 anos depois, a tradição Mercedes-Benz Classe G está para durar.

06/02/2024 09:49

Descontos até 15%: Loja online Soc. Com. C. Santos dinamiza campanha de São Valentim

A loja online da Sociedade Comercial C. Santos de produtos Mercedes-Benz Collection lançou uma campanha do Dia dos Namorados, com descontos até 15%.

A loja online da Sociedade Comercial C. Santos conta com uma vasta oferta de produtos do universo Mercedes-Benz e de outros parceiros comerciais da empresa, como a Petronas. Numa altura em que se aproxima o Dia dos Namorados, todo o catálogo tem um desconto de preço que pode atingir 15% sobre o PVP de tabela em vigor. Todos os produtos Mercedes-Benz Collection, acessórios e outros artigos das marcas representadas pela empresa estão com desconto de 10%. Em produtos selecionados, a baixa de preços é de 15%.


Há uma dezena de produtos com esse desconto, tanto do catálogo de homem como de senhora. A oferta de artigos com esta tipologia de desconto é variada em termos de gostos e preços, indo desde uma esferográfica Mercedes-AMG com som até relógios de senhora e de homem, passando por elegantes sacos de desporto e de viagem. Não fosse São Valentim, também há oferta de perfumes feminino e masculino.


A loja online da Sociedade Comercial C. Santos está dividida por várias tipologias de produtos, no sentido de facilitar a navegação por parte dos visitantes. Acessórios, Mercedes-AMG, Moda & Beleza, Desporto, Escritório & Casa, Infantil, Petronas e Viagens & Outdoor são as áreas disponíveis, com oferta de vários tipos e preços. São quase duas centenas de referências de produtos à escolha. De referir que esta campanha de São Valentim é exclusiva para compras realizadas na loja online (não está em vigor na loja física).

Compras seguras e entrega até cinco dias

A loja online do representante Mercedes-Benz e smart fundado em 1946 tem os mais avançados procedimentos de segurança da atualidade para comércio online. Destaque para as áreas reservadas para os utilizadores e acessos protegidos, assim como os métodos de pagamento online com toda a segurança oferecida pela plataforma global de transações Stripe.


Os pagamentos, nesta fase inicial, podem ser efetuados através de cartão de crédito e da plataforma PayPal, sendo os prazos de entrega, habitualmente, de entre três e cinco dias úteis. De referir que a loja inicia a sua atividade com cobertura nacional, mas a previsão é de, no curto prazo, alargar a sua a abrangência a todo o espaço europeu.

02/02/2024 10:27

Soc. Com. C. Santos vence Challenge Europeu Vendedores de Peças Mercedes-Benz

Na foto principal estão, da esquerda para a direita, Ricardo Oliveira (9º), Paulo Cardoso (5º), Mário Pereira (2º), Marcos Campos (1º) e Ricardo Soares, diretor do departamento de peças e lubrificantes da Sociedade Comercial C. Santos.ALT

Sociedade Comercial C. Santos tem os melhores vendedores de peças originais Mercedes-Benz Cars da Europa.

A Sociedade Comercial C. Santos concorreu ao Challenge Europeu de Vendedores de Peças 2023 da Mercedes-Benz Cars com quatro profissionais e os resultados foram excelentes. Entre largas dezenas de participantes europeus, os seus vendedores de peças originais ficaram todos no todos no top 10, conquistando os primeiro, segundo, quinto e nono lugares do ranking.

O grande vencedor do Challenge Europeu de Vendedores de Peças 2023 Mercedes-Benz Cars foi Marcos Campos (na foto abaixo), seguido por Mário Pereira. Paulo Cardoso conquistou o quinto lugar e Ricardo Oliveira foi o nono melhor vendedor de peças originais da marca de todo o continente europeu.

A Sociedade Comercial C. Santos venceu na categoria de operadores de grande dimensão (existem ainda outras duas categorias: média dimensão e pequena dimensão). O Challenge Europeu de Vendedores de Peças 2023 Mercedes-Benz Cars decorreu entre abril e novembro de 2023 e os resultados foram divulgados no fim de janeiro.

Desempenho global contribui para resultado final

Para apurar os resultados contam vários fatores individuais de cada um dos profissionais, mas também do trabalho conjunto desenvolvido por todo o departamento de peças da empresa. Além do crescimento do volume de faturação de cada um dos vendedores, também o desempenho global da Sociedade Comercial C. Santos de vendas (nomeadamente através de plataformas digitais) foi valorizado para a competição.

O desempenho final da equipa da Sociedade Comercial C. Santos no Challenge Europeu de Vendedores de Peças 2023 Mercedes-Benz Cars é consubstanciado por diversas dimensões da atividade do departamento de peças da empresa. Destaque para o aumento de 43,7% face ao ano anterior da valorização das encomendas de peças através do canal online B2B Connect, para o atingir do patamar de 50% do volume de vendas através do canal digital e para o aumento global de 16% do volume de negócios em peças Mercedes-Benz Cars (crescimento de 20% da faturação na carteira de clientes segmentada para esta competição).

“Foi com muito orgulho que recebemos a notícia de que os nossos quatro vendedores participantes no Challenge Europeu de Vendedores de Peças 2023 Mercedes-Benz Cars ficaram no top-10 da competição, sendo que três deles ficaram no top-5. Melhor ainda, a nossa equipa conseguiu a ‘dobradinha’ do primeiro e segundo lugar na prova. Uma excelente performance da nossa empresa numa competição a nível europeu”, refere o diretor de peças e lubrificantes da Sociedade Comercial C. Santos, Ricardo Soares (. “Agradecemos este resultado a toda a equipa – até porque depende de critérios de desempenho comuns, mais do que os individuais – e, claro, às oficinas independentes nossas clientes pela confiança. Tudo faremos para manter o desempenho”, acrescenta.

A Sociedade Comercial C. Santos fechou 2023 com perto de 200 milhões de euros de volume de negócios (+38% do que em 2022). O volume de vendas líquidas de peças e lubrificantes para o exterior em 2023 ascendeu a mais de 12,87 milhões de euros (+15,3%). Foi um ano recorde absoluto de vendas de peças e lubrificantes na empresa.

Na foto principal estão, da esquerda para a direita, Ricardo Oliveira (9º), Paulo Cardoso (5º), Mário Pereira (2º), Marcos Campos (1º) e Ricardo Soares, diretor do departamento de peças e lubrificantes da Sociedade Comercial C. Santos.

30/01/2024 18:55

smart #3 a chegar à Soc. Com. C. Santos


O smart #3 está prestes a chegar à Sociedade Comercial C. Santos. É o segundo lançamento desde a renovação da marca, seguindo os passos o smart #1.

O novo smart #3, totalmente elétrico, chega às estradas nacionais ainda no primeiro trimestre de 2024. O seu design representa uma interpretação ainda mais desportiva da filosofia de design criada exclusivamente pela equipa de design global da Mercedes-Benz, mantendo a conectividade de ponta como princípio orientador.
Trata-se do segundo modelo (depois do smart #1) da nova era da marca, que é agora uma joint-venture (formalmente anunciada em janeiro de 2020) entre o Mercedes-Benz Group e a Geely Holding. A gama não ficará por aqui.

O smart #3 recorre à evoluída plataforma SEA da Geely. Com um comprimento de 4400 mm e uma distância entre eixos de 2785 mm, é o maior smart de sempre. A bagageira tem 370 litros de capacidade, a que se junta um pequeno espaço de 15 litros sob o capô.

Aerodinâmica apurada

O #3 agita o segmento dos veículos elétricos premium como um SUV coupé desportivo. Com curvas atléticas e um poderoso shark nose, destaca-se como um companheiro quotidiano elegante e intemporal. O visual é completado pela grelha larga em forma de “a” e pelos faróis LED finos. As grandes jantes de 19 polegadas complementam o visual desportivo e, na linha BRABUS, o #3 ostenta ainda jantes de 20 polegadas. O teto panorâmico em forma de halo no habitáculo do automóvel, cria uma atmosfera acolhedora - uma oportunidade perfeita para desfrutar ainda mais as paisagens.
O exterior desportivo reflete-se no desempenho do #3: a potência máxima varia entre 200 kW (272 cv) nas quatro linhas com tração traseira e 315 kW (428 cv) no BRABUS com tração integral, estabelecendo uma referência no segmento de mercado. A aceleração varia de 5,8 segundos para 3,7 segundos.

A velocidade máxima (limitada eletronicamente) é a mesma do smart #1: 180 km/h. O smart #3 oferece, porém, mais autonomia e tempo mais curto de aceleração do que o modelo “irmão” e isso deve-se, sobretudo, à aerodinâmica e à altura.
As autonomias deste SUV coupé atingem entre 415 e 455 km. O modelo recorre à mesma bateria NCM (níquel, cobalto e manganês) de 66 kWh de capacidade. O sistema de suspensão otimizado e a carroçaria aerodinâmica proporcionam uma experiência de condução dinâmica.

A smart mantém o seu compromisso com a conveniência de carregamento. Equipado com tecnologia de carregamento em corrente contínua (DC) com desempenho até 150 kW/h, o smart #3 recupera de 10 a 80% em menos de 30 minutos em carregadores rápidos. Numa wallbox de corrente alternada (AC) de 22 kW esse carregamento demora menos de três horas.

A partir de 43 493 euros

O smart #3 é proposto nas linhas Pro+ (435 km de autonomia), Premium (455 km de autonomia), 25th Anniversary Edition (455 km de autonomia) e BRABUS (415 km de autonomia). Os preços da linha Pro+ começa nos 43 493 euros (com IVA) e as linhas Premium e 25th Aniversary Edition nos 46 993 euros (com IVA). Por fim, o smart #3 BRABUS custa 50 993 euros.

Em breve, chegarão ao mercado versões Pro de smart #1 e #3. Têm baterias LFP (fosfato de ferro-lítio) de 49 kWh (66 kWh nas restantes versões) e oferecem autonomia de 310 km no #1 e de 325 km no #3. O carregamento em AC é de 7,4 kW (cerca de 5,5 horas para recarregar de 10% a 80%) e em DC recarrega a 130 kW (menos de 10 a 80% em menos de 30 minutos). Os preços arrancarão nos 37 495 euros no smart #1 e nos 38 495 euros no smart #3.
O smart #1 e o smart #3 podem ser observados de perto nas instalações da Sociedade Comercial C. Santos junto ao Aeroporto do Porto.

24/01/2024 18:53

DYNAMIC SELECT: saiba como usar os modos de condução para retirar o melhor partido do seu Mercedes-Benz

Os Mercedes-Benz atuais estão equipados com DYNAMIC SELECT. Este oferece diferentes modos de condução para se tirar o melhor partido do carro.

O DYNAMIC SELECT da Mercedes-Benz oferece diferentes programas de condução com opções de configuração. Os vários modos ajustam as características do motor, transmissão, direção, função ECO start/stop, climatização ou, dependendo do equipamento e modelo, também da suspensão (com amortecimento ajustável).

O DYNAMIC SELECT altera o comportamento de condução com o premir de um botão. Opte por uma condução mais dinâmica no modo Sport, mais descontraída no programa Comfort ou substancialmente mais económica e com menor impacto ambiental no modo ECO. Saiba qual a escolha importante para si no momento. Os modos variam consoante se trate de um Mercedes-Benz a combustão e elétrico ou plug-in. Também os Mercedes-AMG e os modelos SUV com tração integral têm diferenças. O objetivo comum é que o utilizador tire o melhor partido possível do automóvel.

Modelos a combustão e elétricos

O Dynamic Select tem vários modos de condução. Os mais abrangentes estão nos modelos Mercedes-Benz a combustão e 100% elétricos.

Modo Eco: O modo Eco ajuda a reduzir emissões de CO2 e outros poluentes. Nesta configuração, a potência do motor e resposta do acelerador são limitadas e outros equipamentos também são ajustados para um melhor desempenho energético. Por exemplo, funções como o aquecimento dos bancos ou o ar condicionado funcionam com potência reduzida e, portanto, também economizam energia.

Este modo é o ideal para viagens longas e no trânsito urbano e suburbano.


Modo Comfort: Neste modo, o veículo circula de forma equilibrada e otimizada em termos de consumo. Oferece uma experiência de condução suave e descontraída com direção mais leve, suspensão mais macia e mudanças de velocidade mais suaves. O modo Comfort é a configuração padrão (surge de cada vez que se liga o motor) e é ideal para quando se prefere uma condução confortável em detrimento de performance (deslocações diárias e viagens mais longas).

Modo Sport: Este modo oferece melhor resposta do acelerador, direção mais pesada, passagens de caixa mais rápidas e suspensão mais firme, para uma experiência de condução mais responsiva. As trocas de marcha são mais rápidas e a direção mais pesada, proporcionando mais feedback ao condutor.

O modo Sport é perfeito para utilizadores que gostam de uma experiência de condução animada em estradas sinuosas. Também pode ser útil para fazer ultrapassagens rápidas em estradas nacionais.

Modo Individual: Com este programa, o condutor pode pré-selecionar os respetivos parâmetros de forma totalmente independente. Por exemplo, pode definir a direção para um ambiente desportivo, mas ao mesmo tempo, deixar a suspensão confortável.

Todos temos preferências e no que se refere à condução a individualização ainda é mais frequente. O modo Individual dá resposta a isso.

Modelos híbridos plug-in

Nos Mercedes-Benz híbridos plug-in, o Dynamic Select tem modos específicos para esta tipologia de viatura.

Modo Híbrido: O modo Híbrido oferece condução confortável e económica com equilíbrio entre tração e estabilidade. Recomendado para todas as condições de estrada, este modo possui pleno desenvolvimento de todas as funções híbridas inteligentes.

Modo Electric: Este modo permite condução puramente elétrica em velocidades de até 140 km/h. O condutor pode ativar o motor de combustão via kickdown no acelerador (como se designa a aceleração a fundo nos modelos de caixa automática). O condutor pode, neste modo, usar as patilhas de mudança no volante para definir o nível de recuperação.

O modo Electric deve ser utilizado em condução urbana (nas cidades com zonas zero emissões é, mesmo, obrigatório).


Modo Battery Hold: Esta configuração mantém a carga da bateria de alta tensão o mais alta possível. Em viagens na autoestrada, a utilização da bateria de alta tensão pode ser redundante (trabalham os dois motores sem necessidade) e fazer falta quando o veículo entra em zonas urbanas, onde a condução em modo elétrico total ou parcial faz mais sentido. O automóvel faz essa gestão de forma automática, mas este modo permite que o utilizador “force” essa poupança de autonomia elétrica.

Modelos a combustão e elétricos SUV 4MATIC

O Dynamic Select dos SUV Mercedes-Benz (combustão ou elétricos) com tração integral 4MATIC juntam aos modos ECO, Comfort, Sport e Individual outros programas específicos, com o Off-Road e o Off-Road Plus (este num pack opcional).

Modo Off-Road: Este modo é particularmente adequado para estradas de terra, gravilha, areia e de neve. Aumenta a altura do veículo para melhorar a distância ao solo e a potência é distribuída pelas rodas com maior tração. Em suma, o modo Off-Road ajuda o condutor a manter o carro em movimento em condições de piso escorregadio (lama, por exemplo).


Modo Off-Road+: Disponível em modelos com pack Off-Road Engineering, o modo Off-Road+ destina-se a condução todo-o-terreno extremo a baixa velocidade, mantém o veículo nas marchas de caixa inferiores mais baixas. Bloqueia o diferencial para fornecer distribuição permanente de tração 50/50 nos eixos dianteiro e traseiro. Este modo é ideal para terrenos difíceis com inclinações rochosas ou de elevado declive.

Modelos Mercedes-AMG

Os modelos Mercedes-AMG têm algumas particularidades no Dynamic Select. Desde logo, não têm modo Eco. Por outro lado, têm em comum com os modelos Mercedes-Benz os modos Comfort, Sport e Individual, mas acrescentam programas como o Sport+, o Slippery e, nas versões Mercedes-AMG S, o Race. A Mercedes-AMG recomenda o modo Comfort no trânsito do urbano do dia a dia.

Modo Slippery: O programa da transmissão Slippery está otimizado para condições de estrada de baixa aderência ou escorregadia, com uma potência reduzida e uma curva plana de binário. A resposta do acelerador é reduzida e as passagens de caixa são suaves e faixas de regime mais baixas. Também os limites de controlo de estabilidade (ESP) são adaptados a estradas com gelo e neve.

Modo Sport+: O modo Sport+ é uma versão ainda mais agressiva do modo Sport. A resposta do acelerador é ainda mais nítida, as passagens de caixa mais rápidas e o som de escape é forte. A suspensão (se a suspensão AMG RIDE CONTROL for selecionada) e a transmissão são ajustadas de forma ainda mais dinâmica e a direção é mais pesada do que no modo Sport, tornando este modo ideal para condução em pista ou em estradas sinuosas.

Modo Race: As variantes S dos modelos Mercedes-AMG têm modo de condução Race. Fornece a resposta mais rápida e intensa do acelerador, as mudanças de marcha são ainda mais velozes e o comportamento é mais responsivo do que em qualquer das outras configurações: todos os parâmetros relevantes para a dinâmica de condução são configurados para máxima desportividade. No modo de condução Race, o modo Drift também pode ser ativado usando as patilhas de mudança no volante.

O modo RACE oferece características de condução adequadas para a pista e é desaconselhada a utilização em vias públicas.


Ajustar os modos é importante

Escolher o modo de condução ideal para o seu Mercedes-Benz é uma excelente forma de melhorar a sua experiência de condução e obter o desempenho ideal. Os diferentes modos oferecem várias configurações para atender a diferentes estilos e condições de condução. Ao compreender os diferentes modos de condução e selecionar o modo adequado às suas necessidades, poderá aproveitar todo o potencial do carro.

Ao escolher o modo de condução, deve considerar as condições de condução e o seu estilo de condução. Se em estradas sinuosas os modos mais desportivos podem fazer sentido, na condução em cidade e autoestradas os modos Comfort ou Eco são os mais apropriados para uma experiência de condução mais suave e eficiente em termos ambientais.

15/01/2024 15:11

Mercedes-Benz mostra G Turn em avenida de Las Vegas

A presença da Mercedes-Benz na maior feira de tecnologia do mundo, a Consumer Eletronic Show (CES) 2024, que decorreu de 9 a 12 de janeiro em Las Vegas, não se ficou pelo Centro de Convenções. A marca levou, também, à principal avenida daquela cidade norte-americana uma demonstração do processo de rotação total sobre o próprio eixo, “batizado” de G Turn.

A Mercedes-Benz apresentou na CES 2024 vários desenvolvimentos que definem a sua visão para a experiência do utilizador hiperpersonalizada do futuro – no automóvel e fora deste. Além do novo e integrado MBUX Virtual Assistant e do MBUX SOUND DRIVE (assim como a estreia na América do Norte do Concept CLA), a presença foi até às ruas de Las Vegas. E não foi uma artéria qualquer da cidade, mas antes a famosa Las Vegas Strip, troço de 6,7 km da Las Vegas Boulevard, onde se localizam a maioria dos famosos hotéis e casinos da cidade do Estado do Nevada.

Foi aí que a Mercedes-Benz efetuou uma demonstração com quatro unidades do concept do novo Classe G elétrico, que tem uma inovadora funcionalidade de rotação total sobre o próprio eixo, “batizada” de G Turn pelo construtor.

Esta função “G-Turn” permite veículo SUV girar 720 graus (ou seja, duas vezes 360 graus: duas rotações totais) sem sair do lugar. Essa função é facilitada pelos quatro motores elétricos e é acionada através de um botão no painel, semelhante aos bloqueios dos diferenciais, em conjunto com as palhetas no volante.

As duas rodas do lado esquerdo viram numa direção e as duas do lado direito na direção oposta. Este recurso pode ter utilidade em utilização todo-o-terreno, quando há exigências de curvas de 90 graus, dado que permite ao veículo girar sobre si próprio sem necessidade de espaço adicional (o diâmetro de viragem é igual ao comprimento da viatura), por ter uma lógica de movimento semelhante à dos tanques militares.

A Mercedes-Benz avisa que essa função é especificamente destinada para uso fora de estrada e não se destina a vias públicas. A tecnologia deve funcionar em pisos de terra ou de areia/gravilha e não no asfalto. Aliás, a manobra de demonstração na Las Vegas Strip, que foi realizada por profissionais e a via fechada com o apoio da polícia local, obrigou a uma preparação especial da estrada (por exemplo, foi molhada).

O melhor mesmo é ver o vídeo:


Icónico desde 1979

As origens do bem-sucedido modelo Classe G remontam a 1979. Durante mais de quatro décadas, o G incorporou o luxuoso veículo todo-o-terreno da Mercedes-Benz. A aparência exterior da lenda off-road da marca mudou apenas marginalmente durante todo o período. Mesmo na extensa reformulação de 2018, que trouxe consigo o maior salto tecnológico da história do modelo, a Mercedes-Benz operou apenas “retoques” no design típico deste icónico modelo. Há uma boa razão para isso: os componentes outrora puramente funcionais tornaram-se há muito tempo elementos de estilo icónicos. Estes incluem, por exemplo, o distintivo puxador da porta e o característico som de fecho, a robusta faixa de proteção exterior, a roda sobressalente exposta na porta traseira ou os atraentes indicadores de mudança de direção dianteiros.


O modelo vai receber várias alterações em breve. Além de melhorias aos motores a combustão e outras inovações mecânicas, estreará uma aerodinâmica profundamente melhorada, exigência que decorre, também, do facto do modelo passar a contar com uma variante 100% elétrica, a grande novidade deste restyling. Mais de 400 mil unidades e 45 anos depois, a tradição Mercedes-Benz Classe G está para durar.

12/01/2024 09:55

Mercedes-Benz Citan Tourer e Classe T recebem versões longas

Os Mercedes-Benz Citan Tourer e Classe T já podem ser configurados na Sociedade Comercial C. Santos nas versões longas. Face às variantes de comprimento normal, têm distância entre eixos mais longa, podendo ter até sete lugares.


Os modelos Classe T Longo e Citan Tourer Longo equipam motor 1.3 a gasolina com 131 cv (Citan 113 e Classe T180). A caixa proposta de série é manual de seis velocidades, mas podem ser encomendados com automática de sete velocidades.


As duas versões Longo são mais compridas (+424 mm, para 4922 mm) e têm uma maior distância entre eixos (+384 mm, para 3100 mm) do que as variantes standard, com reflexo na habitabilidade a bordo e no espaço da bagageira, que cresce, na versão de cinco lugares, para 828 litros de capacidade (+120 mm). Os dois modelos equipam de série três bancos individuais na segunda fila de bancos (no Citan Tourer Longo está disponível banco único de três lugares como opcional).

Mais espaço e acesso melhorado com sete lugares em opção

Em opção, os clientes podem equipar mais dois bancos individuais na terceira fila, aumentando a lotação para sete lugares. Para melhorar a acessibilidade, ambas as versões contam com porta traseira deslizante com 828 mm (+120 mm do que na versão standard). O Mercedes-Benz Classe T180 Longo é proposto a partir de 31 814 euros (IVA incluído) e o Mercedes-Benz Citan Tourer 113 Longo a partir de 33 832 euros (mais IVA).  Em ambos os modelos, a opção pela caixa automática tem um preço de 2861 euros (IVA incluído) e o opcional terceira fila de bancos custa 787 euros (IVA incluído).


Uma nota importante para a classificação nas portagens. Ambos os modelos cumprem os requisitos para pagarem Classe 1, desde que utilizem dispositivo de pagamento automático.

11/01/2024 13:20

Soc. Com. C. Santos assinala 78 anos com objetivo de sempre: ser referência

A Sociedade Comercial C. Santos assinalou, a 11 de janeiro, o 78º aniversário. O mundo mudou muito desde 1946, mas o objetivo da empresa manteve-se: oferecer os melhores produtos, serviços e atendimento ao cliente possíveis.

O histórico concessionário Mercedes-Benz e smart publicou nas redes sociais um vídeo que, em pouco mais de três minutos, dá a conhecer a empresa, assim como a sua postura em relação ao mercado: ter os melhores produtos e serviços, com um atendimento ao cliente focado no mais importante – as pessoas. A Sociedade Comercial C. Santos é, aos 78 anos, uma empresa que se orgulha no passado, mas que pretende construir, junto de clientes e parceiros, um futuro melhor. O objetivo é ser uma referência no setor automóvel em Portugal e garantir soluções de mobilidade ao mercado.


Colaboradores fulcrais para o sucesso

A história da Sociedade Comercial C. Santos tem sido pautada pelo sucesso. Trata-se de um dos maiores e mais históricos concessionários Mercedes-Benz e smart em Portugal, com um percurso longo e bem-sucedido, fruto de estar acompanhados por uma marca sempre na vanguarda do desenvolvimento e do serviço ao cliente, assim como do trabalho desenvolvido desde 1946 pelas equipas de profissionais.

Atualmente com cerca de 350 colaboradores, a Sociedade Comercial C. Santos tem, com efeito, na união da sua equipa a sua principal força. A empresa sempre que encarou desafios, os seus profissionais uniram-se e procuraram oportunidades.


A Sociedade Comercial C. Santos fechou 2023 com cerca de 3700 veículos novos e usados vendidos (+37% do que as 2700 do anterior) e perto de 200 milhões de euros de volume de negócios (+38% do que em 2022). A postura da administração e dos profissionais da empresa tem levado pelo caminho do crescimento. Este espírito irá permitir manter essa tendência.


Soc. Com. C. Santos em números

• 78 anos de história

• 350 colaboradores

• 200 milhões de euros de volume de negócios/ano

• 3700 viaturas (novas e usadas) vendidas/ano

• +100 viaturas alugadas/dia (Rent a Star)

• +140 viaturas/dia nas oficinas

• +100 mil peças em stock (maior armazém de peças originais Mercedes-Benz em Portugal)



Algumas datas marcantes da Soc. Com. C. Santos

  • 1946 – A Sociedade Comercial C. Santos inicia, a 11 de janeiro, sua história, no mesmo ano em que a Mercedes-Benz começa a ser representada em Portugal (apenas com veículos ligeiros de passageiros). Com sede social na rua de Santa Catarina, a Sociedade Comercial C. Santos tinha entre os sócios iniciais a C. Santos Limitada, detentora da representação Mercedes-Benz. Posteriormente, a Sociedade Comercial C. Santos passou a fazer parte da holding Eminco, que integraria empresas das áreas de comercialização de viaturas (Mercedes-Benz), aluguer de viaturas (Avis Rent-A-Car) e venda de peças e lubrificantes (Castrol). Em 1986 viria a ser adquirida a totalidade do capital social à Eminco.
  • 1958 – Inauguração das oficinas principais na Via Rápida (antes, e durante quatro anos, as oficinas situaram-se na rua de Santos Pousada), onde se mantiveram até 1984.
  • 1982 – São inauguradas as instalações da Maia, local onde a Sociedade Comercial C. Santos permanece até hoje, ocupando, atualmente, uma área de cerca de 60 mil m2.


  • 1988 – A sede social da Sociedade Comercial C. Santos é transferida de Santa Catarina para a Maia. Era, de resto, nas imediações do Aeroporto que já há dois anos se concentravam os escritórios centrais, a área de vendas de automóveis, comerciais ligeiros e pesados, o departamento de peças e a assistência técnica a viaturas turismo, comerciais ligeiros e pesados.
  • 1990 – Inauguração do salão de exposição na Avenida da Boavista. Com projeto da autoria do arquiteto Pádua Ramos, este stand emblemático da cidade do Porto apresenta-se como um cartão de visita da empresa.
  • 2000 – Inauguração do salão de exposição de Felgueiras.
  • 2002 – As instalações da Maia são ampliadas com a inauguração do salão de exposição de comerciais e a nova oficina de comerciais pesados.
  • 2003 – Início de funcionamento como oficina autorizada da Evobus.
  • 2007 – A empresa é alvo de um processo de cisão-fusão, passando a integrar instalações na Maia, Boavista e Felgueiras.
  • 2009 – A Sociedade Comercial C. Santos reinicia o negócio smart (vendas, assistência e peças nas instalações da Maia e Boavista).
  • 2010 – A empresa alarga a sua área de atuação ao negócio de rent-a-car, disponibilizando uma frota exclusiva Mercedes-Benz e smart.
  • 2013 – Ano de forte crescimento de atividade, mas também de início de um processo de renovação e aumento de instalações (passando para os atuais mais de 62 mil m2 de área).
  • 2016 – É criado o cartão Sociedade Comercial C. Santos, um cartão de crédito com vantagens nos serviços disponíveis na empresa.
  • 2017 – A SCCStar, Rent a Star, passa a ser uma empresa autónoma de aluguer de viaturas.
  • 2018 – Arranque da construção do novo stand de exposição, com conclusão prevista 2022.
  • 2019 – A empresa altera, em fevereiro, a sua natureza jurídica de sociedade por quotas (Lda.) para sociedade anónima (SA), passando a designar-se Sociedade Comercial C. Santos, SA.
  • 2022 – Abertura, no fim de novembro, das novas instalações na Maia-Aeroporto. Com uma área total de 6000 m2, triplicam, para cerca de 2000 m2 a área de exposição de viaturas novas

10/01/2024 17:49

CES: Mercedes-Benz leva experiência do utilizador para outro patamar

A Mercedes-Benz levou à mais conhecida feira de tecnologia do mundo, a Consumer Eletronic Show (CES) 2024, que decorreu de 9 as 12 de janeiro em Las Vegas, a experiência do utilizador para outro patamar. Por um lado, está a mostrar um Assistente Virtual do MBUX com inteligência artificial.

Na CES 2024, a Mercedes-Benz apresenta uma série de desenvolvimentos que definem a sua visão para a experiência do utilizador hiperpersonalizada do futuro – no automóvel e fora deste. A atração principal é o novo e integrado MBUX Virtual Assistant. Utiliza software avançado e inteligência artificial generativa para criar uma relação ainda mais natural e intuitiva com o veículo, com suporte proativo que facilita a vida. Este desenvolvimento revolucionário leva o assistente de voz “Olá Mercedes” a uma dimensão visual totalmente nova, feita com os gráficos de motor de jogo de alta resolução do Unity. A tecnologia funciona no sistema operativo Mercedes-Benz (MB.OS) desenvolvido internamente pela marca, e será lançada nos veículos da futura plataforma MMA (Mercedes Modular Architecture). O Concept CLA, que assinala a sua estreia na América do Norte na CES 2024.


O MBUX Virtual Assistant é a interface mais humana com um Mercedes-Benz até agora. Combinando os sistemas inteligentes do MBUX numa única entidade, apresenta uma nova cara ao utilizador, com interação natural e empática. Na base do Assistente Virtual MBUX estão quatro “traços de personalidade” – Natural, Preditivo, Pessoal e Empático – combinados para criar um todo completo. Natural é sempre o princípio subjacente, oferecendo interação perfeita que aproveita o melhor das interfaces gráficas e de voz. O cliente pode optar por falar com o assistente utilizando ou não a palavra-chave “Olá Mercedes”. O discurso recorre a modelos de linguagem de machine learning (LLM) para um diálogo natural em resposta a consultas e comandos. O efeito é mais parecido com uma conversa com um amigo. O assistente responde perguntas com base em conhecimentos gerais e também pode fazer perguntas inteligentes para esclarecer intenções e tirar conclusões. Por ser preditivo, o assistente também pode oferecer sugestões e rotinas proativas com base no contexto situacional, no comportamento aprendido e no uso de IA generativa. Ao mesmo tempo, uma voz neural mais emocional, que pode expressar diferentes estilos de fala, gera uma sensação de empatia. E para garantir que é sempre um assistente muito pessoal, o condutor pode adaptá-lo às suas preferências específicas através de uma gama de opções num hub central.

E se a música reagisse à condução?

A Mercedes-AMG anunciou na CES 2024 o lançamento do MBUX SOUND DRIVE, numa parceria com o artista will.i.am. A tecnologia utiliza software que permite que a música reaja à forma como o automóvel é conduzido. Isto transforma o automóvel num instrumento musical virtual. Utilizando um conjunto de sensores e software, o MBUX SOUND DRIVE interpreta as diversas dinâmicas de condução – tais como recuperação, aceleração, direção e travagem– e converte-as em expressões musicais, permitindo ao condutor “compor” em tempo real.


A criação do MBUX SOUND DRIVE é mais um passo numa longa e bem-sucedida parceria entre a Mercedes‑AMG e o premiado rapper will.i.am. A tecnologia liga o hardware do automóvel ao software de música através de “sinais no carro” precisos que permitem que a música reaja às características de condução em tempo real. Esses parâmetros pré-determinados vão desde aceleração e travagem até recuperação de energia e ângulo de direção. A tecnologia também é capaz de sincronizar com outros “sinais” do carro. Um exemplo poderiam ser os sensores de chuva no pára-brisas, que fornecem ritmos calmantes durante condições climatéricas adversas para reduzir o stress e aumentar a concentração.


O lançamento do MBUX SOUND DRIVE começa em meados de 2024 e estará disponível em modelos Mercedes-AMG e Mercedes-Benz equipados com o sistema MBUX de segunda geração. Os clientes atuais da marca podem aceder à atualização de software MBUX através de uma atualização OTA (over-the-air), utilizando o assistente de atualização no ecrã do MBUX ou na app Mercedes me, após receberem uma notificação de que está disponível na sua região.

10/01/2024 16:26

Mercedes-Benz pioneira nas luzes para sinalizar condução autónoma nos EUA

A Mercedes-Benz recebeu a primeira aprovação do mundo para a utilização de iluminação exterior especial em veículos com condução automatizada. Esta autorização foi dada nos Estados Unidos, pelas autoridades da Califórnia e do Nevada. As luzes tornam o estado do sistema de condução automatizada claramente visível do exterior.

A Mercedes-Benz tornou-se o primeiro fabricante automóvel do mundo a receber autorização para implementar luzes de marcação especiais em veículos equipados com condução automatizada nos estados da Califórnia e do Nevada. A autorização para ensaiar veículos na Califórnia está inicialmente limitada a dois anos. A autorização do Nevada aplica-se aos veículos de produção em série da Mercedes-Benz de 2026 e permanecerá válida até que sejam introduzidas alterações legislativas.


Ambas as autorizações permitem à Mercedes-Benz obter informações importantes sobre a interação entre veículos automatizados e outros utentes da estrada. A inclusão de luzes de marcação está preparada para aumentar substancialmente a aceitação pública da condução automatizada e contribuir para a segurança rodoviária, uma vez que as luzes tornam o estado do sistema de condução automatizada claramente visível do exterior. Isto também permite que os agentes da autoridade rodoviária e da polícia identifiquem o estado do sistema e determinem se os condutores estão autorizados a realizar atividades secundárias durante a viagem condicionalmente automatizada. Concebidas de acordo com as práticas recomendadas pela norma SAE J3134, as luzes de marcação em azul-turquesa para a condução automatizada na Califórnia estão integradas nos faróis dianteiros e nos farolins traseiros, bem como nos dois espelhos retrovisores exteriores dos veículos de teste da Mercedes-Benz.

Primeiro caso de utilização: DRIVE PILOT

As luzes de marcação de condução automatizada serão inicialmente integradas em veículos de teste na Califórnia equipados com o DRIVE PILOT, que é o primeiro sistema SAE Nível 3 do mundo para condução condicionalmente automatizada com aprovação válida internacionalmente. O DRIVE PILOT recebeu a certificação em 2021, na Alemanha, e em 2023, nos Estados Unidos (Nevada e da Califórnia), onde cada estado exige uma certificação separada. Na Alemanha, o DRIVE PILOT já está disponível para encomenda desde 2022, enquanto nos Estados Unidos os primeiros veículos produzidos em série estrearam-se recentemente nas autoestradas da Califórnia e do Nevada.

Cor mais facilmente detetável

A cor azul-turquesa satisfaz dois critérios essenciais que contribuíram para a seleção. Primeiro, permite uma deteção fiável e rápida por outros utilizadores da via. E, segundo, diferencia-se da iluminação dos veículos e dos sinais de trânsito existentes, como os semáforos ou a iluminação de emergência. Consequentemente, a possibilidade de confusão com as cores de iluminação já existentes pode ser significativamente reduzida.


Além disso, de acordo com os resultados de numerosos estudos de teste, o azul-turquesa é a cor ideal para a condução automatizada. Tanto os fatores fisiológicos como os psicológicos atestam valores mais elevados na cor azul-turquesa em quase todas as áreas do que no caso de outras cores. O azul-turquesa é também descrito na prática recomendada pela norma SAE J3134 “ADS Luzes de Marcação” para ser utilizada para indicar a ativação de um sistema de condução automatizado. O desenvolvimento e a aprovação do novo conceito de iluminação envolveram esforços de colaboração de uma equipa interdisciplinar, incluindo engenheiros, gestores de conformidade, especialistas em proteção de dados e especialistas em ética.


Harmonização para mais segurança

A Mercedes-Benz está empenhada em padronizar a cor azul-turquesa como forma de indicar o estado de condução automatizada, promovendo a compreensão e aceitação global desta tecnologia. Até agora, não existe legislação geral nos Estados Unidos, na China ou na UN-ECE (Comissão Económica das Nações Unidas para a Europa) para a utilização de luzes azul-turquesa em veículos de produção. A Califórnia e o Nevada deram o primeiro passo importante com as autorizações agora concedidas.


A Mercedes-Benz defende que uma futura regulamentação harmonizada a nível mundial para as luzes de marcação azul-turquesa para a condução automatizada constituirá a base para uma maior segurança de todos os utentes da estrada e para impulsionar mais inovações técnicas.

10/01/2024 15:48

Mercedes-AMG SL mais potente de sempre tem 816 cv e é híbrido plug-in

O Mercedes-AMG SL mais potente de sempre já foi dado a conhecer. O novo SL 63 S E PERFORMANCE tem cadeia cinemática híbrida plug-in com tecnologia oriunda da Fórmula 1 com potência e binário totais combinados de 816 cv e de 1420 Nm, respetivamente.

O Mercedes-AMG complementa a série SL com uma versão ainda mais especial de um modelo icónico desde sempre. No Mercedes-AMG SL 63 S E PERFORMANCE, o motor V8 biturbo de 4,0 litros e o motor elétrico AMG produzem em conjunto uma potência total de 816 cv e um binário máximo de até 1420 Nm. Estas medições fazem do modelo, o SL mais potente de sempre. Com esta versão híbrida, o SL representa a quinta série de modelos com a tecnologia híbrida E PERFORMANCE específica da AMG.


A resposta imediata do motor elétrico, a rápida disponibilização de binário e a entrega linear de potência permitem uma experiência de condução impressionante. A aceleração dos 0 aos 100 km/h em 2,9 segundos e a velocidade máxima de 317 km/h realçam o design imponente do modelo. Sistemas como a suspensão AMG ACTIVE RIDE CONTROL com controlo ativo de estabilidade da carroçaria e o eixo traseiro direcional asseguram uma combinação equilibrada entre conforto e dinâmica de condução.

Energia suplementar para desempenho impressionante

No Mercedes-AMG SL 63 S E PERFORMANCE, o motor AMG V8 de 4,0 litros biturbo de 585 cv (que equipa o SL 63) no eixo dianteiro é combinado com um motor elétrico no eixo traseiro de 150 kW (204 cv). O desenvolvimento da bateria de iões de lítio (instalada na secção traseira acima do eixo traseiro) foi inspirado pelas tecnologias comprovadas nos monolugares híbridos de Fórmula 1 da equipa Mercedes-AMG Petronas F1. A bateria de elevado desempenho fornece uma capacidade de armazenamento de energia de 6,1 kWh, com uma potência contínua de 70 kW que pode chegar aos já referidos 150 kW por um período limitado. O carregamento processa-se através do carregador de bordo de 3,7 kW com corrente alternada num posto de carregamento, wallbox ou através de uma tomada elétrica doméstica. Os 13 km de autonomia em modo totalmente elétrico permitem uma utilização prática, no entanto, a bateria foi projetada para fornecer energia rapidamente e não para a máxima autonomia possível.


Com efeito, o motor elétrico fornece uma potência suplementar aquando do início da marcha, durante a aceleração ou em situações de ultrapassagem. Se o deslizamento do eixo traseiro aumentar, a força de tração do motor elétrico também é transferida às rodas dianteiras conforme necessário. Isto é possível com a ligação mecânica do sistema de tração integral totalmente variável AMG Performance 4MATIC+, através do veio de transmissão e dos semieixos das rodas dianteiras. A instalação no eixo traseiro melhora a distribuição do peso pelos eixos do veículo e cria a base para um comportamento convincente.

Em ciclo combinado, o consumo de combustível é de 7,7 l/100 km, o consumo de energia elétrica é de 11,5 kWh/100 km e as emissões de CO2 em ciclo de 175 g/km.

Alterações de design revelam cadeia cinemática

A característica de identificação exclusiva do novo modelo topo de gama da série SL é a secção traseira. Aqui a novidade é a tampa da tomada de carregamento e a designação do modelo realçada a vermelho. No exterior, as ponteiras do sistema de escape integram revestimentos trapezoidais duplos. A insígnia “E PERFORMANCE” no guarda-lamas indica que o modelo está equipado com a cadeia cinemática exclusiva. De série, o híbrido está equipado com jantes em liga leve AMG multirraios de 20 polegadas. São aerodinamicamente otimizadas, pintadas de preto mate com acabamento brilhante. O modelo está equipado com pneus 265/40 R 20 e jantes 9,5 J x 20 no eixo dianteiro e pneus 295/35 R 20 e jantes 11 J x 20. Tal como em todas as séries de modelos, estão disponíveis várias cores de pintura e também equipamentos específicos para a versão híbrida.


A aerodinâmica ativa também foi aperfeiçoada. Está adaptada à cadeia cinemática eletrificada. O perfil aerodinâmico ativo que se encontra ocultado na secção inferior da carroçaria em frente ao motor contribui para um comportamento equilibrado. É um equipamento de série na versão topo de gama do SL. Este perfil de carbono é um desenvolvimento exclusivo da AMG e está protegido por patentes. Reage à seleção dos programas de condução AMG e baixa automaticamente cerca de 40 milímetros a uma velocidade de 80 km/h. Isto cria o designado efeito Venturi, que suga o veículo para a estrada e reduz a força aerodinâmica ascendente no eixo dianteiro.

Outro componente ativo é o spoiler traseiro extensível, perfeitamente integrado na tampa da bagageira. A sua posição varia em função das condições de condução. A equipa de aerodinâmica da AMG adaptou o software de controlo para o SL 63 S E PERFORMANCE para um maior desempenho e modificou vários parâmetros. Nos parâmetros de cálculo incluíram a velocidade, as acelerações longitudinal e lateral, e ainda a velocidade de manobra da direção. A partir dos 80 km/h, o spoiler assume cinco posições angulares diferentes que, em função dos requisitos, melhoram a estabilidade do veículo ou reduzem a resistência ao ar.


No interior estão vários displays e funções específicas da AMG e da versão híbrida. Itens de menu exclusivos como “AMG Performance” destacam o carácter desportivo. A tecnologia híbrida também pode ser sentida visualmente: os gráficos de elevada qualidade revelam o fluxo de potência da cadeia cinemática. A velocidade, a potência, o binário e a temperatura do motor elétrico também podem ser visualizados.

Quer ficar a par de todas as nossas novidades?

Esteja por dentro de todas as nossas mais recentes novidades.

Marcação de test-drive
Marcação de Serviço
Assistência 24h
Pedido de orçamento
Peças & Acessórios
Pedido de informações