Preloading Soc. Com. C. Santos
Loading...

Notícias

Soc. Com. C. Santos recebeu IWC Watchmaking Classes AMG-Mercedes

15/09/2021 18:52

O espaço da Sociedade Comercial C. Santos na Boavista foi palco da IWC Watchmaking Classes AMG-Mercedes. A IWC Schaffhausen e a Mercedes-AMG têm uma colaboração de longa data e com esta ação os convidados tiveram oportunidade de ter uma aula de produção de um relógio da marca de luxo suíça e de conduzir unidades do exclusivo construtor automóvel.

A Mercedes-AMG e IWC Schaffhausen partilham a paixão por design e performance, assim como o compromisso com a engenharia de excelência até ao mínimo detalhe. A cooperação entre a relojoeira de luxo suíça e a fabricante de automóveis alemã remonta a 2004, tendo o mais recente fruto desta parceria sido o lançamento, em maio, do relógio Pilot’s Watch Chronograph Edition AMG. O primeiro relógio IWC Pilot’s Watch Chronograph em titânio é impulsionado pelo movimento do calibre 69385, fabricado pela IWC, e tem um mostrador de fibra de carbono.

O evento da IWC Schaffhausen e da Mercedes-AMG passou apenas por algumas concessões da marca automóvel em Portugal, tendo o showroom da Sociedade Comercial na Boavista integrado, na terça-feira (14 de setembro), o exclusivo lote de espaços por onde ação passou. 

Cada um dos participantes teve a oportunidade de fabricar um mecanismo básico de um relógio de luxo da reconhecida marca relojeira suíça. O workshop consistiu em montar e desmontar um mecanismo básico e perceber a beleza da mecânica. Os convidados ficaram deslumbrado pelo facto de conseguirem montar uma máquina que se alimenta de uma energia à qual não se está habituado, como por exemplo uma pilha.

 Filosofia um homem, um motor

 Além disso, os visitantes puderam apreciar e conduzir automóveis da marca de automóveis de alta performance da Mercedes-Benz Cars.

 Foi dado a conhecer um pouco da filosofia da Mercedes-AMG, um homem, um motor, patente em todas as criações da marca, desde a extraordinária vitória, na sua classe e na sua primeira competição, do Mercedes-Benz 300 SEL 6.8 AMG em SPA em 1971, até ao máximo expoente tecnológico com a introdução de um grupo propulsor da F1 num veículo homologado para a estrada: O sistema de propulsão de híbrido plug-in High Performance do Mercedes-AMG Project ONE deriva diretamente da Fórmula 1. 

Foram ainda revelados alguns detalhes do Mercedes-AMG GT 63 S E Performance 4MATIC+, o primeiro híbrido plug-in da marca. Este modelo, a lançar em breve, assinala a entrada da casa de Affalterbach na performance elétrica. Os automóveis disponíveis para test drive nesta ação da Mercedes-AMG e da IWC foram quatro: Mercedes-AMG CLA 45 S 4MATIC+ Shooting Brake, Mercedes-AMG E 53 4MATIC+ Estate, Mercedes-AMG GLC 43 4MATIC e Mercedes-AMG GLE 53 4MATIC+. Estes impressionantes modelos têm potências entre 390 e 435 cv. 

Soc. Com. C. Santos envia Vinho do Porto a selecionador do Azerbaijão

15/09/2021 15:16

A Sociedade Comercial C. Santos enviou um exemplar da garrafa de Vinho do Porto comemorativa dos 75 anos da empresa ao selecionador da seleção nacional de futebol do Azerbaijão. O humorista Nilton, embaixador do concessionário Mercedes-Benz e smart, explica o processo num divertido vídeo.

A história do envio de um exemplar da garrafa de Vinho do Porto comemorativa dos 75 anos da Sociedade Comercial C. Santos ao técnico italiano da seleção azeri conta-se em poucas linhas. Gianni de Biasi afirmou, na conferência prévia ao Azerbaijão-Portugal, de apuramento para o campeonato do mundo de futebol de 2022, que Fernando Santos lhe deve uma garrafa de Vinho do Porto, pois, quando o italiano treinava a Albânia, em 2014, venceu a seleção portuguesa, o que viria a culminar na saída do anterior selecionador nacional, Paulo Bento, do comando técnico luso, vaga que depois foi ocupada por Fernando Santos, que veio, como todos sabemos, a ser campeão da Europa.

Já depois do Azerbaijão-Portugal, disputado na terça-feira da semana passada (dia 7) e que terminou com a vitória portuguesa por 0-3, Fernando Santos afirmou que “não sabia da promessa”, mas que, ainda assim, terá todo o prazer em enviar Vinho do Porto a Gianni de Biasi. Como Nilton explica neste divertido vídeo, a Sociedade Comercial C. Santos associou-se a esta bem-humorada troca de palavras e enviou ao selecionador da equipa de futebol do Azerbeijão um exemplar desta garrafa especial de Vinho do Porto.

Garrafa comemorativa 75 anos Soc. Com. C. Santos

A garrafa de Vinho do Porto enviada é uma unidade da edição limitada dedicada aos 75 anos de história da Sociedade Comercial C. Santos, que se assinalam em 2021. O histórico concessionário Mercedes-Benz produziu (com a ajuda de um conhecido produtor de Vinho do Porto) uma edição limitada de uma Garrafa de Vinho do Porto. O Vinho do Porto utilizado para a edição limitada de aniversário da Sociedade Comercial C. Santos é um Tawny 20 anos, em decanter.

Soc. Com. C. Santos foi paragem única de Portugal de roadshow internacional da Petronas

10/09/2021 20:00

As instalações da Maia-Aeroporto da Sociedade Comercial C. Santos foram a única paragem em Portugal da digressão europeia “Unstoppable Heroes” da Petronas Lubrificants International. O roadshow passou por sete cidades da Europa, com o Porto a ser, no dia 8 de setembro, a única região portuguesa por onde a caravana passará ao longo de um período de 50 dias que só termina no próximo mês.

Durante o evento na Sociedade Comercial C. Santos, foi dada a conhecer a gama Petronas Urania com tecnologia StrongTech, bem como formação e suporte sobre os produtos. Depois, foi a vez de dar destaque à reconhecida piloto Elisabete Jacinto, com uma conversa muito pessoal em que partilhou com os cerca de 80 convidados um pouco da sua experiência numa profissão em que necessita de estar continuamente ao mais alto nível.

“Foi uma honra para a Sociedade Comercial C. Santos receber nas suas instalações-sede este importante evento do nosso parceiro Petronas Lubricants International. A atividade de lubrificantes é um complemento bastante importante para o negócio de peças e acessórios da Sociedade Comercial C. Santos e termos sido convidados pela Petronas para albergarmos esta ação é para nós motivo de orgulho”, afirma o diretor de peças e lubrificantes da Sociedade Comercial C. Santos, Manuel Machado Silva.

Sete países em 50 dias

O Roadshow Petronas Urania irá passar apenas por sete países. Após arrancar no Salão de Veículos Comerciais de Birmingham (Reino Unido), de 31 de agosto a 2 de setembro, e ter passado pela região do Porto nas instalações da Sociedade Comercial C. Santos, segue para Madrid, na vizinha Espanha (13 de setembro).

Entretanto, a caravana “Unstoppable Heroes” da Petronas Lubrificants International tem ainda agendadas paragens em Istambul (Turquia) a 23 a 24 de setembro, em Bucareste (Roménia) a 30 de setembro, em Jastrzab (Polónia), a 6 de outubro, terminando na cidade italiana de Turim, a 12 de outubro. Utilizando o lubrificante Petronas Urania, o camião percorrerá um total de 11 500 km em 121 horas na estrada ao longo desta “epopeia” de 50 dias.

“Os nossos clientes enfrentam as enormes pressões que fazem parte do quotidiano dos camiões modernos. Estamos entusiasmados por lançar o Roadshow Petronas Urania, tanto para empatizar com as suas experiências, como para partilhar o nosso conhecimento com todos aqueles que querem ficar mais fortes na estrada durante mais tempo. Esta jornada épica levará os especialistas da PLI a encontrar-se com motoristas, gestores de frotas, engenheiros e colaboradores de oficinas – mesmo à sua porta”, comenta James Mark, head of marketing EMEA da Petronas Lubrificants International.

O Roadshow Petronas Urania foi pensado para ser o mais autossustentável possível, incluindo o próprio produto Petronas Urania. Este lubrificante foi concebido com a redução de CO2 como preocupação central, cumprindo os mais altos padrões ambientais internacionais.

Novo EQE: a berlina 100% elétrica que faltava à família EQ

08/09/2021 15:15

A mais recente estrela da família EQ chama-se… EQE! A berlina correspondente, em termos de segmento, ao atual Classe E, apresenta-se com 4,95 metros de design fluído e sedutor, motorização 100 % elétrica com 215 kW (292 cv) de potência e autonomia de até 660 km, na versão EQE 350 (consumo de energia de acordo com o procedimento WLTP: 19.3-15.7 kWh/100 km; emissões de CO2: 0 g/km)[1], uma das duas primeiras que entrarão em produção ainda este ano e que chegarão futuramente à Sociedade Comercial C. Santos.

Desvendado como o próximo modelo baseado na arquitetura elétrica desenvolvida especificamente para veículos elétricos, o Novo EQE é uma limousine desportiva capaz de disponibilizar todas as funções essenciais do EQS, num formato ligeiramente mais compacto.

Comparado com o luxuoso EQS, o EQE possui uma distância entre eixos mais curta, menores projeções da dianteira e da traseira e uma largura inferior - o modelo integra o conceito daquilo que será a limousine de executivos do futuro. A pureza sensual é refletida nas superfícies de dimensões generosas, na menor quantidade de juntas entre painéis e nas transições contínuas. As projeções das secções dianteira e traseira são curtas, sendo que a traseira revela um elevado dinamismo com um spoiler traseiro acentuado. As rodas com jantes de 19 até 21 polegadas encontram-se à face da extremidade exterior da carroçaria, que em conjunto com uns ombros notoriamente musculados, conferem ao EQE um carácter atlético.

Em termos de dimensões exteriores (comprimento/largura/altura: 4946/1961/1512 milímetros), o EQE é comparável ao CLS. À semelhança deste último, está equipado com um vidro traseiro fixo e uma tampa da bagageira. As dimensões do interior até excedem claramente as do atual Classe E, por ex., o espaço para os ombros no compartimento dianteiro (mais 27 mm) ou o comprimento do interior do habitáculo (mais 80 mm).

Design inovador do interior e elevado conforto de operação

Com o MBUX Hyperscreen disponível como equipamento opcional, todo o painel de instrumentos é parte integrante de um único ecrã largo que se estende praticamente por toda a largura do tablier. Isto determina a estética de todo o posto de condução e do interior do veículo. Os ecrãs de alta resolução são unidos para criar a impressão de um único ecrã coberto por um vidro comum. Os gráficos apresentados dos conteúdos do MBUX são perfeitamente coordenados. O MBUX Hyperscreen está integrado no painel de instrumentos de forma minimalista.

O ecrã OLED de 12.3 polegadas para o passageiro dianteiro é o ecrã do próprio passageiro dianteiro e a sua área de controlo. Na Europa, o passageiro tem a possibilidade de assistir a conteúdos dinâmicos como vídeos, TV ou internet mesmo com o veículo em movimento. Isto porque, a Mercedes-EQ utiliza uma lógica de bloqueio inteligente com recurso a uma câmara: se a câmara detetar que o condutor está a olhar para o ecrã do passageiro dianteiro, a luminosidade do ecrã é automaticamente reduzida para certos conteúdos.

A faixa de saída de ventilação estende-se por toda a largura na secção superior e ao mesmo tempo é extremamente elegante. Estas proporções extremas, juntamente com o vidro côncavo do MBUX Hyperscreen, criam a arquitetura moderna do posto de condução. As saídas de ventilação laterais apresentam um design em forma de turbina. Combinam com o tema hiperanalógico através do contraste entre a mecânica de alta precisão e o mundo dos ecrãs digitais.

A mais recente geração do MBUX, recentemente lançada no EQS, também está incluída no equipamento do EQE. Com o software com capacidade de aprendizagem, o MBUX adapta-se completamente ao seu utilizador e fornece sugestões personalizadas relativamente a várias funções de informação e de entretenimento, conforto e do veículo. Com o design de camada zero, o utilizador não necessita de percorrer todos os submenus nem fornecer comandos de voz. As principais aplicações são sempre fornecidas no nível superior no campo de visão, em função da situação e do contexto. Desta forma, o esforço do condutor do EQE para realizar certas operações é reduzido.

Cadeia cinemática eficiente

O EQE 350 com 215 kW (292 cv) e um segundo modelo serão os primeiros a serem lançados. No futuro seguir-se-ão outras versões, algumas com potências superiores a 500 kW. Todos os modelos EQE estão equipados com uma cadeia cinemática elétrica (eATS) no eixo traseiro. As versões lançadas posteriormente com 4MATIC também serão equipadas com uma cadeia cinemática eATS no eixo dianteiro. As cadeias cinemáticas são constituídas por um motor elétrico síncrono de excitação permanente (PSM). Com o PSM, o rotor do motor AC está equipado com ímanes permanentes e não necessita de ser alimentado com energia. As vantagens deste conceito incluem a elevada densidade de energia, a elevada eficiência e a elevada constância da energia. O motor no eixo traseiro é particularmente potente devido às seis fases: integra dois enrolamentos, cada um com três fases.

No EQE, a bateria de iões de lítio é constituída por dez módulos e tem uma capacidade de armazenamento de energia útil de 90 kWh, o que permite ao EQE ter uma autonomia de até 660 km (na versão EQE 350). O inovador software de gestão da bateria, desenvolvido internamente, permite atualizações remotas. Desta forma, o sistema de gestão de energia do EQE permanece atualizado ao longo de todo o seu ciclo de vida.

No caso da bateria foi dado um passo importante em termos de sustentabilidade da química das células: o material ativo otimizado é constituído por níquel, cobalto e manganês numa proporção de 8:1:1. Isto permite reduzir a quantidade de cobalto para menos de dez por cento. A otimização contínua da potencial reciclagem faz parte da estratégia abrangente para as baterias da Mercedes-Benz.

A elevada potência contínua e as múltiplas acelerações sem a ocorrência de uma queda de potência caracterizam a qualidade da cadeia cinemática do EQE. Isto inclui um sofisticado sistema de gestão térmica e vários níveis de recuperação de energia através da travagem. Neste processo, a bateria de alta tensão é carregada durante a desaceleração ou a travagem do veículo, através da conversão da energia mecânica do rotor do motor/alternador elétrico em energia elétrica. O condutor pode selecionar manualmente o nível de desaceleração (D+, D, D-) bem como a função de circulação em roda livre através das patilhas de mudanças atrás do volante. Também disponível: DAuto.

O Assistente ECO também oferece a recuperação otimizada em função da situação - a maior ou menor intensidade da desaceleração resulta na máxima eficiência do estilo de condução. Se possível, a recuperação de energia também é utilizada durante a desaceleração após a deteção de um veículo em frente. A recuperação de energia é realizada durante a desaceleração até o veículo parar, por exemplo, num semáforo. Para esta finalidade, o condutor não necessita de pressionar o pedal dos travões - a condução é realizada literalmente com um único pedal.

Com base em diversos fatores, o Sistema de Navegação com Inteligência Elétrica planeia o percurso mais rápido e confortável, incluindo paragens para carregamento, e por exemplo, reage dinamicamente aos congestionamentos de trânsito ou a uma mudança no estilo de condução. Isto inclui uma indicação no sistema de informação e de entretenimento MBUX para que o condutor possa verificar se o estado de carga da bateria é suficiente para regressar ao ponto de partida sem efetuar uma paragem para carregamento.

Baixos níveis de ruído e de vibração, experiências sonoras como contraste

Na qualidade de limousine, o conceito do EQE está bem equipado para oferecer baixos níveis de ruído e vibração. Várias medidas contribuem para isto. Nas cadeias cinemáticas elétricas (eATS), os ímanes estão dispostos nas cavas dos rotores de uma forma que proporciona baixos níveis de ruído, vibração e aspereza. Além disso, a eATS integra uma camada de espuma especial em todo o seu perímetro como solução de isolamento de ruído, vibração e aspereza O alojamento do inversor é uma construção tipo sandwich. As cadeias cinemáticas elétricas eATS estão desacopladas da carroçaria através de sinoblocos: Os componentes de amortecimento extremamente eficientes fornecem um isolamento contínuo do ruído desde a travessa debaixo do para-brisas até ao piso da bagageira. As espumas de isolamento acústico são inseridas em várias estruturas durante a construção da carroçaria.

Todavia, se pretendido, a condução do EQE pode tornar-se uma experiência acústica: se o sistema de som surround Burmester® estiver equipado, o EQE inclui duas paisagens sonoras: Silver Waves e Vivid Flux. Silver Waves é um som sensual e nítido. Destinado a entusiastas de veículos elétricos, Vivid Flux é um som cristalino, sintético e humanamente caloroso. Podem ser selecionadas ou desligadas como experiências sonoras no ecrã central. A adicional paisagem sonora Roaring Pulse pode ser ativada através de uma atualização remota. Esta experiência de som relembra poderosas máquinas e é sonora e extrovertida.

Suspensão pneumática e direção do eixo traseiro como equipamentos opcionais

A suspensão do novo EQE, com suspensão dianteira de quatro braços, revela muitas semelhanças com a do novo Classe S. Como opção, o EQE está disponível com suspensão pneumática AIRMATIC com sistema de amortecimento adaptativo ADS+. Com a direção do eixo traseiro (opcional), o EQE é tão manobrável quanto um modelo compacto em cidade. O ângulo da direção no eixo traseiro pode atingir até dez graus. O diâmetro de viragem foi reduzido de 12,5 metros para 10,7 metros graças à direção do eixo traseiro.

As novas funções do veículo podem ser ativadas através de atualização remota. Disponível a partir do lançamento do modelo: a paisagem sonora adicional “Roaring Pulse”, dois modos da transmissão especiais para jovens condutores e pessoal de serviço, pequenos jogos, o modo de destaque bem como a DIGITAL LIGHT com função de projeção e personalização da DIGITAL LIGHT. No modo Highlight, o veículo apresenta a si próprio e os destaques de equipamento - isto é ativado pelo assistente de voz “Hey Mercedes”. Além da animação luminosa “Digital Rain”, a personalização da DIGITAL LIGHT inclui outras animações de boas-vindas/partida como a “Brand World”. As funções das atualizações remotas estão disponíveis na Mercedes me Store e a gama de aplicações está constantemente a expandir.

Carregamento conveniente numa ampla rede de postos de carregamento

Com a nova função Plug & Charge do serviço Mercedes me Charge, o EQE pode ser carregado ainda mais comodamente nos postos de carregamento públicos onde a função Plug & Charge está disponível: quando o cabo de carregamento é ligado, o processo de carregamento é iniciado automaticamente; o cliente não necessita de realizar qualquer autenticação adicional. O veículo e o posto de carregamento comunicam diretamente através do cabo de carregamento.

Além disso, os clientes do serviço Mercedes me Charge continuam a beneficiar da função de pagamento integrada que permite realizar pagamentos automáticos. O cliente apenas necessita de selecionar uma vez o seu método de pagamento preferido. Cada processo de carregamento é então debitado automaticamente – incluindo no estrangeiro. Os processos de carregamento individuais são claramente indicados mensalmente numa fatura descritiva.

O serviço Mercedes me Charge permite aceder à maior rede de postos de carregamento em todo o mundo: atualmente integra mais de 530,000 postos de carregamento AC e DC em 31 países, incluindo mais de 200,000 só na Europa. Através de certificados de origem de elevada qualidade, a Mercedes-Benz garante que a corrente de carregamento fornecida pelo Mercedes me Charge é obtida através de energia de fontes renováveis.

Elevado nível de segurança passiva e ativa

Os princípios da Segurança Integral, em particular a segurança em acidentes, aplicam-se independentemente da plataforma. Tal como em outros modelos Mercedes-Benz, o EQE tem um habitáculo rígido, com zonas de deformação programadas e modernos sistemas de retenção com PRE-SAFE®.

O facto de o EQE ser construído com uma arquitetura de veículo totalmente elétrico também abriu novas possibilidades de design do seu conceito de segurança. Isto significou, por exemplo, que foi possível escolher um local favorável para a instalação da bateria, numa zona protegida contra uma colisão na secção inferior da carroçaria. E como não está instalado um grande bloco de motor, foi possível criar um ainda melhor comportamento em colisão. Além dos testes de colisão comuns, o desempenho do modelo em várias situações de carga adicional foi verificado e os extensos testes de componentes foram realizados no Centro de Tecnologia de Segurança Automóvel.

A última geração dos sistemas de assistência à condução inclui inúmeras funções de assistência ao condutor. Uma nova função é o aviso adicional de microssono do ATTENTION ASSIST (em combinação com o MBUX Hyperscreen). A função analisa os movimentos das pálpebras do condutor utilizando uma câmara no ecrã do condutor. O ecrã de assistência no monitor do condutor apresenta claramente o funcionamento dos sistemas de assistência à condução numa vista de ecrã total.

Produção dupla

A produção do EQE será iniciada em 2021 em duas fábricas da rede global de produção da divisão Mercedes-Benz Cars: na fábrica de Bremen da Mercedes-Benz na Alemanha para o mercado mundial e na fábrica Germano-Chinesa BBAC em Beijing para o mercado local.

 

[1] Os dados do consumo de energia e da autonomia são provisórios e foram determinados internamente de acordo com o método de certificação utilizado no procedimento WLTP. Os dados confirmados pela TÜV, a homologação CE e o certificado de conformidade com os valores oficiais ainda não estão disponíveis. É possível que existam diferenças entre os valores declarados e os valores oficiais.

Soc. Com. C. Santos leva “casa móvel” à 56ª Capital do Móvel na Alfândega do Porto

06/09/2021 19:12

A Sociedade Comercial C. Santos está presente na 56ª Capital do Móvel, que decorre no Centro de Congressos da Alfândega do Porto, até 12 de setembro. O concessionário Mercedes-Benz e smart leva uma autêntica “casa” sobre rodas à exposição dedicada à casa.

A Sociedade Comercial C. Santos é um parceiro de longa data da Associação Empresarial de Paços de Ferreira, e volta a estar presente na Capital do Móvel, que é maior feira de mobiliário do país. O concessionário automóvel tem expostos no certame várias viaturas, mas porque a Capital do Móvel é um evento relacionado com habitação e mobiliário, o grande destaque vai para uma autêntica casa dentro da exposição para a casa: o Mercedes-Benz Marco Polo, o multifacetado modelo de autocaravana e veículo de lazer.

Marco Polo: uma proposta para todo o ano

O Mercedes-Benz Marco Polo é, de facto, uma autêntica casa sobre rodas. Quase todos apreciamos estar em casa e a maioria também gosta de viajar num automóvel de excelência. Juntar as duas vertentes é difícil, mas não é tarefa impossível. E o Marco Polo é a prova disso.

O modelo trata de juntar o útil ao agradável. O lounge integra a cozinha totalmente integrada onde se podem preparar refeições, que serão depois saboreadas em conjunto na mesa rebatível. Os práticos armários e arrumações guardam tudo o que é preciso para a viagem: do equipamento de cozinha ao vestuário, passando pelo material de lazer. E com um pé-direito máximo de 2350 mm com o teto expansível aberto, a área de habitação fica com espaço suficiente para se poder esticar à vontade.

O Marco Polo é um excelente acompanhante no dia a dia: a sua condução é tão ágil, que o equipamento de campismo mal se nota. Com o teto expansível fechado, a altura do veículo fica abaixo dos 2 metros, o que significa que pode entrar sem problemas em garagens comuns, parques de estacionamento cobertos, garagens subterrâneas e instalações de lavagem de veículos. Opcionalmente, sistemas de assistência ao condutor de alta qualidade ajudam nas manobras e no estacionamento.

É um modelo de lazer, mas não deixa de ser um Mercedes-Benz, com tudo o que isso significa em termos de auxílios à condução e infotainment. O MBUX traz informação, entretenimento e conectividade para o seu Marco Polo. É tão simples que rapidamente irá saber operá-lo e tão modular que pode comprar exatamente as funções de que precisa.

Exclusivamente para autocaravanas existe o Mercedes-Benz Advanced Control (MBAC). Com ele, pode controlar importantes funções da autocaravana e consultar informações úteis – seja antes da viagem, ao acampar ou depois. É flexível também na operação: é possível controlar o MBAC tanto através do ecrã tátil, como através da app no smartphone.

A exposição Capital do Móvel no Centro de Congressos da Alfândega do Porto tem entrada livre.

Novo Classe C e AMG E 53 também expostos

Além da autêntica casa com rodas que é o Marco Polo, a Sociedade Comercial C. Santos tem expostos na 56ª Capital do Móvel um Mercedes-Benz Classe C Limousine 220 d e um Mercedes-AMG E 53 4MATIC+ Cabriolet.

Este último modelo é pródigo a despertar emoções. O motor eletrificado de 3.0 litros, com dois turbocompressores (um turbocompressor de gases de escape e um compressor elétrico), debita uma potência de 320 kW (435 cv) e um binário de 520 Nm. O seu motor de arranque/alternador EQ Boost fornece brevemente uma potência adicional de 16 kW e um binário de 250 Nm, e alimenta também o sistema elétrico de bordo de 48 V quando opera em modo alternador. Traduzido em números, significa atingir os 100 km/h em apenas 4,6 segundos e uma velocidade máxima limitada eletronicamente de 250 km/h (pode ser aumentada para 270 km/h com o pack AMG Drive). Outros destaques tecnológicos dos novos modelos incluem a caixa de velocidade automática AMG SPEEDSHIFT TCT 9G e o sistema de tração integral totalmente variável AMG Performance 4MATIC+. O sistema de travões AMG foi idealmente afinado para a potência e o desempenho do E 53: discos perfurados e ventilados internamente de 370 x 36 mm à frente e discos ventilados internamente de 360 x 26 mm atrás.

Nova geração de um ícone

O novo Mercedes-Benz Classe C (W206) chegou há poucos meses, nas versões Limousine e Station. Com a mais recente linguagem de design da Mercedes-Benz, o modelo impressiona e faz jus ao passado do Classe C, um dos mais bem-sucedidos automóveis da história da marca (vendeu 10,5 milhões de unidades em todo o mundo ao longo das anterior cinco gerações).

O interior criteriosamente configurado e pensado ao mais pequeno detalhe também revela o elevado padrão de qualidade. Orientado para o condutor, tem um painel de instrumentos que é um ecrã LCD de alta resolução de 12,3 polegadas (31,2 cm) e um ecrã central tátil de 11,9 polegadas (30,2 cm), onde são disponibilizados controlos das funções do veículo.

O modelo conta apenas com motorizações eletrificadas. As motorizações disponíveis na fase lançamento são a C200 (M254 de 1,5 litros) a gasolina e a C220 d e C300 d (o 2.0 OM 654), a diesel. Depois do lançamento, chegarão mais motorizações, bem como as versões híbridas plug-in, com autonomias 100% elétricas de uns impressionantes 100 km.

Felgueiras homenageou atletas olímpicas portuguesas da maratona na Soc. Com. C. Santos

03/09/2021 20:02

Felgueiras foi palco de uma homenagem às três únicas representantes de Portugal na recente Maratona Olímpica de Tóquio 2020. Catarina Ribeiro, Salomé Rocha e Sara Moreira receberam o apoio do público nas instalações da Sociedade Comercial C. Santos naquela cidade.

Quem visitou a Sociedade Comercial C. Santos de Felgueiras na tarde da última sexta-feira (3 de setembro), pôde ficar a conhecer as três atletas que representaram Portugal na Maratona Olímpica de Tóquio: Sara Catarina Ribeiro, Salomé Rocha e Sara Moreira. Além de um autógrafo, de uma selfie ou de uma simples agradável troca de palavras com as atletas olímpicas, foi possível ainda receber de oferta um brinde (limitada ao stock existente) do concessionário Mercedes-Benz e smart, do qual as três atletas são parceiras.

Tratou-se de uma oportunidade de convívio com os felgueirenses e apaixonados por atletismo em geral, aproveitando a presença na cidade de aficionados pela modalidade devido à realização na cidade, no dia seguinte (4 de setembro), do Campeonato Nacional de Estrada. Aliás, a ação contou, também, com a presença de diretores da secção de atletismo do Sporting Clube de Portugal, que Sara Moreira, Salomé Rocha e Catarina Ribeiro representam.

Dar a conhecer realidade do desporto

Para as três atletas, este curto contacto com quem visitou à Sociedade Comercial C. Santos em Felgueiras foi uma oportunidade para dar a conhecer a realidade do desporto de alta competição. A noção de que só com muito foco e humildade é que se atinge o patamar mais alto em termos de provas de atletismo foi a mensagem comum.

“Para mim é sempre um gosto estar em contacto com o público. Esta ação é uma excelente oportunidade para podermos conversar, sobretudo com os mais novos, acerca da modalidade e falarmos um pouco sobre o trabalho diário dos atletas, que, já se sabe, treinam quotidianamente para poder atingir o patamar das grandes competições internacionais”, explica Catarina Ribeiro.

“Estou sempre disponível para dar a conhecer mais a modalidade e, também, contactar com praticantes e potenciais praticantes mais novos. A esses recordo-lhes que é importante trabalhar e desfrutar, até porque o ser melhor nas camadas jovens não quer dizer que sejam os melhores nos seniores. É preciso trabalhar muito”, refere Salomé Rocha.

“Foi com muito gosto que estive aqui a conversar sobre atletismo. Obter reconhecimento é sempre importante, assim como é dar a conhecer uma realidade de organização e trabalho árduo que nem sempre chega junto do público. É sempre um prazer poder passar a minha experiência ao público, sobretudo mais jovem”, salienta Sara Moreira.

O responsável de relações públicas da Sociedade Comercial C. Santos, Aquiles Pinto, explica que esta iniciativa teve como objetivo aumentar o reconhecimento do esforço diário das atletas. “Pretendemos dar um contributo para que se dê o devido valor aos atletas nacionais da chamadas modalidades amadoras, nem sempre reconhecidas pelo público, como sabemos. Esta pequena sessão de autógrafos no nosso showroom em Felgueiras é apenas uma forma de procurar o mais do que merecido reconhecimento à Catarina Ribeiro, à Salomé Rocha e à Sara Moreira, assim como agradecer a ligação que fazem o favor de ter à Sociedade Comercial C. Santos”.

GT 63 S E PERFORMANCE: desempenho impressionante para o primeiro híbrido plug-in desportivo Mercedes-AMG

01/09/2021 12:12

image

O novo Mercedes-AMG GT 63 S E PERFORMANCE transfere o DNA da AMG Driving Performance para o futuro eletrificado. No primeiro híbrido plug-in desportivo da Mercedes-AMG, a combinação do motor V8 biturbo de 4.0 litros com um motor elétrico produz uma potência total de 620 kW (843 CV) e um binário máximo superior a 1,400 Nm, dotando o modelo de impressionante dinâmica de condução e a máxima eficiência. Prestações de 2.9s dos 0-100 km/h e 316 km/h de velocidade máxima expressam o carácter desportivo do modelo, que oferece ainda uma autonomia elétrica de 12 quilómetros, perfeita para circular em cidade ou zonas residenciais.

Design expressivo

O design expressivo com uma secção dianteira baixa, carroçaria musculada, superfície vidrada de baixa altura e uma “fastback” dinâmica destacam os genes desportivos do coupé de quatro portas. Outro elemento atraente é o para-choques dianteiro característico, que é baseado no design do AMG GT de duas portas. Aparenta ser produzido a partir de um único molde e combina homogeneamente com o design dinâmico de todo o veículo. As entradas de ar exteriores são mais largas e mais orientadas para o centro do modelo. O fluxo de ar é direcionado para os permutadores de arrefecimento nas cavas das rodas através de três aletas verticais.

image
image

Na traseira destacam-se exclusivos elementos distintivos como o para-choques traseiro com tampa da tomada de carregamento integrada e a designação do modelo destacada na cor vermelho. Com o modelo híbrido, a AMG também está a introduzir duplas ponteiras de escape trapezoidais com saída em forma de trompa. 

image
image

A insígnia “E PERFORMANCE” nas asas indica uma cadeia cinemática híbrida. Tal como em toda a série de modelos, estão disponíveis várias cores de pintura e equipamentos para versão híbrida. Por exemplo, está disponível uma seleção de quatro pinturas de acabamento mate, cinco pinturas metalizadas e duas pinturas não metalizadas. Além disso, existem sete novas pinturas num vasto leque de personalização. O design exterior pode ser ainda mais personalizado, por exemplo, com o novo AMG Night Package II ou com uma combinação do Night Package com o Carbon Package. Além disso, estão disponíveis novas jantes de liga leve de 20 e de 21 polegadas, cada uma disponível em duas versões de cor. A edição exclusiva também está disponível para o híbrido desportivo.

image

O AMG GT 63 S E PERFORMANCE é o novo porta-estandarte da série de modelos e está particularmente bem equipado. Recebeu todos os aperfeiçoamentos do mais recente facelift, como a suspensão AMG RIDE CONTROL+ com novo sistema de amortecimento. De série está também disponível o adaptado sistema de travões compósitos cerâmicos de elevado desempenho AMG e o sistema multimédia MBUX com ecrãs específicos de um modelo híbrido.

image

Volante AMG Performance com raios duplos

O volante AMG Performance de série, com o seu design distintivo em duplo raio e os botões de controlo perfeitamente integrados, também acrescenta qualidade tangível e visível. Os três raios duplos arredondados combinam robustez com elegância. Os botões redondos do volante AMG impressionam com os seus ecrãs brilhantes e as suas perfeitas lógicas de funcionamento de rotação e pressão. Isto permite controlar importantes funções de condução e todos os modos da transmissão, sem retirar as mãos do volante. Como novo equipamento, é possível selecionar os níveis de recuperação de energia da cadeia cinemática híbrida através dos botões do volante.

image

Estão disponíveis várias opções de equipamento interior. Cores exclusivas reforçam o carácter desportivo e luxuoso do novo modelo porta-estandarte – por exemplo, a nova combinação de pele nappa Exclusive em pérola cinza titânio/preto com pesponto contrastante em amarelo, ou a pele nappa Exclusive em castanho trufa/preto com acabamento STYLE (pesponto em padrão diamante). Além disso, está disponível uma seleção de cinco cores adicionais de pele nappa Exclusive com acabamento STYLE: castanho siena, vermelho clássico, azul iate, branco vivo e cinza “neva”. Os bancos dianteiros e traseiros são completamente monocromáticos na respetiva cor do equipamento interior, tal como os apoios de braços nas portas, o rebordo dos tapetes do piso e o aro do volante.

image

Cadeia cinemática híbrida Performance específica da AMG: motor de combustão na secção dianteira, motor elétrico na secção traseira

No AMG GT 63 S E PERFORMANCE, o motor V8 biturbo de 4.0 litros é combinado com um motor elétrico síncrono de excitação permanente, uma bateria de elevado desempenho desenvolvida em Affalterbach e com um sistema de tração integral AMG Performance 4MATIC+ totalmente variável. A combinação do motor V8 biturbo de 4.0 litros com um motor elétrico produz uma potência total de 620 kW (843 CV) e um binário máximo superior a 1,400 Nm. O desempenho de condução do mais potente veículo de produção em série até à data da marca de Affalterbach é igualmente impressionante: a aceleração dos 0 aos 100 km/h é realizada em apenas 2.9 segundos, enquanto a velocidade de 200 km/h é atingida em menos de dez segundos. A aceleração apenas termina nos 316 km/h.

image

O motor elétrico de 150 kW (204 CV) está instalado no eixo traseiro, onde está integrado com uma caixa de velocidades de duas relações de comando elétrico e com o diferencial traseiro eletrónico de escorregamento limitado, numa unidade de propulsão elétrica compacta (EDU). Os especialistas designam esta configuração como sistema híbrido P3. A bateria de elevado desempenho e baixo peso também está instalada na secção traseira acima do eixo traseiro. Este design compacto tem várias vantagens:

  • O motor elétrico atua diretamente no eixo traseiro e pode, portanto, converter a sua potência elétrica em propulsão de forma mais direta - para uma potência suplementar no início da marcha, durante a aceleração ou em situações de ultrapassagem.
  • O motor elétrico pode ser atuado com o binário máximo e desta forma é possível um arranque particularmente rápido.
  • Além disso, o condutor sente imediatamente um aumento do desempenho graças ao diferencial traseiro eletrónico de escorregamento limitado integrado: o modelo híbrido é ainda mais ágil quando acelera à saída das curvas, fornece uma tração superior e, portanto, permite uma condução mais segura.
  • Se o escorregamento do eixo traseiro aumentar, a força de tração do motor elétrico também é transferida às rodas dianteiras conforme necessário por forma a aumentar a tração do veículo. Isto é possível com a ligação mecânica do sistema de tração integral totalmente variável, através de um veio de transmissão e  dos semieixos das rodas dianteiras.
  • O posicionamento no eixo traseiro melhora a distribuição do peso pelos eixos do veículo e cria a base para um comportamento convincente.
  • O conceito AMG oferece uma eficiência de recuperação de energia extremamente elevada, pois o sistema apenas permite perdas mecânicas e hidráulicas mínimas do motor e da caixa de velocidades.
  • A caixa automática de duas velocidades no eixo traseiro com a sua relação de transmissão especialmente calibrada assegura uma ampla gama de funcionamento desde um elevado binário para um arranque rápido até uma potência contínua a velocidades elevadas. Um atuador elétrico engrena a segunda relação a uma velocidade do veículo aproximadamente igual a 140 km/h, que corresponde à rotação     máxima do motor elétrico de cerca de 13,500 rpm.
  • Com o aumento do desempenho devido ao motor elétrico adicional, a equipa de desenvolvimento conseguiu melhorar a eficiência de todo o veículo e ao mesmo tempo reduzir as emissões e o consumo.

Potência contínua de 70 kW e potência máxima de 150 kW

A bateria de elevado desempenho do AMG GT 63 S E PERFORMANCE tem uma capacidade de armazenamento de energia de 6.1 kWh, fornece uma potência contínua de 70 kW e uma potência máxima de 150 kW durante um máximo de dez segundos. O baixo peso de apenas 89 quilos permite uma energia específica extremamente elevada de 1.7 kW/kg. Em termos de comparação, as baterias convencionais sem arrefecimento direto das células atingem cerca de metade deste valor. 

image

O carregamento é realizado através do carregador de bordo de 3.7 kW, num posto de carregamento, na wallbox ou numa tomada elétrica residencial. A bateria foi projetada para fornecer e descarregar energia rapidamente e não para a máxima autonomia possível. Todavia, a autonomia elétrica de 12 quilómetros permite uma utilização prática do veículo no dia a dia, por exemplo, para uma condução silenciosa e sem emissões desde uma zona residencial até aos arredores da cidade ou até à via rápida.

image
image

Estratégia de funcionamento: energia elétrica sempre disponível

A estratégia de funcionamento básica deriva do powerpack híbrido dos monolugares da equipa Mercedes-AMG Petronas de Fórmula 1. Tal como na modalidade rainha do desporto automóvel, a máxima propulsão está sempre disponível quando é necessária pelo condutor - por exemplo, para uma aceleração vigorosa à saída das curvas ou durante uma ultrapassagem, a energia elétrica pode ser sempre solicitada e produzida através da recuperação de elevado desempenho e recarregamento em função dos requisitos. O conceito de bateria independente permite alcançar o ótimo compromisso entre a máxima dinâmica de condução e a eficiência contemporânea. Todos os componentes são perfeitamente coordenados: o ganho de desempenho pode ser sentido diretamente.

image

Os sete modos da transmissão da função AMG DYNAMIC SELECT, designadamente os modos “Electric”, “Comfort”, “Sport”, “Sport+”, “RACE”, “Slippery” e “Individual” foram precisamente configurados para a nova tecnologia de propulsão e desta forma fornecem uma ampla variedade de experiências de condução, desde uma condução com elevada eficiência até um comportamento extremamente dinâmico. Os modos da transmissão ajustam parâmetros importantes como a resposta da cadeia cinemática, da caixa de velocidades, da direção, do amortecimento da suspensão e do som. Os modos podem ser selecionados utilizando o interruptor basculante na consola central ou os botões do volante AMG.

  • Modo da transmissão “Electric”: o foco incide na experiência da condução elétrica. A condução em modo totalmente elétrico é possível desde a condição de parado até à velocidade de 130 km/h, com o motor de combustão sempre desligado. A ligação mecânica aos componentes do sistema AMG Performance 4MATIC+ significa que o sistema de tração integral está sempre disponível: se as rodas traseiras subitamente     escorregarem demasiado, a potência do motor elétrico também é transmitida às rodas dianteiras através do veio de transmissão e dos semieixos. Quando a bateria tiver descarregado ou o condutor solicitar uma potência superior, o controlo inteligente comuta automaticamente para o modo da transmissão “Comfort” e o motor de combustão começa a fornecer propulsão.
image
  • O modo da transmissão “Comfort”: o arranque é principalmente elétrico. O motor de combustão e o motor elétrico funcionam conforme exigido pela situação - com propulsão elétrica a baixa velocidade, por exemplo, em zonas residenciais ou no centro das cidades, com motor de combustão e motor elétrico em estradas nacionais e em vias rápidas. Em termos gerais, o resultado é a sensação de uma condução harmoniosa e económica, graças em parte às passagens de caixa prematuras da caixa de velocidades AMG SPEEDSHIFT MCT-9G. A regulação do sistema confere à suspensão e à direção características de conforto. O comportamento da direção é orientado para a eficiência energética por forma a reduzir o consumo de combustível e as emissões. A desportividade e a agilidade de referência da AMG são mantidas.
image
  • Modo da transmissão “Sport”: arranque com motor de combustão e motor elétrico, e interação dos dois propulsores em função da situação. É disponibilizada uma maior potência do motor elétrico. Impressão de condução desportiva devido à resposta mais ágil às solicitações no pedal do acelerador, redução dos tempos de engrenamento e passagens prematuras para mudanças inferiores. Uma regulação da suspensão e da direção com características mais dinâmicas.
  • Modo da transmissão “Sport+”: arranque com motor de combustão e motor elétrico e interação dos dois propulsores em função da situação. É disponibilizada uma potência suplementar ainda superior. Carácter extremamente desportivo graças a uma resposta ainda mais rápida às solicitações no pedal do acelerador e controlo seletivo do binário durante as passagens para mudanças superiores com desativação de cilindros, para a obtenção de ótimos tempos de engrenamento. Aumento do ralenti para arranques mais rápidos. Uma regulação ainda mais dinâmica para a suspensão, direção e cadeia cinemática.
image
  • Modo da transmissão “RACE”: para uma condução extremamente dinâmica em pista. Neste modo, todos os parâmetros são configurados para o máximo desempenho. Arranque com motor de combustão e motor elétrico e interação dos dois propulsores em função da situação. Potência suplementar elétrica total do motor elétrico para apoiar o motor de combustão durante uma forte aceleração. Recarregamento rápido da bateria com baixa solicitação de energia para a máxima disponibilidade de energia elétrica.
  • Modo da transmissão “Slippery”: está otimizado para condições de estrada escorregadia, com uma potência reduzida e uma curva plana de binário. A condução em modo totalmente elétrico e a regulação do nível de recuperação de energia estão desativadas.
  • Modo da transmissão “Individual”: regulação individual da cadeia cinemática, caixa de velocidades, AMG DYNAMICS, chassis, direção e sistema de escape.

O controlo da dinâmica do veículo também é beneficiado pela cadeia cinemática híbrida. Ao invés da intervenção nos travões pelo ESP®, o motor elétrico também pode controlar a tração logo que seja detetado um excessivo escorregamento numa roda. Para esta finalidade, o sistema de controlo inteligente reduz o binário do motor elétrico transmitido à roda em questão através do diferencial traseiro de escorregamento limitado. Como resultado, o ESP® não intervém de todo, ou intervém apenas mais tarde. Vantagem: desta forma, o motor de combustão pode ser operado com um maior binário, que melhora a agilidade e aumenta a eficiência. Além disso, a energia cinética, que de outra forma seria desperdiçada durante a travagem, pode ser utilizada para carregar a bateria.

image

Motor AMG 4.0 litros V8 biturbo com turbocompressores de duplo scroll

Na qualidade de novo topo de gama, o AMG GT 63 S E PERFORMANCE beneficia do desempenho do motor AMG 4.0 litros V8 biturbo com uma potência de 470 kW (639 CV) e um binário máximo de 900 Nm, que está disponível numa ampla gama de rotação desde as 2500 até às 4500 rpm. Este pode funcionar perfeitamente em combinação com o motor elétrico, que fornece o seu binário máximo de 320 Nm logo antes da primeira rotação.

image

Dois turbocompressores de duplo scroll são parcialmente responsáveis pela elevada potência, combinando uma ótima resposta a baixa rotação com um elevado aumento da potência a alta rotação. Além disto, o alojamento da turbina está dividido em dois canais de escoamento dispostos paralelamente entre si. Combinado com duas condutas separadas no coletor de escape, isto permite controlar separadamente o caudal dos gases de escape na turbina. Uma conduta é alimentada pelos gases de escape do primeiro e do segundo cilindro de um bloco de cilindros, enquanto a outra é alimentada pelos gases de escape do terceiro e do quarto cilindro. O objetivo consiste em impedir que os cilindros individuais afetem mutuamente de forma prejudicial o ciclo dos gases. Isto permite reduzir a pressão residual dos gases de escape e melhorar o ciclo termodinâmico.

image

Soc. Com. C. Santos promove condução da gama 100% elétrica Mercedes-EQ na Póvoa de Varzim

31/08/2021 17:53

A Sociedade Comercial C. Santos vai promover o seu primeiro roadshow composto totalmente por automóveis 100% elétricos da gama Mercedes-EQ. Entre sexta-feira e domingo (3 a 5 de setembro), na Póvoa de Varzim, os interessados poderão conduzir os modelos EQC e EQA, além de eVito Tourer. Realce ainda para uma performance artística de promoção do É-Aqui-in-Ócio, Festival Internacional de Teatro que terá a 11ª edição nas próximas semanas.

A ação On The Road Mercedes EQ da Sociedade Comercial C. Santos reunirá modelos movidos apenas a energia elétrica na marginal da Póvoa de Varzim (junto ao casino). Num tecido urbano junto ao mar, a ausência de ruído e emissões locais marcará o primeiro roadshow da Sociedade Comercial C. Santos composto totalmente por automóveis 100% elétricos da gama Mercedes-EQ.

“A eletrificação automóvel segue em plena aceleração em todas as marcas e no universo Mercedes-Benz em particular. A oferta atual conta com duas opções, mas o topo de gama EQS chega dentro de algumas semanas e a gama Mercedes-EQ terá de oito modelos já no fim de 2022. Nesse sentido, avançamos para a realização deste roadshow apenas com veículos 100% elétricos, para continuarmos a dar a conhecer este tipo de automóvel ao mercado”, indica Rui Santos da Cunha, chefe de vendas de veículos ligeiros de passageiros da Sociedade Comercial C. Santos.

Automóveis e cultura

 Além de automóveis com eficiência energética, o On The Road Mercedes EQ da Sociedade Comercial C. Santos vai ter cultura. A ação irá contar, no sábado (dia 4), às 15h00, com uma curta performance artística, a cargo da Varazim Teatro. Os atores residentes da Companhia Certa (um braço da Varazim Teatro) desta companhia vão levar a cabo uma curta peça teatral com excertos adaptados do DoNoDoNaDa, um espetáculo sem texto destinado a públicos de todas as idades, portanto adaptado a todos quantos passeiam pela marginal poveira numa tarde de sábado.

De referir que a Varazim Teatro é associação cultural responsável pela organização do É-Aqui-in-Ócio, Festival Internacional de Teatro, que terá a 11ª edição de 22 de setembro a 2 de outubro, com programação no Cine-Teatro Garrett, na Póvoa de Varzim. A Edição XI do É-Aqui-in-Ócio terá a acessibilidade, a inclusão e a sustentabilidade como temas centrais do programa e a Sociedade Comercial C. Santos será um dos parceiros.

Quatro veículos para conduzir

O roadshow 100% elétrico On The Road Mercedes EQ da Sociedade Comercial C. Santos decorre de 3 a 5 de setembro, entre as 10h00 e as 20h00 (no domingo até às 16h00). Os interessados podem passar pela zona do Casino da Póvoa e experimentarem um dos quatro EQA e EQC, os modelos Mercedes-EQ disponíveis para condução, além do eVito Tourer modelo de passageiros da Mercedes-Benz Vans. Esta ação reúne tem todas as condições de segurança, nomeadamente a higienização das viaturas entre cada test drive por uma equipa dedicada.

EQC com carregamento rápido em 40 minutos

O EQC personifica o novo idioma de design do luxo progressivo e inaugura a linguagem de design da Mercedes-EQ, com a grelha frontal com lamelas a preto e moldura cromada e para as filas em LED à frente e atrás. No interior, realce para o cockpit panorâmico com alta resolução. O Mercedes-Benz EQC 400 4Matic oferece autonomia de até 420 km. O tempo de carregamento, nas estações rápidas, ronda 40 minutos.

EQA com autonomia até 426 km

Com novos e marcantes elementos de design, o EQA também reflete o novo lifestyle de mobilidade elétrica da Mercedes-EQ. Está equipado com a grelha do radiador “painel preto” com estrela central, bem como a contínua faixa de luz nas secções dianteira e traseira. No interior, merece destaque a possibilidade de iluminação ambiente do tablier. O Mercedes-Benz EQA tem até 426 km de autonomia e oferece tempos de carga em estações de carregamento rápido de apenas 30 minutos.

eVito Tourer com autonomia superior a 350 km

O Mercedes-Benz eVito Tourer tem lotação de nove lugares. Conta com uma cadeia cinemática elétrica com uma potência de 150 kW (204 cv). A autonomia combinada é de 358 km. O carregamento em wallbox ou posto de carregamento público (carregamento em corrente alternada, potência máxima de 11 kW) é inferior a 10 horas para carregar a 100%. Pode (em opção) ser carregado com corrente contínua (CC), em que recarrega de 10% a 80% em cerca de 45 minutos (postos de 110 kW).

Mercedes-EQ com oito modelos já em 2022

Os eletrificados (conhecidos como xEV no universo Mercedes-Benz) representaram quase 40% das vendas de automóveis de passageiros Mercedes-Benz da Sociedade Comercial C. Santos em 2020, com um rácio de 1,8% de totalmente elétricos (EQC, de que houve poucas unidades disponíveis para entrega) e 38% de modelos híbridos plug-in.

De acordo com aquelas que são as projeções da Mercedes-Benz, com o crescimento previsto da gama de elétricos e híbridos plug-in (as versões PHEV dos novos Classe S e Classe C terão autonomia 100% elétrica de 100 km), a expectativa é que a importância dos modelos xEV continue a aumentar em 2021 e 2022. Entre os xEV, os 100% elétricos da Mercedes-EQ irão, previsivelmente, começar a ganhar importância, dado o aumento da gama disponível.

Já dentro de um mês irá chegar o EQS, que redefine o segmento dos executivos de luxo 100% elétricos, com autonomias, nas primeiras duas versões, entre 685 e 785 km. Este topo de gama irá juntar-se na gama 100% elétrica da Mercedes-Benz a EQA e EQC (além do monovolume EQV). Além disso, ainda em 2021, serão dados a conhecer o EQB e o EQE, embora a comercialização ocorra apenas no próximo ano. No fim de 2022, a marca Mercedes-EQ incluirá oito modelos.

Conduzir o MercedesAMG Project ONE já é possível… virtualmente!

30/08/2021 15:15

Conduzir um hipercarro como o MercedesAMG Projet ONE não é para todos, mas, agora… pode ser! Ou pelo menos, de forma virtual! É que o hipercarro da Mercedes-AMG, neste caso denominado “o MercedesAMG Project ONE “Forza Horizon Edition” é uma das principais estrelas do vídeo jogo Forza Horizon 5, oferecendo uma experiência de condução tão realista como entusiasmante…

No evento digital Gamescom 2021, a Xbox Game Studios da Microsoft apresentou como estrela do novo videojogo Forza Horizon 5, o MercedesAMG Project ONE “Forza Horizon Edition”. O supercarro virtual com tecnologia de condução de Fórmula 1 destaca-se pelo seu nível de detalhe e maior fidelidade no mundo digital.

Os jogadores estão imersos num mundo aberto hiper-real, no qual a paisagem do México é recriada. A experiência de conduzir o supercarro desde Affalterbach é também incrivelmente realista. A aceleração virtual, a travagem, a direção e a agilidade, bem como a aerodinâmica ativa correspondem às características do futuro modelo de estrada. E este não é o fim da diversão: outras viaturas de alta performance da Mercedes-AMG estão prontas para aventuras quase ilimitadas no Forza Horizon 5.

Uma estreita cooperação entre a Mercedes-AMG e a equipa Forza da Microsoft tornou possível a representação hiper-realista do exclusivo Mercedes-AMG Project ONE “Forza Horizon Edition”. Nesta versão do jogo, o supercarro recebeu uma pintura exclusiva que realça o seu carácter único e que deixa claro que não estará disponível para compra no mundo real. Para além do “Forza Horizon Edition”, o supercarro pode, naturalmente, também ser configurado com outros equipamentos e cores.

As características especiais do único carro de duas portas também são retratadas de forma muito realista no jogo. Com os diferentes programas de condução “Track” e “Road”, as estradas poeirentas no México podem ser dominadas tão dinamicamente como as faixas de asfalto. A aerodinâmica ativa do supercarro também é meticulosamente recriada. A comunidade de jogos pode esperar um desempenho de condução de tirar o fôlego, mais de 1.000 cv de potência e uma velocidade máxima digital superior a 350km/h.

O Forza Horizon 5 estará disponível mundialmente a 9 de novembro, para as consolas atuais da família Xbox, incluindo o Windows PC.

A colaboração entre a Mercedes-AMG e a equipa Forza da Microsoft resultará em novas atividades nos próximos tempos, até ao lançamento do jogo, com a próxima aparição agendada para a IAA Mobility a decorrer em Munique, na Alemanha, no próximo mês de setembro.

Novo Mercedes-Benz Citan: maior e com imagem de marca reforçada

25/08/2021 15:53

image

Dimensões externas compactas combinadas com generoso espaço interior, elevada capacidade de carga e reforço de imagem Mercedes-Benz são os cartões de visita do novo Citan, disponível com carroçaria furgão e Tourer.

A segunda geração Mercedes-Benz Citan, com chegada das primeiras unidades à Sociedade Comercial C. Santos prevista em novembro, apresenta um design com proporções equilibradas. É digno de nota o grande trabalho das equipas de desenvolvimento da Mercedes-Benz para dotar a imagem típica da marca, tanto no exterior como no interior. No habitáculo, sobressai o a forma horizontal do painel de instrumentos e, claro, a elevada quota de espaço disponível para os passageiros.

image
image

O Citan combina dimensões exteriores compactas (comprimento de 4498 mm) com elevada amplitude de espaço no habitáculos. Graças a várias versões e detalhes práticos do equipamento, oferece muitas possibilidades de uso e carregamento conveniente. O Citan será lançado no mercado como furgão e Tourer. Mais tarde, haverá uma versão Longa e a Mixto. Mesmo na variante Standard de distância entre eixos curta (2716 mm), o Mercedes-Benz Citan oferece muito mais espaço face à primeira geração: no furgão, por exemplo, o comprimento da bagageira é de 3,05 metros (com a parede divisória flexível).

image

Em termos de tecnologia, a Citan adota alguns dos mais recentes dispositivos de segurança e conforto dos automóveis de passageiros. Assim, de série ou como opcionais, o mais recente membro da família Mercedes-Benz Vans pode ter no equipamento sistemas como o Keyless-Go (acesso sem chave de ignição), o pacote de estacionamento com Parktronic ou o sistema MBUX (Mercedes-Benz User Experience). Este último sistema tem como pontos fortes o conceito de operação intuitivo com um touchscreen de sete polegadas, botões Touch Control no volante ou o assistente de voz “Olá Mercedes”. Outras vantagens são a integração do smartphone com Apple Car Play e Android Auto, o sistema mãos-livres Bluetooth e o rádio digital (DAB e DAB+).

image

Cinco opções de motores de início… eCitan em 2022

No lançamento no mercado, a gama de motores do novo Citan será composta por três opções a diesel - 108 CDI (1.5 litros de 75 cv), 110 CDI (1.5 litros com 95 cv), 112 CDI (1.5 litros de 116 cv) e duas a gasolina - 110 (1.3 litros de 102 cv) e 113 (1.3 litros com 131 cv).

image

Todos os motores cumprem a norma Euro 6d e estão combinados com a função ECO start/stop. Estas motorizações têm caixa manual de seis velocidades, sendo que as variantes mais potentes (diesel e gasolina) também estão disponíveis com transmissão de dupla embraiagem de sete velocidades.

image

Dois níveis de equipamento

O novo Mercedes-Benz Citan Furgão e Tourer está disponível com duas linhas de equipamento: BASE e PRO. Com a Linha BASE, o cliente tem acesso a um veículo de entrada, versátil e funcional, com todo o equipamento básico necessário incluindo ar condicionado, rádio, porta lateral deslizante e piso de carga revestido, entre outros. A linha PRO combina um design distinto e funcionalidades adicionais, incluindo sistema de entretenimento MBUX, sistema de auxílio ao estacionamento por sensores ultrassónicos, regulador e limitador de velocidade, etc.

O novo modelo comercial compacto pode ser encomendado a partir de meados de setembro de 2021, com o seguinte alinhamento de preços:

- Citan Furgão 110/27 BASE a partir de 18 447€ (preço sem IVA)

- Citan Furgão 108CDI/27 BASE a partir de 18 984€ (preço sem IVA)

- Citan Tourer 110/27 BASE a partir de 19 913€ (preço sem IVA)

- Citan Tourer 110CDI/27 BASE a partir de 22 745 € (preço sem IVA)

100% elétrico eCitan em 2022

image

Haverá também, tal como na restante gama Mercedes-Benz Vans, uma versão 100% elétrica do modelo. O eCitan será lançado no segundo semestre de 2022, em várias opções de carroçaria. A autonomia prevista rondará 285 km, o que se enquadra nas necessidades dos utilizadores desta tipologia de veículo para a logística urbana.

image
image

Humorista Nilton viaja na bagageira do novo Mercedes-Benz Classe S

19/08/2021 18:01

O novo Mercedes-Benz Classe S disputa o título de melhor automóvel do mundo e eleva o ambiente de espaço, requinte e tecnologia para um novo patamar. Alguns dos atributos de excelência da mais recente geração da berlina de luxo são apresentados num divertido vídeo pelo humorista Nilton, embaixador da Sociedade Comercial C. Santos, que até a partir da bagageira descreve algumas das características do modelo.

O conhecido humorista e apresentador de televisão dá a conhecer, num curto vídeo com pouco mais de dois minutos de duração em que interpreta dois papéis, algumas das principais características da nova geração Mercedes-Benz Classe S. Entre essas características merecem destaque o ecrã central de grandes dimensões, a nova geração do MBUX (Mercedes-Benz User Experience) ou a direção do eixo traseiro com um elevado ângulo de viragem.

Também o espaço e o conforto são detalhados pelo Nilton motorista ao Nilton passageiro. Na vertente espaço, não só as pessoas são realçadas, já que também a bagageira é alvo de grande (literalmente) destaque.

E é aqui que surge um dos momentos altos do vídeo, com o motorista a dar instruções precisamente a partir do enorme porta-bagagens (com 550 litros de capacidade) do novo Mercedes-Benz Classe S. Não é propriamente por vontade própria que o faz, mas quem quiser descobrir o melhor mesmo é assistir ao vídeo. O certo é que, a partir desse momento, é o Nilton passageiro que passa para o volante do automóvel. Menos mal que o conforto de rolamento do novo Mercedes-Benz Classe S é tal que o viajante da bagageira não se queixa. Antes pelo contrário.

Motorização plug-in já pode ser encomendada

 A nova geração Mercedes-Benz Classe S eleva, com efeito, o ambiente de espaço, requinte e tecnologia para um novo patamar. O comprimento da versão standard é, agora, de 5179 mm (+54 mm) e o da longa de 5255 mm (+34 mm) e a largura, igual em ambas as variantes de carroçaria, de 1954 mm (+5,5 mm). No habitáculo, o espaço para as pernas dos passageiros de trás cresceu para 1004 mm (+41 mm) no standard e para 1115 mm (+24 mm) na versão longa. A bagageira tem agora, em ambas as versões de comprimento, 550 litros (+20 litros).

O modelo é proposto com três opções de motorização, uma diesel, a S400 d 4MATIC de 330 cv (a experimentada por Nilton no vídeo), uma a gasolina, a S500 4MATIC de 435 cv (mais 22 cv do EQ Boost), e uma híbrida plug-in, a 580 e. Esta última é a mais recente e tem uma potência combinada (dos motores elétrico e a combustão de 510 cv, com uma autonomia em modo totalmente elétrico de 100 km. 

Pode consultar o vídeo do humorista Nilton, embaixador da Sociedade Comercial C. Santos, sobre o novo Mercedes-Benz Classe S nesta ligação: https://bit.ly/37X2IQi

Novo Classe C All-Terrain: naturalmente aventureiro

18/08/2021 11:10

image

“Versatilidade” é a palavra-chave quando se fala do novo Classe C All-Terrain! Como alternativa ao Classe C Station convencional e com visual “aventureiro”, capacidades dinâmicas off road excecionais fruto de uma distância ao solo sobrelevada 40 mm, da tração integral 4MATIC e dos dois modos de transmissão de condução fora de estrada, o novo crossover da Mercedes-Benz está apto para qualquer aventura…

Com apresentação a nível mundial marcada para o International Motor Show em Munique no próximo mês de setembro e chegada prevista à Sociedade Comercial C. Santos no final do ano, o novo All-Terrain é o mais recente membro da família Classe C, herdando o bem-sucedido conceito All-Terrain que o Classe E estreou na primavera de 2017.

image

Comparado com o convencional Classe C Station, o All-Terrain tem dimensões ligeiramente superiores. O seu comprimento de 4755 milímetros é superior em quatro milímetros. Devido aos revestimentos dos guarda-lamas, a largura aumentou 21 milímetros para os 1841 milímetros. A maior distância ao solo de cerca de 40 milímetros também representa um aumento da altura do veículo para os 1494 milímetros. Os pneus equipados de série têm dimensões de 225/55 R 17 em jantes de 7.5 J x 17 H2 ET 44.5, enquanto os pneus opcionais têm dimensões de 245/45 R 18 em jantes de 8 J x 18 H2 ET 41 e 245/40 R 19 em jantes de 8 J x 19 H2 com um offset de 41 mm.

image

A capacidade e a versatilidade do compartimento de bagagens permanecem idênticas: a traseira desportiva tem uma capacidade de carga de 490 até 1510 litros. O encosto do banco traseiro da variante Station pode ser rebatido na proporção de 40:20:40. A porta EASY-PACK de série do compartimento de bagagens pode ser comodamente aberta ou fechada através de um simples pressionar de um botão: com o botão na chave de comando, o interruptor na porta do condutor ou o manípulo de abertura na porta do compartimento de bagagens.

image

Visual atrativo: elementos de design para salientar a aparência de todo o terreno

A grelha do radiador de lamela simples, com elementos de revestimento cromado e a estrela central embutida caracterizam a secção dianteira. As aletas verticais na grelha do radiador enfatizam o valor reconhecido com o seu acabamento em preto brilhante. O distintivo para-choques dianteiro é parcialmente construído em plástico granulado em cinza escuro, que salienta o carácter robusto deste modelo. Em baixo encontra-se uma proteção inferior simulada da carroçaria revestida em cromado brilhante.

Esta variante do Classe C está equipada com revestimentos nas cavas das rodas em cinza escuro mate. O revestimento específico do modelo nas saias laterais contrasta visualmente com as superfícies da carroçaria pintadas nesta cor e acabamento. Uma faixa de revestimento cromado adicional está integrada no revestimento das embaladeiras das portas. Estão disponíveis jantes com design exclusivo para o All-Terrain, de dimensões desde 17 até 19 polegadas. Na secção traseira, o recém-desenhado para-choques de várias secções, a proteção cromada da embaladeira do compartimento de bagagens específica do modelo e a proteção inferior da carroçaria salientam a natureza especial deste veículo.

image

Como os modelos All-Terrain são baseados na linha de equipamento exterior AVANTGARDE, o revestimento da linha de cintura, os frisos nos vidros laterais e as calhas do tejadilho são revestidos em alumínio polido. Os pilares B e as molduras dos vidros laterais traseiros estão revestidos em preto brilhante. Se o modelo estiver equipado com o pack Night, outros elementos e revestimentos nas secções dianteira e traseira são em preto brilhante.

A linha de equipamento AVANTGARDE interior também é um equipamento de série no All-Terrain. Com o preto, o bege macchiato / preto e o castanho sienna / preto, estão disponíveis três opções de cor para o interior. O painel de instrumentos integra um fecho prateado e um elemento de revestimento em serigrafia mate com padrão diamante (estão disponíveis outros acabamentos).

image

O painel de instrumentos é ligeiramente orientado para o condutor em cerca de seis graus. O ecrã LCD de alta resolução no posto de condução é independente e aparenta flutuar em frente ao perfil em asa e ao painel de revestimento. Este painel de instrumentos distingue-se dos painéis de instrumentos tradicionais com os habituais instrumentos redondos. Os clientes podem escolher entre as versões de ecrã de 10.25’’ e 12.3’’. Foi criado um novo tema “Offroad” para o All-Terrain. Este apresenta informação específica como o aclive, o declive e o ângulo da direção. As coordenadas geográficas e uma bússola também são apresentadas.

image

Os bancos com o design dos estofos específicos da linha de equipamento AVANTGARDE são outro destaque e asseguram um elevado nível de conforto e apoio lateral. O volante desportivo multifunções revestido em pele preta com aplicações prateadas é visualmente atrativo e ergonómico. O interior AVANTGARDE também inclui iluminação ambiente.

image

Para tarefas mais exigentes: suspensão de conforto com uma distância ao solo superior em cerca de 40 mm

O All-Terrain tem uma distância ao solo superior em cerca de 40 milímetros comparativamente o Classe C Station convencional e o diâmetro das rodas também é superior: isto torna o All-Terrain apropriado para circular em trilhos, estradas rurais e estradas com piso em más condições de conservação.

image

Para um maior equilíbrio entre o conforto de condução e a elevada estabilidade de condução, a suspensão de conforto com sistema de amortecimento passivo é um equipamento de série para esta variante de modelo: o efeito de amortecimento é adaptado à superfície da estrada, em função da amplitude. Neste caso, o conforto de condução é melhorado através da redução do efeito de amortecimento. Quando os impactos são mais severos, a ação de amortecimento total assegura uma maior estabilidade.

image

Uma questão de carácter: DYNAMIC SELECT com modos da transmissão para condução fora de estrada

Além dos modos da transmissão ECO, COMFORT, SPORT e INDIVIDUAL, o All-Terrain está equipado com dois modos DYNAMIC SELECT adicionais para a condução fora de estrada: o modo OFFROAD foi concebido para terremos fáceis como estradas de terra, gravilha ou areia; o modo OFFROAD+ com DSR (Downhill Speed Regulation) é recomendado para terrenos algo mais difíceis e íngremes. O DYNAMIC SELECT adapta as características do motor, da caixa de velocidades, da direção, do ESP® e do 4MATIC. O condutor pode comutar entre os modos da transmissão com um simples pressionar de um botão no painel de interruptores abaixo do ecrã central.

image

Um amplo impacto: DIGITAL LIGHT incluindo luz de condução todo o terreno

O Classe C está equipado de série com faróis LED High Performance. O conhecido sistema DIGITAL LIGHT do novo Classe S está disponível como opção. No All-Terrain, o sistema inclui uma luz especial todo o terreno. Durante a condução em terreno fácil, a ampla iluminação assegura que o condutor pode detetar obstáculos em tempo útil, mesmo em curva. Logo que o modo de condução todo o terreno seja ativado, a luz todo o terreno é ligada. A função permanece ativa até à velocidade de 50 km/h, e desliga automaticamente acima deste limite.

Cada farol DIGITAL LIGHT integra um módulo de iluminação com três LEDs de elevada potência, cuja luz é refractada e direcionada por 1.3 milhões de microespelhos. A resolução total é, portanto, superior a 2.6 milhões de pixéis.

Tração estável: 4MATIC de última geração

O sistema de tração integral 4MATIC, que é um equipamento de série para o All-Terrain, fornece uma maior tração e estabilidade de condução, mesmo em superfícies irregulares ou de baixa aderência. Até 45 por cento da potência do motor é transmitida ao eixo dianteiro, com os restantes 55 por cento a serem transmitidos ao eixo traseiro. As pretensões por uma eficiência ainda superior e a caixa de velocidades automática de nove relações exigiram o desenvolvimento adicional do sistema de tração integral 4MATIC.

image

O novo diferencial do eixo dianteiro permite a transferência de níveis superiores de binário com uma distribuição ideal pelos eixos para uma maior dinâmica de condução. Adicionalmente, este novo diferencial do eixo dianteiro tem uma vantagem a nível de peso comparativamente ao do modelo antecessor – uma contribuição para a redução das emissões de CO2. Os técnicos conseguiram reduzir as perdas por atrito na nova caixa de transferência. Também integra um circuito de óleo fechado e não necessita de quaisquer medidas de arrefecimento adicionais.

image

Motores gasolina e diesel eletrificados

O All-Terrain está disponível quer equipado com motor a gasolina, quer com motor diesel. No modelo a gasolina, é utilizado um novo motor a gasolina de quatro cilindros (M 254) com motor / alternador integrado (ISG) de segunda geração. Durante um curto período, a potência do motor de combustão pode ser suplementada pelo motor / alternador integrado com até 15 kW de potência.

image

Graças à recuperação de energia e à possibilidade de circulação em roda livre com o motor desligado, o motor a gasolina revela-se extremamente eficiente. No motor M 254, a Mercedes-Benz combinou pela primeira vez todas as inovações das famílias de motores a gasolina e diesel de 4 e 6 cilindros num único motor. Estas incluem o revestimento das camisas dos cilindros com tecnologia NANOSLIDE®, o acabamento das paredes dos cilindros com tecnologia CONICSHAPE® (superacabamento) e o sistema de pós-tratamento dos gases de escape posicionado diretamente no motor. Uma nova funcionalidade é o turbocompressor segmentado com fluxo combinado, um desenvolvimento adicional da tecnologia Twin Scroll, para uma resposta ainda mais rápida do turbocompressor.

image

Até a versão diesel está equipada com uma cadeia cinemática híbrida parcial. O seu motor de quatro cilindros (OM 654 M) está equipado com um motor / alternador integrado de segunda geração e sistema elétrico de 48 V. O modelo diesel também pode recuperar energia e circular em roda livre com o motor desligado. A eletrificação permite a utilização de um compressor elétrico de gás refrigerante no sistema de ar condicionado.

image

Acoplamento de reboque com assistentes inteligentes

Com o sistema de tração integral de série e a capacidade de reboque de até 1800 quilos, o All-Terrain está preparado para ser utilizado com reboque acoplado. Como equipamento opcional está disponível um gancho de reboque parcialmente elétrico com bola de reboque retrátil e o ESP® de estabilização de reboque. Um botão no compartimento de bagagens desbloqueia o gancho de reboque. Posteriormente pode ser rebatido para fora. A luz de controlo desliga quando estiver corretamente acoplado.

A uma velocidade igual ou superior a 65 km/h, o ESP® de estabilização do reboque pode intervir automaticamente em situações críticas. Na eventualidade de serem detetadas oscilações indesejáveis, estas são amortecidas com o auxílio de intervenções de travagem alternada nas rodas individuais. Normalmente este processo é suficiente para reduzir as perigosas oscilações. Se necessário, o sistema também reduz a velocidade do veículo: isto é realizado através da redução do binário do motor e da travagem do veículo nas quatro rodas.

Está disponível um assistente de manobra do reboque em combinação com este equipamento opcional e com o pack Parking com câmara de 360°. Facilita as manobras com o reboque acoplado, mesmo para os condutores mais experientes. O assistente de manobra do reboque regula automaticamente o ângulo da direção do veículo trator até uma velocidade de 5 km/h, e até um gradiente de 15 por cento.

15 factos que deve conhecer se estiver interessado no novo Classe S… blindado!

13/08/2021 14:12

Precisa de proteção máxima no seu automóvel? Então a Mercedes-Benz disponibiliza-lhe o novo S 680 GUARD 4MATIC ou, por outras palavras, a última geração do Classe S (W223) blindado! Pela primeira vez munido de sistema de tração integral 4MATIC, à “obra-prima” da divisão GUARD da Mercedes-Benz não faltam argumentos de segurança… à prova de bala! E não é força de expressão…

A Mercedes-Benz fabrica veículos de proteção especial desde 1928 (o primeiro modelo foi o Nürburg 460) e os clientes do novo Mercedes-Benz S 680 GUARD 4MATIC beneficiam desses mais de 90 anos de experiência.

O sistema de proteção integrado (ISS) atinge agora um novo nível: os materiais de proteção necessários foram previamente integrados na estrutura da carroçaria desenvolvida com múltiplos elementos de proteção. Esta célula protetora autossustentada representa o núcleo do ISS. Em última análise, o revestimento externo (de alumínio) serve como uma concha de design e garante uma aparência discreta. Além da blindagem, o iSS inclui a adaptação da suspensão, do motor e da transmissão para garantir a maneabilidade virtualmente equivalente ao do Classe S convencional.

Certificação de segurança de nível máximo

O novo S 680 GUARD 4MATIC é certificado de acordo com as diretrizes da VPAM, cujos membros são órgãos e instituições de inspeção independentes (neutros) da empresa.

O veículo atende aos requisitos da mais alta classe de proteção civil VR10 de acordo com o padrão VPAM BRV versão três (veículos resistentes a balas). Neste teste, a carroçaria e as janelas devem resistir ao fogo de uma rajada de munições perfurante. O S 680 GUARD 4MATIC obteve as melhores pontuações em todos os três testes (teto, piso e lateral) com três de três estrelas. Resultado do teste: “nenhum dano” aos manequins e indicadores de acordo com o esquema de avaliação VPAM ERV.

A certificação VPAM VER que sustentou o novo S680 incluiu, pela primeira vez, a utilização de manequins “especiais” com densidade e estrutura óssea modelada a partir em cada detalhe do esqueleto humano ou seja, muito próximo do ser humano real (o tecido e os órgãos internos do manequim são feitos de silicone e acrílico, com o pó de alumínio de resina epóxi a ser usado como substituto dos ossos e correias feitas de propileno a serem usadas como ligamentos e tendões), o que permite que os ferimentos nos manequins possam ser facilmente reconhecíveis mesmo fora do automóvel.

Vidros blindados

Além dos elementos de blindagem invisíveis, a área transparente das janelas é parte integrante e essencial do conceito de proteção. O material e a espessura do ‘sanduíche’ de vidro multicamadas atendem aos mais altos requisitos da classificação de segurança VR10. As superfícies internas do vidro são revestidas com policarbonato para proteção contra estilhaços. Apesar de seu efeito protetor abrangente, eles oferecem excelente visibilidade. E foram integrados de tal forma que não são percetíveis à primeira vista (outra vantagem significativa do sistema de proteção integrado).

Portas com abertura eletromecânica

O mais alto nível de proteção aliado ao melhor conforto possível para passageiros do S 680 GUARD 4MATIC pode também ser ilustrado com o exemplo pelos inovadores puxadores de porta desenvolvidos para o modelo. Embora as portas sejam muito pesadas devido à blindagem, um sistema eletromecânico permite que se abram ou fechem com extrema facilidade e leveza, seja num terreno plano ou em plano inclinado ou com o veículo um declive. A tecnologia do sensor da porta deteta quando e como ela deve ser movida ou parada, através de algoritmos de robótica de suporte humano (cobots). O sistema facilita, em particular, o trabalho dos guarda-costas, que, lhes permite manter uma mão livre, dada a pouca força necessária para abrir a porta.

Janelas que fecham em qualquer circunstância

Os elevadores das diversas janelas do Classe S blindado também são “inteligentes”. O mecanismo de fecho e abertura é hidráulico em vez de elétrico, como forma da operação de fecho de emergência poder ser ativada mesmo se o fornecimento de energia a bordo falhar, por exemplo, no caso de um ataque eminente. Em cada porta existe uma unidade composta por um compressor e um bloco de válvulas juntamente com um acumulador de pressão que viabilizam sempre o fecho da janelas.

Sistema de extinção de incêndio automático

Outro equipamento especial projetado especificamente para o S 680 GUARD 4MATIC inclui um sistema de extinção de incêndio com função de disparo automático, para que qualquer princípio de incêndio no habitáculo possa ser debelado rapidamente.

Sistema de ar fresco de emergência

Caso o S 680 GUARD 4MATIC seja invadido por fumo inesperado, um veículo também está preparado para fazer face a essa ameaça, através da ativação do sistema de emergência que liberta ar fresco, protegendo os ocupantes da penetração de fumo ou gases perigosos.

Pneus “indestrutíveis”

Sendo os pneus um alvo fácil para ataques em caso de ameaça do “inimigo”, eles merecem também uma atenção especial numa viatura blindada. Neste caso, são os  Michelin PAX run-flat que equipam este modelo blindado da Mercedes-Benz, testados para permitirem fazer 30 quilómetros mesmo com visíveis danos, permitindo assim que o veículo não fique imobilizado na zona de perigo.

Equipamento especial de autoridades

Outras opções especiais do GUARD incluem uma extensa gama de equipamentos para autoridades oficiais, como sirene, luzes de emergência e rádios, além de sistema de alarme de pânico.

Bagageira de 390 litros

A bagageira do S 680 GUARD 4MATIC disponibiliza 390 litros de espaço livre, uma vez que o refrigerador (opcional) está localizado no apoio de braço central na parte traseira. Atrás dele está localizada a divisória para inibir ou prevenir a propagação de um eventual foco de incêndio.

Velocidade máxima limitada a 190 km/h

Como acontece com múltiplas viaturas Mercedes-Benz, também o S 680 GUARD 4MATIC tem a sua velocidade máxima limitada eletronicamente, neste caso até aos 190 km/h e por razões estritamente relacionadas com o seu elevado peso.

Motor V12 de 612 cv

O motor V12 biturbo foi amplamente revisto para o uso na nova geração do Classe S, ao nível dos turbocompressores, coletor de escape e entrada de ar, para além da adoção de um filtro de partículas. Com todas as alterações efetuadas o propulsor V12 oferece uma potência de 450 kW / 612 cv extraída a partir de uma cubicagem de 5980 cm3 e um binário de 830 Nm logo a partir das 2.000 rpm.

A primeira berlina GUARD com sistema 4MATIC

Pela primeira vez o sistema 4MATIC (tração integral) está disponível num Mercedes-Benz Classe S com as especificações GUARD, estreando-se também na acoplação a um motor V12. As características do sistema de tração integral, incluem um sistema de baixo peso, que otimiza a tração e oferece maior segurança na condução, para além de manter os mais elevados níveis de conforto e condução dinâmica. A repartição do binário neste modelo é de 31 por cento para o eixo dianteiro e 69 por cento para o eixo traseiro. Entre outras particularidades, houve um cuidado especial para adaptar o sistema 4MATIC ao maior peso do veículo inerente à versão GUARD, nomeadamente, com a adoção de eixos transmissões reforçadas.

Maneabilidade equivalente à de um Classe S convencional

Graças à adaptação que foi feita em termos de suspensão, motor e transmissão, o S 680 GUARD 4MATIC consegue garantir uma maneabilidade virtualmente equivalente à dos modelos Classe S convencionais, mesmo sendo um veículo blindado.

Personalização equivalente à dos restantes Classe S

Apesar do seu foco principal se centrar no nível de proteção de segurança máximo dos seus ocupantes, o novo S 680 GUARD 4MATIC não abdica de proporcionar aos seus clientes o habitual nível de conforto apanágio de qualquer Classe S. Por isso, tal como acontece com o modelo de produção de série, também nesta versão assinada pela GUARD há mais de 80 equipamentos opcionais, de que a iluminação ambiente ativa ou um ecrã multimedia de tecnologia OLED ou mesmo os airbags traseiros são apenas alguns exemplos. Quase não há restrições quanto aos elementos de acabamento e combinações de cores interiores. No entanto, extras opcionais que contradizem a finalidade de proteção, como um teto panorâmico deslizante, não estão disponíveis.

Custa 457.100 €… antes de impostos

O S 680 GUARD 4MATIC será apresentado oficialmente no próximo Salão Automóvel de Munique, ficando aí exposto entre 7 e 12 de setembro. Para possíveis interessados na sua aquisição, ainda não há um preço definitivo, mas, sabe-se já que, na Alemanha, o seu preço base recomendado é de 457.100 €, valor a que é necessário acrescentar os devidos impostos.  

Marco Polo: uma proposta para todo o ano

12/08/2021 16:12

Verão é altura de férias e evasão. Mas estar fora de casa e partir à aventura não tem época especial, pode acontecer todo o ano se o fizermos a bordo do Mercedes-Benz Marco Polo, um talento multifacetado quando se trata de juntar o útil ao agradável.

O lounge integra a cozinha totalmente integrada onde pode preparar-se refeições que serão depois saboreadas em conjunto na mesa rebatível. Os práticos armários e arrumações guardam tudo o que é preciso para a viagem: do equipamento de cozinha ao vestuário, passando pelo material de lazer. E com um pé-direito máximo de 2350 mm com o teto expansível aberto, a área de habitação fica com espaço suficiente para se poder esticar à vontade.

O Marco Polo é um excelente acompanhante no dia a dia: a sua condução é tão ágil, que o equipamento de campismo mal se nota. Com o teto expansível fechado, a altura do veículo fica abaixo dos 2 metros, o que significa que pode entrar sem problemas em garagens comuns, parques de estacionamento cobertos, garagens subterrâneas e instalações de lavagem de veículos. Opcionalmente, sistemas de assistência ao condutor de alta qualidade ajudam nas manobras e no estacionamento.

Infotainment e auxílio à condução

É um modelo de lazer, mas não deixa de ser um Mercedes-Benz, com tudo o que isso significa em termos de auxílios à condução e infotainment. O MBUX traz informação, entretenimento e conectividade para o seu Marco Polo. É tão simples que rapidamente irá saber operá-lo e tão modular que pode comprar exatamente as funções de que precisa.

Exclusivamente para autocaravanas existe o Mercedes-Benz Advanced Control (MBAC). Com ele, pode controlar importantes funções da autocaravana e consultar informações úteis – seja antes da viagem, ao acampar ou depois. É flexível também na operação: pois pode controlar o MBAC tanto através do ecrã tátil, como através da app no smartphone.

Saiba mais sobre o modelo aqui https://www.mercedes-benz.pt/vans/pt/marco-polo/marco-polo

Mercedes-EQS já tem preços indicativos

11/08/2021 15:53

O novo Mercedes-EQS tem chegada prevista à Sociedade Comercial C. Santos no próximo mês de outubro e com preços (indicativos) que se iniciam nos 121.550 €. Confira tudo o que pode esperar da nova berlina premium 100% elétrica da Mercedes-EQ nas próximas linhas…

O EQS é a limousine de luxo totalmente elétrica da Mercedes-EQ, num modelo onde a marca redefine este segmento de veículos. O EQS é também o primeiro modelo a receber a arquitetura modular dos veículos elétricos dos segmentos de luxo e executivo. Ao combinar tecnologia, design, funcionalidade e conectividade, o EQS delicia quer condutores quer passageiros.

Com um coeficiente aerodinâmico Cd a partir de 0.20, o modelo estabelece uma nova referência a nível de aerodinâmica em veículos produzidos em série. Apoiado por inteligência artificial (AI), o EQS facilita a vida dos ocupantes em diversos domínios.

O veículo é produzido em conjunto com o Classe S e o Mercedes-Maybach Classe S de forma totalmente neutra em termos de emissões de carbono na fábrica “Factory 56” em Sindelfingen.

O EQS é apelativo em todos os sentidos, colocando o modelo topo de gama totalmente elétrico num novo patamar no que diz respeito a estética e luxo.

Para Portugal e à Sociedade Comercial C. Santos o EQS tem chegada prevista em outubro, em duas versões distintas: EQS 450 + e EQS 580 4MATIC. A versão de entrada de gama disponibiliza 245 kW/333 cv de potência e a 580 4MATIC+ 385 kW/523 cv, com autonomia elétrica entre carregamentos até 785 km e 685 km, respetivamente.

Os preços indicativos de comercialização em Portugal iniciam-se nos 121.550€ para o EQS 450 +, estando a versão topo de gama 580 4MATIC marcada com o preço indicativo inicial de 149.300 €.

Conheça todos os pormenores do novo Mercedes-EQS em https://bit.ly/3toaGeq.

Cartão Soc. Com. C. Santos entregou doação à APPACDM da Maia

10/08/2021 14:32

A iniciativa solidária dos cinco anos do cartão de crédito Sociedade Comercial C. Santos, realizada em parceria com o Montepio Crédito, resultou na entrega de um donativo à Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) da Maia. Esta ação insere-se no projeto solidário Soc. Com.unity.

O cartão de crédito Sociedade Comercial C. Santos assinala, em 2021, cinco anos de existência. Tendo em conta esse número, 5% do valor transacionado com o cartão nas instalações da empresa ao longo do mês de maio reverteu para a APPACDM da Maia. Os movimentos do cartão nas instalações da Sociedade Comercial C. Santos em maio ascenderam a 26 805,23 euros, pelo que o valor a atribuir à APPACDM Maia foi de 1340 euros.

Esta iniciativa conjunta do concessionário Mercedes-Benz e smart e do Montepio Crédito é mais um contributo para o trabalho da instituição para a angariação de fundos para a remodelação da antiga escola primária de Cristal, instalações cedidas pela Câmara Municipal da Maia à APPACDM local para a criação de um Centro de Atividades e Capacitação para a Inclusão (CACI).

A entrega simbólica do donativo ocorreu na quinta-feira passada (5 de agosto). O presidente da APPACDM da Maia, Jaime Teixeira, recebeu o “cheque” das mãos do diretor de marketing do Montepio Crédito, Tiago Teixeira e do responsável pelo cartão de crédito da Sociedade Comercial C. Santos, Filipe Ferreira.

“O apoio de todos é fundamental para o sucesso do projeto do CACI de Cristal. Este prevê a integração de 30 jovens e adultos, com diferentes níveis de capacidade, num percurso de vida apoiado, o que lhes permitirá sonhar com um futuro de plena integração e reconhecimento”, afirmou o presidente da direção da APPACDM da Maia, Jaime Teixeira.

“É uma honra para o Montepio Crédito fazer parte do objetivo de integração e reconhecimento de 30 jovens adultos do Centro de Atividades e Capacitação para a Inclusão da APPACDM da Maia. O Montepio Crédito apoiou desde a primeira hora esta iniciativa promovida pelo nosso parceiro Sociedade Comercial C. Santos, dado que se insere no nosso valor de compromisso social, que muito prezamos”, indicou o diretor de marketing do Montepio Crédito, Tiago Teixeira.

“Estarmos presentes em causas solidárias e com a nossa comunidade é importante para a Sociedade Comercial C. Santos. Além de dar um contributo com fundos, esta ação conjunta com o nosso parceiro Montepio Crédito permitiu-nos ajudar à notoriedade e sensibilização do público para os desafios inerentes à vida do cidadão com deficiência mental”, disse o responsável pelo cartão de crédito da Sociedade Comercial C. Santos, Filipe Ferreira.

Esta iniciativa do cartão Sociedade Comercial C. Santos inseriu-se no projeto Soc. Com.unity. Este integra as ações solidárias da Sociedade Comercial C. Santos e é vista com extrema importância pela empresa.

 Centro promoverá integração social e profissional

 A APPACDM da Maia presta apoio diário a jovens a adultos com debilidade intelectual e desenvolvimental, através de um conjunto de atividades terapêuticas, lúdicas e de integração social e profissional, com o objetivo de potenciar a qualidade de vida destes cidadãos e paralelamente das suas famílias. Para tal, é necessário criar um conjunto de infraestruturas adaptadas à singularidade de cada individuo, com as devidas características de acesso e circulação sem barreiras, bem como ao equipamento das salas de atividades, com os materiais terapêuticos necessários à intervenção técnica.

Foi nesse sentido que a Câmara Municipal da Maia da Maia cedeu à instituição uma antiga escola primária, na freguesia de Águas Santas, com vista à sua transformação em CACI. Este donativo do Cartão Sociedade Comercial C. Santos e do Montepio Crédito é mais um contributo para que este importante projeto possa ser concluído.

SocAdvice: conheça os cuidados a ter com o ar condicionado do seu Mercedes-Benz ou smart

05/08/2021 14:59

O ar condicionado é um componente essencial em qualquer automóvel. Descubra, no SocAdvice, quais as principais preocupações que deve acautelar para o bom funcionamento e eficaz manutenção deste sistema do seu Mercedes-Benz ou smart.

Tendemos a ter em atenção ao sistema de ar condicionado do automóvel nos meses mais quentes, mas este deve ser mantido ao longo de todo o ano. No SocAdvice, rubrica de cuidados de após-venda da Sociedade Comercial C. Santos, deixamos-lhes alguns conselhos para manter o ar condicionado do seu Mercedes-Benz ou smart sempre nas melhores condições.

Seja de comando manual ou automático, praticamente todos os automóveis contam, hoje em dia, com este equipamento. É essencial no tempo mais chuvoso para evitar que os vidros embaciem, mas é nos dias quentes que mais valorizamos esta tecnologia.

Porém, é importante que não descuide a sua manutenção. Não só para que funcione de forma eficaz, mas também para a saúde e bem-estar dos ocupantes.

Deve fazer a verificação do sistema de climatização pelo menos uma vez por ano e não apenas quando há maus odores ou perda de eficácia. Isto pode acontecer devido à acumulação de fungos, bactérias e ácaros no filtro do ar condicionado, pelo que esse componente deve ser trocado com regularidade.

Esteja atento ao ar condicionado do seu Mercedes-Benz. Na Sociedade Comercial C. Santos podemos ajudá-lo. Temos técnicos qualificados e a mais avançada tecnologia.

Marisa Silva, rececionista da oficina da Sociedade Comercial C. Santos, deixa-lhe neste vídeo da SocAdvice alguns conselhos para que mantenha conforto térmico da sua estrela https://www.youtube.com/watch?v=EblNdpEk0hk

História viva: o táxi português de cliente da Soc. Com. C. Santos no Museu Mercedes-Benz

04/08/2021 12:10

O Museu Mercedes-Benz, em Estugarda, tem muitos veículos marcantes para mostrar aos milhares de visitantes que recebe todos os anos (850 954 em 2019). Um desses é um Mercedes-Benz 200D de 1988, um táxi português que foi assistido na Sociedade Comercial C. Santos e que impressionou a Daimler. Conheça a história deste veículo na primeira pessoa, por José Mota Pereira, o motorista que o conduziu, durante 13 anos, na região do Porto.

Há um táxi português no Museu da Mercedes-Benz em Estugarda. O Mercedes-Benz 200D W124 percorreu 1,9 milhões de km ao longo de 13 anos como táxi, no Porto, nas mãos de José Mota Pereira. No âmbito da rubrica SocInterview, a Sociedade Comercial C. Santos entrevistou José Mota Pereira (Mota & Pires, Lda.). Na entrevista, que pode ser vista na íntegra (6m47s) nesta ligação, o profissional, que, aos 77 anos, continua a trabalhar, desvenda o desenrolar do processo da ida do seu táxi W124 de 1988 para o Museu da Mercedes-Benz, onde está desde 2006. “A Mercedes procurava, segundo depois eu soube, um carro que tivesse muitos quilómetros, e, naturalmente, se calhar também o estado dele, o estado de conservação do carro. As duas coisas terão motivado a Mercedes a interessar-se. Depois, mais à frente, entraram em contacto comigo para negociarmos o carro e eu dispensar o carro à Mercedes”.

Automóvel foi a “rolar” para a Alemanha

Na altura, a Daimler pediu à Mercedes-Benz para ver junto da rede oficial de oficinas da marca os registos de quilometragem das viaturas assistidas, tendo chegado a de José Mota Pereira através da Sociedade Comercial C. Santos. O Mercedes-Benz 200D W124 de 1988 foi adquirido pela Mercedes-Benz por 5000 euros, o valor comercial da viatura em 2006.

O automóvel tinha, entretanto, sido substituído, pelo táxi que José Mota Pereira conduz atualmente (um Mercedes-Benz Classe E W210 de 2001, que já tem quase a mesma quilometragem do veículo que está agora no museu da marca). O W124 era, em 2006, utilizado por um dos dois filhos do motorista de táxi. “Tinha-lhe oferecido o carro porque ele adorava aquele carro. O meu filho mais velho dizia ‘tu não tens garagem suficiente para guardar o carro, vais ter dificuldades, deixa ir o carro, porque ao menos, assim, vamos à Alemanha dar um passeio e vemos o carro lá na Mercedes, porque eles lá vão estimá-lo melhor do que tu estimas aqui”.

Tomada a decisão de venda, a história teve mais um foco de interesse. É que o normal nestas situações é os veículos serem transportados para o Museu Mercedes-Benz por camião, dado o estado de conservação não ser o melhor. Mas não no caso do 200D de José Mota Pereira. O técnico da Daimler que veio buscar a viatura ao Porto cancelou o transporte por camião assim que viu o excelente estado de conservação, tendo decidido, no momento, que ia regressar à Alemanha a conduzir. E a viagem correu lindamente.

Membro da própria família                                    

Para José Mota Pereira, recordar o W124 é como falar de um membro da própria família. É um carro que fez parte da sua vida profissional e pessoal e por isso é que ainda hoje automóvel muito especial para o motorista de táxi, que até quase que se comove, quando fala no automóvel. “Evito muitas vezes falar muito desse carro, porque às vezes a gente faz um papel assim um pouco chato de emocionar-se por causa de um carro. Não é o carro. O carro fez parte da nossa vida e foi uma peça de ferramenta que nos ajudou”, conta. “Acompanhou-me em várias situações difíceis, muito difíceis e que ele é que suportou a carga maior”, explica José Mota Pereira, depois de sublinhar que “aquele carro nunca andou em cima de um camião por avaria”.

A relação que tem com a Mercedes-Benz e com a Sociedade Comercial C. Santos é histórica e de proximidade. Aliás, o Mercedes-Benz Classe E W210 de 2001 (o já referido automóvel que já tem quase a mesma quilometragem do veículo que está agora no museu da marca), vai pelo mesmo caminho em termos de bom estado de conservação. “As pessoas não acreditam, por exemplo, que o tablier é de origem e nem que aquela consola de madeira é de origem. Eu às vezes digo assim: Se calhar, tenho que dar aqui umas riscadelas, para perceberem que isto é de origem”, brinca Mota Pereira.

A ligação à marca e à Sociedade Comercial C. Santos tem décadas e o motorista de táxi não se poupa a elogios. “Sou muito estimado na Mercedes e as pessoas são muito atenciosas comigo… Acho que são com toda a gente. É uma casa que respeita muito quem lá vai com sua viatura. As pessoas são muito respeitadas”.

Pode ver a entrevista completa a José Mota Pereira na seguinte ligação: https://bit.ly/3AbSckp

EQE será uma das muitas estrelas do Grupo Daimler no próximo Salão de Munique

30/07/2021 09:28

image

A “jogar em casa”, a Mercedes-Benz tem múltiplas novidades preparadas para o Salão de Munique, entre os dias 7 e 12 de setembro. O novo EQE será, certamente, uma das estrelas de maior brilho, mas outras há que prometem também cintilar…

O Grupo Daimler será uma das principais estrelas no Salão de Munique que estará de portas abertas entre 7 e 12 de setembro, fazendo o lançamento de oito modelos, dos quais cinco serão 100 por cento elétricos.

O novo EQE, berlina de luxo elétrica com plataforma EVA (Electric Vehicle Architecture), a mesma usada pelo EQS, terá honras de protagonista e promete ser mesmo um dos principais motivos de interesse de todo o certame.

image

Entre as novidades “elétricas”, também se destacará o primeiro Mercedes-AMG totalmente elétrico, com a subdivisão desportiva da Mercedes-Benz a antecipar igualmente um modelo híbrido com a nova sigla “E Performance”.

O EQB será agora visto pela primeira vez na Europa, após a sua estreia no Salão de Xangai, apresentando-se como um importante reforço da família de modelos compactos EQ, juntando-se ao EQA.  

image

Após o lançamento do Classe C e Classe C Station (que já poderá encontrar na Sociedade Comercial C. Santos), agora será a vez do Classe C All-Terrain “ver a luz do dia”, no Salão de Munique, modelo que terá a companhia no espaço da Mercedes-Benz de um Classe S especial ou não fosse a primeira versão blindada da geração mais recente (W223) do topo de gama da marca.

E falando de requinte, a Mercedes-Maybach também promete impressionar com a estreia do seu primeiro protótipo eletrificado, antecipando o futuro da subdivisão de luxo da Mercedes-Benz.

image

Igualmente pela primeira vez e também como protótipo, será dado a conhecer o Concept Car que antecipará a próxima geração dos modelos smart, que se manterá fiel à sua origem de veículo citadino, do mesmo modo que manterá a motorização elétrica.

image

Novo Classe S 580 e já tem preços indicativos

26/07/2021 12:55

O novo Mercedes-Benz S 580 e, com motorização híbrida plug-in, já está disponível para encomenda na Sociedade Comercial C. Santos e não lhe faltam argumentos convincentes! Confira os seus preços abaixo.

Com o novo S 580 e, a Mercedes-Benz estreia a quarta geração do seu sistema híbrido, oferecendo ao Classe S híbrido plug-in da última geração uma autonomia elétrica superior a 100 kms, em ciclo WLTP.

Em termos de comprimento, as duas habituais versões estão disponíveis – com curta e longa distância entre eixos. No primeiro caso, os ocupantes poderão usufruir amplo espaço interior fruto dos 5,18 metros de comprimento total oferecidos pela berlina premium e de uma habitabilidade ainda superior na versão longa, cujo comprimento total é de 5,29 metros.

image

Equipado com o mesmo motor a gasolina da versão S 450 4MATIC, propulsor de seis cilindros em linha de 2999 cm3 , com uma potência de 367 cv e 500 Nm de binário, o S 580 e tem associado um motor elétrico síncrono, com ímanes permanentes, capaz de disponibilizar uma potência “extra” de 110 kW (150 cv), oferecendo uma potência total de 510 cv e 750 Nm de binário máximo.

image

Números que, na estrada, permitem alcançar uma velocidade máxima de 250 km/h (limitada), que, em modo 100% elétrico, chega  aos 140 km/h, enquanto a aceleração dos 0-100 km/h é “consumida” em apenas 5,2s.

image

Tão importante quanto as prestações dinâmicas é, necessariamente, a autonomia totalmente elétrica e os consumos, com o S 580 a reivindicar consumo médio de 0,6 l/ 100 km e uma autonomia elétrica máxima entre carregamentos acima dos 100 km (WLTP). Com uma potência de carregamento até 60 kW (corrente contínua), o porta-estandarte da Mercedes-Benz pode fazer o carregamento total da sua bateria em apenas 30 minutos.

image

Entre as múltiplos dispositivos de segurança e conforto do modelo, o novo S 580 destaca-se pela suspensão ativa E-ACTIVE BODY CONTROL e por disponibilizar a última geração do assistente interior MBUX.

image

Preços a partir de 139.550 €

As encomendas para o novo Mercedes-Benz S 580 e já podem ser formalizadas na Sociedade Comercial C. Santos, iniciando-se os preços da versão híbrida plg-in nos 139 550 € na versão curta (S 580 e) e nos 141 200 € relativamente à versão longa (S 580 e L).

image