Preloading Soc. Com. C. Santos
Loading...

Notícias

26/06/2022 20:42

Vision EQXX cumpre 1.202 km com uma única carga de bateria elétrica

Após ter quebrado o recorde da Mercedes-Benz de autonomia elétrica com 1.008 km, o protótipo Vision EQXX voltou a “superar-se”, cumprindo 1.202 km com uma carga única e o impressionante consumo de apenas 8.3 kWh/100 km. Um feito realizado num emocionante percurso entre Estugarda (Alemanha) e Silverstone (Reino Unido). Nas linhas que se seguem, os detalhes desta eletrizante viagem…

O Mercedes-Benz VISION EQXX quebrou o seu próprio registo de eficiência energética em condições reais de utilização, percorrendo, pela segunda vez, mais de 1.000 km com uma única carga da bateria. No último mês de abril, com a temperatura a variar entre os 3 e os 18 graus Celsius, o modelo completou a viagem com um consumo de energia de 8.7 kWh/100 km, chegando ao final da viagem com uma autonomia de ainda 140 quilómetros. Mas, a Mercedes-EQ entende que era possível fazer ainda mais e melhor…

Com o objetivo de demonstrar as verdadeiras capacidades em condições reais de utilização e para que pudesse também avançar com o processo de desenvolvimento do VISION EQXX para a fase seguinte, a equipa de engenheiros realizou então uma segunda viagem, com o intuito de testar a tecnologia que serve o protótipo em diferentes condições. O percurso escolhido foi de Estugarda a Silverstone.

Viagem longa, mas energeticamente muito produtiva

Após arrancar de Estugarda e depois de se deparar com um encerramento de autoestrada, que obrigou a recorrer a um desvio por uma exigente estrada nacional próximo da cidade alemã, o VISION EQXX atravessou a fronteira com França junto a Estrasburgo e, posteriormente, seguiu viagem através do norte de França, em autoestrada até Calais, onde entrou no eurotúnel.

Continuando a sua viagem no Reino Unido, apanhou a M25 próximo de Londres e prosseguiu então a viagem até Silverstone, onde o VISION EQXX fez uma visita à sede da equipa de Fórmula 1 da Mercedes-AMG PETRONAS, em Brackley, cerca de 13 quilómetros a sudoeste. Aí teve uma animada receção da equipa Mercedes-AMG HPP e do Mercedes-Benz Grand Prix, que tiveram um papel fundamental na sua conceção. Trabalhando em estreita colaboração com a equipa de engenheiros em Estugarda, os especialistas da Fórmula 1 e da Fórmula E ajudaram a reduzir as perdas do sistema na cadeia cinemática e desenvolveram um totalmente novo pack de bateria leve e compacto.

A aguardar na pista para saudar o VISION EQXX estava Nyck de Vries, piloto da equipa de Fórmula E da Mercedes-EQ. O holandês de 27 anos, que conquistou quatro vitórias na Fórmula E nas duas últimas temporadas, tem uma vasta experiência de aproveitamento ao máximo da eficiência de uma cadeia cinemática elétrica avançada. Contudo, não foi gentil com o VISION EQXX, levando-o até à sua velocidade máxima, limitada a 140 km/h, em todas as oportunidades na lendária pista. Viu a bandeira de xadrez após 11 voltas e gastou a carga remanescente no corredor das boxes, com 1.202 quilómetros percorridos.

Ao longo da viagem, o VISION EQXX aproveitou o inovador sistema de gestão térmica para atingir um consumo médio de energia de 8,3 kWh/100 km, em condições de tráfego intenso e com temperaturas de verão.

De Silverstone para o Festival de Velocidade de Goodwood

Após uma breve recarga, o VISION EQXX continuou a viagem para a sede da HPP em Brixworth, a 33 quilómetros de distância. Uma paragem noturna aproveitada para refrescar e carregar as baterias, antes da viagem até ao Festival de Velocidade de Goodwood. Ao participar na famosa celebração dos desportos motorizados (incluindo na tradicional subida de montanha), o VISION EQXX mostrou o caminho do futuro, ao lado de outros ícones do passado, presente e, como ele, também do futuro da própria Mercedes-EQ.

Uma gestão térmica inovadora e eficiente

Para além de provar a eficácia das tecnologias de eficiência elétrica da Mercedes-Benz, em cenários de trânsito real, as viagens de longa distância do VISION EQXX nas estradas públicas têm fornecido, aos especialistas de investigação e desenvolvimento, dados valiosos para o programa de desenvolvimento em curso.

Nesta segunda viagem do EQXX, entre Estugarda e Silverstone, o perfil do percurso não foi acompanhado por baixas temperaturas, nem pelos cenários de elevado consumo e de recuperação de energia que os Alpes representam. Os principais desafios nesta viagem foram as temperaturas de verão de até 30 graus Celsius, aliadas a uma maior densidade do trânsito na proximidade de Estugarda e no sudeste de Inglaterra. Todavia, o VISION EQXX manteve a eficácia durante todo o percurso, graças ao inovador sistema de gestão térmica.

A excecional eficiência da cadeia cinemática elétrica permite que o calor residual perdido seja minimizado. Isto ajuda a que o sistema de gestão térmica seja extremamente pequeno e leve. A interação cuidadosamente projetada das entradas de ar, das válvulas de líquido de arrefecimento e das bombas, assegura que o propulsor elétrico mantenha o mais eficiente equilíbrio de temperatura, com um custo mínimo de energia. Engloba uma combinação de gestão inovadora do fluxo de ar, com uma placa de arrefecimento instalada no piso do veículo, permitindo aproveitar o fluxo de ar ao longo da zona inferior do VISION EQXX. Esta é a forma aerodinâmica mais eficiente para manter a cadeia cinemática elétrica a baixa temperatura em condições normais, permitindo um aumento da autonomia de cerca de dois por cento no modo mais aerodinâmico.

As elevadas temperaturas do ar ambiente e o trânsito congestionado exigiram o arrefecimento da cadeia cinemática elétrica e do ar no interior do habitáculo. Contudo, o sistema de arrefecimento de controlo variável cumpriu totalmente os requisitos, sem impacto significativo na autonomia. A bomba de calor de várias fontes de energia do VISION EQXX provou ser extremamente eficiente, ao manter uma temperatura confortável no habitáculo, num clima quente de verão.

Durante as 14 horas e 30 minutos de condução, o ar condicionado funcionou durante pouco mais de oito horas, mas teve um impacto mínimo no consumo total de energia.

Venha o próximo destino

Com duas viagens de estrada bem-sucedidas de mais de 1.000 km, o VISION EQXX assume-se como o Mercedes mais eficiente construído até à data. Mas a história não termina aqui. O trabalho continua no desenvolvimento de muitas tecnologias do VISION EQXX para serem aplicadas nos futuros veículos de produção em série. Para a equipa por detrás deste modelo, que recolhe dados valiosos de condições reais de utilização, a questão mais importante é: próximo destino?


VISION EQXX: dados da viagem

Partida: Untertürkheim, Estugarda, 21 de junho de 2022, 08h15

Chegada: Silverstone, 22 de junho de 2022, 18:02

Percurso da viagem: Untertürkheim, Reims, Calais, Brackley

Distância percorrida: 1.202 quilómetros

Tempo de condução total (em dois

dias): 14 horas e 30 minutos

Velocidade média: 83 km/h

Velocidade máxima: 140 km/h

Consumo médio: 8,3 kWh/100 km


VISION EQXX: resumo dos dados técnicos mais importantes

Quantidade de energia da bateria (kWh): < 100

Tensão máxima (V): > 900

Consumo de energia kWh/100 km (milhas/kWh): 8,3 (7.5)

Coeficiente aerodinâmico (cd): 0,17

Área dianteira projetada (m²): 2.12

Potência (kW): 180

Distância entre eixos (mm): 2.800

Comprimento/largura/altura (mm): 4975/1870/1348

Peso do veículo em vazio (kg): 1.755